Menu
Busca sábado, 25 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Horário eleitoral no rádio e na TV começa nesta terça-feira

15 agosto 2006 - 06h57

A propaganda dos candidatos a presidente da República começa a ser transmitida na televisão a partir desta terça-feira, dia 15 de agosto. Irá ao ar normalmente todas as terças, quintas e sábados, em dois blocos de 25 minutos cada um, das 12 horas às 12h25 e das 19h30 às 19h55; no rádio, às terças, quintas e sábados, em dois blocos de 25 minutos cada um, das 6 horas às 6h25 e das 11 horas às 11h25. (horários de Mato Grosso do Sul)Além disso, para a propaganda de candidatos à Presidência da República, os partidos têm direito a 6 minutos diários, inclusive aos domingos, para divulgação de inserções de até 60 segundos, distribuídas ao longo da programação, de acordo com o plano de mídia, que está disponível na página oficial do TSE na internet (www.tse.gov.br).O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou na última sexta-feira, os procedimentos que os partidos e coligações que concorrem à presidência da República devem manter ao entregar o material com propaganda política a ser veiculado em emissoras de rádio e televisão durante o horário eleitoral gratuito. As fitas com os programas dos candidatos devem ser encaminhadas com antecedência mínima de 3 horas e meia em relação ao horário previsto para o início da transmissão. As fitas devem ser entregues no posto da TV Cultura, montado no térreo do edifício-sede do TSE, em Brasília.Já as fitas com as inserções (filmetes de 30 segundos que vão ao ar ao longo da programação normal das emissoras) devem ser entregue até às 15h do dia anterior à veiculação. Os partidos ou coligações podem optar por entregar as fitas com as inserções diretamente às emissoras, devendo comunicar essa opção ao TSE até ontem. Nesse caso, a entrega deverá ser feita com antecedência mínima de 12 horas do início do bloco de audiência em que deverão ser veiculadas.As inserções entregues no posto da TV Cultura serão por ela geradas diariamente, às 17h, para as emissoras de televisão, bem como para os canais de televisão por assinatura sob a responsabilidade do Senado, da Câmara dos Deputados, das Assembléias Legislativas e da Câmara Legislativa do Distrito Federal, e, às 18h30, para as emissoras de rádio.Até ontem, os partidos ou coligações deveriam indicar à Secretaria Judicial do TSE a pessoa autorizada a entregar as fitas - se for substituída, o fato deve ser comunicado com 24 horas de antecedência.Caso as fitas sejam entregues fora do prazo ou não apresentem condições técnicas para transmissão, a TV Cultura deverá veicular, no horário reservado a esse partido ou coligação, o último programa entregue. Caso nenhum programa tenha sido entregue, será levada ao ar apenas a informação de que o horário se encontra reservado para propaganda eleitoral desse partido ou coligação.Os candidatos a deputado estadual, distrital, federal, senador e governador devem encaminhar o material para a propaganda política nos Tribunais Regionais Eleitorais (TRÊS) de seus estados, ou diretamente nas emissoras designadas, quando for o caso. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Mourão inaugura estátua de D. Pedro I em São Paulo
CRIME AMBIENTAL
Paulistano é multado em R$ 21 mil por derrubar mata atlântica em MS
Grupo de Trabalho
Reunião discute combate ao feminicídio em Mato Grosso do Sul
BRASIL
Grupos de estudantes podem agendar visitas às sessões plenárias e das Turmas do STF
ESTADO
MEC aprova 1ª Residência Multiprofissional em Saúde da Família da UEMS
BRASIL
Chuvas em Minas Gerais já fizeram 7 mortos
CONTRABANDO
Casal é preso com mais de R$ 400 mil em relógios e celulares
POLÍTICA INTERNACIONAL
Brasil e Índia assinam acordos em tecnologia, energia e segurança
CAPITAL
Homem é atacado por pitbull em praça quando brincava com os filhos
TRÁFICO DE DROGAS
Cocaína apreendida em Ponta Porã seria levada para Brasília

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Pai e filha moradores de Dourados morrem em acidente no Paraná
DOAÇÃO
Órgãos captados em Dourados vão salvar vidas em três Estados
TRÁFICO
‘Espaço de lazer’ em Dourados era usado para guardar drogas e abrigar fugitivos
DOURADOS
Assassinato na Vila Rosa aconteceu por ciúmes durante manutenção em porta