Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Grupo Sucolotti teria sonegado R$ 3,2 milhões ao fisco estadual

09 dezembro 2003 - 16h14

Um rombo de R$ 3,2 milhões nos cofres públicos estaduais seria o saldo deixado pela sonegação do grupo Sucolotti em Campo Grande. O grupo, formada pelos empresários Néri Sucolotti, Néri Sucolotti Júnior, Elton José Cecco e Valtcir Miotto, foi preso hoje pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) depois de ter sido investigada por mais de seis meses. Outro integrante do grupo, Fábio Marcelo Sucolotti, está foragido.Os empresários respondem por crimes contra a ordem tributária, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Os crimes envolvem os denunciados e as empresas Ideal Comércio de Derivados de Petróleo Ltda., São Jorge Comércio de Combustíveis e Derivados Ltda. e Agroindustrial São Jorge, todos da família Sucollotti. Eles foram presos em cumprimento a mandados judiciais expedidos pela 3ª Vara Criminal de Campo Grande. Pai e filho foram presos na empresa Iveco, enquanto Miotto e Seco estavam no Posto Ideal quando foram flagrados pelo grupo.Pela investigação, além de desmontar o crime, foi concluído que o grupo ainda usava "laranjas" como sócios-proprietários das empresas junto à Jucems. As empresas em nome dos "laranjas", que em verdade pertencem à família Sucolotti, prestam-se a "legalizar" a sonegação fiscal praticada pela Ideal Comércio de Derviados de Petróleo, bem como à dissimulação da utilização de valores provenientes de sonegação fiscal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Kelly Key relembra baixa autoestima após gravidez: "Não me achava bonita"
NOVA ANDRADINA
Ciclista morre após ter a cabeça esmagada por carreta
PRAZO
Justiça determina que Bolsonaro indenize Maria do Rosário em 15 dias
CAPITAL
Outros 2 guardas municipais são presos em investigação sobre arsenal
RIO DE JANEIRO
Tribunal decide libertar os militares que fuzilaram carro de músico
CONTRABANDO
Após perseguição, Polícia apreende 7,5 mil pacotes de cigarros
POLÍTICA
Bolsonaro volta a defender mudanças na CNH e fim dos radares
CAMPO GRANDE
Jovem grávida é agredida, desmaia e acorda sendo estuprada
UNIGRAN
Jornada de Psicologia vai abordar trajetos e conquistas em 20 anos de história
MEIO AMBIENTE
Conciliação: danos ao Rio da Prata serão reparados por responsáveis

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira