Menu
Busca segunda, 30 de março de 2020
(67) 9860-3221

Governo Federal deve perdoar dívida de 200 mil ex-universitários

02 dezembro 2003 - 09h31

O governo deve editar hoje, uma medida provisória perdoando 80% das dívidas de crédito estudantil de ex-universitários formados entre 1975 e 1998. De acordo com Beto Albuquerque (PSB-RS), vice-líder do governo na Câmara dos Deputados, as contas do governo já não levam em consideração o valor do débito, que gira em torno de R$ 1,5 bilhão. "No Brasil alguém se forma num curso superior e leva até cinco anos para ter um emprego fixo. Sem emprego fixo, quem é que pode pagar um financiamento de mil, dois mil reais? Isso é uma loucura", disse Albuquerque a jornalistas nesta segunda-feira. Como é considerado débito perdido, o impacto fiscal da medida, segundo Albuquerque, é nulo. A idéia é de que a Caixa Econômica Federal (CEF) - banco que concentra os créditos concedidos - ofereça aos ex-universitários um desconto de 80% sobre as dívidas e que os 20% restantes sejam pagos à vista ou em pequenas parcelas. O montante arrecadado com os pagamentos, ainda de acordo com o deputado será de cerca de R$ 300 milhões reais. A medida deve beneficiar cerca de 200 mil ex-universitários de universidades particulares do país. O Programa de Financiamento Estudantil (Fies), criado pelo governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, não faz parte do pacote das dívidas que podem ser renegociadas. O argumento do governo é de que como o programa foi criado há pouco tempo (1998), uma parcela considerável de estudantes que aderiram ao crédito ainda estão cursando a graduação e não podem renegociar uma dívida antes do fim do curso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BENEFÍCIO
Inscrições para seleção de Bolsistas de Extensão terminam nesta segunda
NOVA ANDRADINA
Motociclista perde controle em rotatória e morre após bater em poste
SEU BOLSO
Prazo para saque imediato de até R$ 998 do FGTS terminam amanhã
AMAMBAI
Ciclista morre no hospital após ser atropelada por veículo em cruzamento
TEMPO
Segunda-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
SAÚDE
Covid-19: número de mortes no Brasil sobe para 136
COVID-19
Estado confirma mais cinco casos de coronavírus; Dourados segue com dois
INTERNACIONAL
Novo embaixador dos Estados Unidos chega ao Brasil
MATO GROSSO DO SUL
Bombeiros fazem alerta para aumento de 133% na quantidade de incêndios
DEFENSORIA PÚBLICA
DPU cria canal para denúncias durante o enfrentamento ao coronavírus

Mais Lidas

COVID-19
Dourados confirma primeiro caso do novo coronavírus
COVID-19
Mulher de 52 anos é o 2º caso de coronavírus em Dourados, total no Estado é de 31
DOURADOS
Estado avisou sobre contato entre douradense e morador da Capital com Covid-19
AQUIDAUANA
Quatro homens são autuados em R$ 10,4 mil por pesca predatória em MS