Menu
Busca domingo, 23 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Hildebrando Pascoal é condenado a 25 anos de prisão

15 março 2005 - 08h22

O ex-deputado federal Hildebrando Pascoal foi condenado a 25 anos e seis meses de prisão em regime fechado pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, formação de quadrilha e por tentar impedir a investigação do Conselho Nacional de Defesa da Pessoa Humana. Os sete jurados, por unanimidade, julgaram que Hildebrando é o mandante do crime que matou o policial civil José Ayala, em Rio Branco (AC), enquanto era deputado estadual. O policial iria prestar depoimento contra ele numa investigação do Conselho Nacional de Defesa da Pessoa Humana. O julgamento de Hildebrando Pascoal, que foi realizado na sede da Justiça Federal em Brasília, começou no dia 8 de março e terminou na madrugada de hoje. Os advogados já apresentaram recurso da sentença.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Síndrome metabólica em adolescentes é tema de pesquisa da Capes
DOURADOS
Campanha sobre tuberculose e hanseníase será realizada em março
POLÍCIA
DOF flagra cinco com 400 quilos de contrabando em Dourados
BRASIL
Trabalho infantil aumenta 38% durante o carnaval; saiba como denunciar
STF
Liminar garante ao RS fixar contribuição previdenciária de militares sem sanções por parte da União
DOURADOS
Com ponto facultativo, sessão da Câmara foi antecipada
MS
Um dos pilares da ressocialização, a religião promove ambiente de fé em presídios
ESTADO
Judiciário de MS retomará expediente na quinta-feira
MUNDO
Cientistas descartam que novo vírus tenha origem em mercado em Wuhan
PORTE ILEGAL
Motociclistas são presos com espingardas na zona rural de Dourados

Mais Lidas

WEIMAR TORRES
Mulher morre após bater em carro que roletou avenida
JARDIM GUAICURUS
Jovem resgatada foge da UPA e tenta subir em torre mais uma vez
FÁTIMA DO SUL
Polícia prende homem que matou namorada a marteladas
FRONTEIRA
Suspeitos de matar jornalista são presos em operação