Menu
Busca quarta, 20 de março de 2019
(67) 9860-3221

Hidrovia do Rio Paraguai terá monitoramento ambiental

20 dezembro 2003 - 10h50

A modernização da Hidrovia do Rio Paraguai será implementada a partir de 2004, com nova logística de transporte e infra-estrutura, mas não implicará obras de engenharia, afirmou o superintendente da Ahipar, estatal que administra a via, Fermiano Yarzon. O incremento do transporte fluvial, conforme garantiu, virá com respeito ao meio ambiente.“A hidrovia será potencializada para ser efetivamente o eixo do desenvolvimento sócio-econômico do Mercosul [Mercado Comum do Cone Sul]. Isso implica monitoramento ambiental”, assegurou.A Ahipar (Administração da Hidrovia do Paraguai), com sede em Corumbá, já apresentou ao Ministério dos Transportes plano de trabalho para 2004/2007, no qual prevê a reabertura do porto de Ladário, desativado há cinco anos, a implantação da carta eletrônico, que permitirá navegar ininterruptamente em águas brasileiras, melhoria da sinalização e dragagem em pontos críticos.Yarzon disse que as perspectivas para a hidrovia são positivas e Mato Grosso do Sul saiu na frente com a instalação do porto de Murtinho, numa parceria entre o governo do Estado e a iniciativa privada. “O transporte fluvial é prioridade do governo federal. Isto está claro, e a nova fase da hidrovia virá num momento certo, quando também se discute a reativação da ferrovia”, destacou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Homem é preso após furtar tela de Associação de Moradores
ECONOMIA
Dólar fecha em queda com foco no Fed e aposentadoria dos militares
CRIME AMBIENTAL
Desmatamento gera multa de R$ 41 mil a produtor rural
IBOPE
Aprovação do governo Bolsonaro cai 15 pontos e chega a 34%
TEMPO
Caarapó é castigada com mais de 70 mm de chuva
TJMS
Juiz da infância de Dourados é promovido a desembargador do TJ
TRAGÉDIA
Brumadinho: total de mortes confirmadas sobe para 209
FUTEBOL DE MS
Primeira fase do Estadual termina sem troca de técnicos
DOURADOS
Defesa Civil mantém alerta com “chuvarada” que deve continuar na região
RESSOCIALIZAÇÃO
Artesã ensina detentas a confeccionar bonecas de pano

Mais Lidas

PREJUÍZO
Chuva forte derruba árvores e deixa ruas alagadas em Dourados
DOURADOS
Pai e madrasta de criança morta por agressão vão a júri popular
FRONTEIRA
Homem é executado enquanto tomava tereré na frente de açougue
IMPETUS
“Central de inteligência” do PCC que planejava matar servidores de MS é desarticulada na PED