Menu
Busca terça, 13 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
CAARAPÓ

Homem é assassinado a facadas e casal preso pelo crime

08 setembro 2017 - 17h05

Maurício da Silva Ricarte, 41, foi encontrado morto a facadas na manhã desta sexta-feira (08), em uma fazenda no distrito de Nova América, em Caarapó. Brígido Delgara, 37, e Aparecida Rodrigues, 49, estão presos acusados de terem o assassinado.

Conforme informações que são apuradas pela polícia, Maurício e Aparecida teriam um caso. A mulher teria cedido a ‘cantadas’ de Brígido e o fato pode ter sido motivado por ciúmes.

Maurício era funcionário da fazenda de propriedade de um produtor rural de 48 anos.

De acordo com a polícia, o produtor foi até ao local logo pela manhã e notou que Maurício ainda não havia iniciado as atividades cotidianas como ordenha das vacas. Diante disso, foi procurá-lo na residência do local e se deparou com Brígido e Aparecida dormindo juntos seminus.

Logo no outro cômodo, o proprietário rural avistou Maurício que já estava morto. Ainda não é possível apontar as circunstâncias do crime.

Ele denunciou o caso a polícia que está colhendo os fatos junto aos autores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASA PRÓPRIA
Caixa suspende Minha Casa Minha Vida para faixa intermediária
INDUBRASIL
Polícia caça suspeito de matar diarista investigada por latrocínio
JUSTIÇA ELEITORAL
TSE dá 3 dias para Bolsonaro esclarecer 'inconsistências' em contas
UFGD
Abertas inscrições para doutorado em Biotecnologia e Biodiversidade
BRASILÂNDIA
Estudantes de escola de MS criam dicionário de línguas indígenas
JUSTIÇA
Calúnia e difamação em rede social geram dano moral a usuário
ECONOMIA
Dólar fecha em alta de quase 2% e ultrapassa R$ 3,80
BRASIL
Agricultura deverá assumir pesca, pequenos produtores e Incra
FUTEBOL MS
Às vésperas do Arbitral, apenas em estádio está apto para o Estadual Série A
CLIMA
Dourados tem novo dia quente com sensação térmica próxima dos 40ºC

Mais Lidas

ÑU VERA
Homem morre em Dourados após bebedeira
ANGÉLICA
Jovem morre atropelado durante o trabalho em pátio de usina
PEDRO JUAN
Advogada de narcotraficantes brasileiros morre após atentado na fronteira
PARAGUAI
Polícia paraguaia acredita que pistoleiros brasileiros mataram advogada