Menu
Busca domingo, 24 de junho de 2018
(67) 9860-3221

Governo manobra e adia votação de IR no Senado

02 dezembro 2003 - 16h35

O governo ganhou tempo no Senado em sua batalha pela manutenção da atual alíquota de 27,5% para o Imposto de Renda ao adiar para a próxima semana a votação de projetos que estabelecem a obrigatoriedade de o governo corrigir anualmente a tabela do IR. Os dois projetos, um do PDT e outro do PSDB, deveriam ter sido votados na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado hoje, mas a base aliada pressionou e pediu o adiamento da votação. Os projetos prevêem a correção anual obrigatória da tabela do IR. Apesar deste ser o terceiro adiamento consecutivo da votação, o líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), nega que seja uma manobra da base aliada, que busca apenas a prorrogação da alíquota. O objetivo, de acordo com ele, é esperar o resultado da votação do projeto do governo na Câmara, que deverá ser aprovado ainda nesta tarde no plenário da Câmara. Este projeto, elaborado pelo Ministério da Fazenda, estabelece a prorrogação da atual alíquota de 27,5% pode tempo indeterminado e não prevê a correção anual da tabela. A alíquota máxima do IR das Pessoas Físicas cairia para 25% a partir de janeiro de 2004. Quando o projeto do Executivo for aprovado, deverá seguir para o Senado e será aglutinado aos dois projetos da oposição que, por tratarem do mesmo tema, devem tramitar conjuntamente.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Carolina Dieckmann exibe barriga chapada em clique de biquíni
ECONOMIA
Portabilidade de crédito cresce quase 100% em 2017
INTERNACIONAL
Polícia da Índia encontra corpo de fã de Messi
APOIO
União reconhece situação de emergência no Pantanal
INTERNACIONAL
EUA dizem estar trabalhando para reunir 2.053 crianças imigrantes com suas famílias
TRÁFICO DE DROGAS
Homem tenta fuga, carro sai da pista e ele acaba preso com quase 0,5 t de droga
INTERNACIONAL
Há quase 30 anos sem notificação, poliomielite surge na Venezuela e países vizinhos estão em alerta
BRASIL
Jungmann defende distinção entre traficante e usuário de drogas
CAMPO GRANDE
Motorista de Uber fica ferido após reagir a assalto
POLÍTICA
Bolsonaro é desaprovado por 64%, afirma Ipsos

Mais Lidas

POLÍCIA
Homem morre em Dourados após acidente na BR-163
CANAÃ IV
Mulher é atingida por bala perdida enquanto lavava roupa em Dourados
POLÍCIA
Homem é assassinado em bar em Dourados
POLÍCIA
Veículo é roubado e recuperado horas depois em Dourados