Menu
Busca quarta, 26 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Hoje, dia do farmacêutico, pioneiro opina sobre a profissão

20 janeiro 2005 - 15h12

Emílo Ferreira da Costa tem 45 anos de profissão. Começou a trabalhar na cidade de Itaporã, logo depois mudou-se para Douradina. Na cidade de Dourados, trabalhou 26 anos na Farmácia Popular e hoje tem sua própria empresa (a farmácia do Emílio) localizada na rua José Roberto Teixeira n° 853 no Jardim Flórida I.
Emílio fala da diferença entre farmacêuticos práticos como ele, e de universitários recém formados. “Há mais ou menos uns trinta anos nós recebíamos um documento que tinha o nome provisionamento, este nos dava direito de sermos responsáveis pelo nosso local de trabalho, com isso adquiri muita prática, experiência, mas não tenho o diploma, ao contrário dos universitários, esses tem o diploma mas lhes falta prática".
O farmacêutico revela que apesar de todo o conhecimento, não deixa de respeitar as regras que a lei impõe. Ele possui um bioquímico na empresa já que não pode manipular certos medicamentos.
 “Se não fosse exigido por lei, acho que não precisaria de um bioquímico trabalhando comigo, mas temos que saber respeitar a lei, afinal bom profissional é aquele que reconhece e obedece as regras.
Ferreira disse ainda que ele não é o único que respeita a lei. Deixou claro que 70% dos seus colegas de profissão também seguem a risca as regras impostas, e quanto mais tempo passa mais orgulho sente da profissão que escolheu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COPA DO BRASIL
Águia Negra treina em São Paulo para jogo contra Ferroviária
CAMPO GRANDE
Escola da zona rural é beneficiada com o parque feito em presídio
LITERATURA
Há 75 anos, morria Mário de Andrade, um dos maiores escritores do país
ESPORTES
Ciclista de MS conquista duas medalhas em competição nacional
ESTÁGIO
Acadêmicos do Vale Universidade podem cumprir horas nos finais de semana
DOURADOS
‘Confusão’ em Carnaval na praça gera discussões sobre uso dos espaços públicos
CRIME AMBIENTAL
Homem é autuado em 12 mil por falta de conservação de solo
CRISE
Com mais 23 assassinatos, mortes no Ceará chegam a 170
'PURO ÓDIO'
Liderança do PCC em Campo Grande é morto por dupla
REGIÃO
PMA paralisa atividade em carvoaria ilegal e autua proprietária

Mais Lidas

DOURADOS
Ex-prefeito de Amambai não resiste e morre no Hospital do Coração
MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
ATENTADO
Aeronave pousa em Dourados e fica a disposição de Lanzarini
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar