Menu
Busca sexta, 28 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Governo divulgará recursos para cadastro do Bolsa-Família

10 março 2005 - 15h30

O ministro do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias, anunciou nesta quarta-feira que, na próxima semana, serão divulgados os recursos destinados às prefeituras para o financiamento da atualização e fiscalização do cadastro do programa Bolsa-Família. A medida será detalhada após a reunião do Conselho Gestor do programa Fome Zero, no dia 14 de março. Segundo o ministro, o desenho está sendo negociado e finalizado com a equipe econômica do governo para disponibilizar recursos que possibilitem às prefeituras fazerem monitoramento permanente dos dados. As informações foram divulgadas durante uma palestra na 8ª Marcha em Defesa dos Municípios, em Brasília. "Estamos buscando uma melhor definição, uma nova matriz de responsabilidades na participação de implementação do programa", afirmou. Estão sendo debatidos com os prefeitos os critérios de expansão do Bolsa-Família para 2005, com o objetivo de atingir a meta de 8,7 milhões de famílias que estejam efetivamente dentro das condições estabelecidas pelo programa. "Estamos buscando a cobertura de todas as famílias com renda per capita mensal inferior a R$ 50,00, que são aquelas consideradas muito pobres." O ministro disse também que está sendo definido um piso mínimo de cobertura municipal 70% de todas as famílias que são público-alvo do programa. Outra decisão define procedimentos para a gestão de benefícios. Ou seja, se os municípios identificarem eventuais distorções, poderão propor bloqueio ou cancelamento com o compromisso de incluir novas famílias que atendem aos critérios. O Ministério do Desenvolvimento Social irá ainda realizar a revisão dos benefícios concedidos a partir de 2001 e que ainda não migraram para o Bolsa-Família, fazendo a atualização dos programas remanescentes, como o Vale-Gás e o Bolsa-Escola. Também serão oferecidas contrapartidas às prefeituras que estão implementando de forma efetiva o Bolsa-Família, principalmente em relação ao cadastro. "Estamos estudando melhorar as parcerias com as prefeituras que realmente estão fazendo a sua parte, que estão contribuindo conosco, aquelas que estão dando o melhor de si", ressaltou.Ainda este ano, o governo dará prioridade às comunidades específicas indígenas, quilombolas, além de populações de rua, acampados e assentados do programa de reforma agrária. Ananias anunciou ainda que está sendo criada uma sala exclusiva para os prefeitos dentro do ministério. "Será um espaço próprio de acesso dos prefeitos ao ministro, secretários e todas as informações do MDS [Ministério do Desenvolvimento Social]", destacou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIÁRIO OFICIAL
Relação de candidatos para docente de curso para policiais é divulgado
MEIO AMBIENTE
PMA divulga Cartilha do Pescador 2020 com as novas regras para pesca
ITINERANTE
Carreta da Justiça atende Corguinho e Rochedo na próxima semana
SÃO CONRADO
Identificado homem morto a pauladas e polícia busca suspeito
BRASIL
Governo prorroga prazo para aplicação da nova carteira de identidade
CAMPO GRANDE
Polícia prende bando que furtou condomínio e acha joias já derretidas
ENERGIA
Bandeira tarifária segue verde em março; conta não terá cobrança extra
CAPITAL
Empresário perde R$ 500 mil ao repassar ouro e diamantes a golpistas
COMBUSTÍVEIS
Petrobras reduz preço da gasolina em 4% e do diesel em 5% nas refinarias
BODOQUENA
Bebê e mãe morrem após o parto e secretarias de saúde apuram negligência

Mais Lidas

MEIO AMBIENTE
Proprietário de rancho é autuado por pescar em rio durante a piracema
PARQUE DO LAGO
Ladrões usam carro para estourar porta de mercado e fogem com cofre; veja vídeo
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira
DOURADOS
Dupla dispara, mata jovem e deixa outro ferido no Jardim Independência