Menu
Busca Terça, 23 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221
/*%%SmartyNocache:14134580235a66dfd10ec1d9-40108689%%*/smarty; if (!is_callable('smarty_function_get_banners')) include 'application/smarty_plugins/function.get_banners.php'; ?>/*/%%SmartyNocache:14134580235a66dfd10ec1d9-40108689%%*/

Governo de MS investiu R$ 8,5 mi na agricultura familiar

12 Dezembro 2003 - 08h18

O Governo Popular, através da SDA (Secretaria de Estado Desenvolvimento Agrário), investiu aproximadamente R$ 8,5 milhões nos quatro programas prioritários para o desenvolvimento da agricultura familiar no Estado: MS Solidário, Terra Nova, Tupã I e Prove-Pantanal (Programa de Verticalização da Pequena Produção Agropecuária). O balanço com as ações efetuadas durante todo o ano pela equipe da SDA foi apresentado hoje pela manhã pelo secretário de Desenvolvimento Agrário, Valteci Ribeiro de Castro Júnior (Mineiro) ao governador Zeca do PT. A reunião faz parte das audiências individuais que o governador está realizando com os secretários de Estado desde a semana passada.Segundo Valteci Ribeiro, os avanços nas ações apontadas como prioritárias para 2003 foram grandes e refletem no desenvolvimento econômico do Estado. “Estamos levando cidadania para o campo e dando condições para que os pequenos produtores tenham crescimento nas produções”, afirmou. Para o próximo ano, as prioridades devem continuar com programas que invistam no saneamento nos assentamentos rurais; lançamento de programa para recuperação de solo; estruturar a política para a agricultura familiar leiteira, além da continuação do processo de facilitação do acesso dos agricultores ao créditos.O primeiro programa apresentado ao governador foi o MS Solidário, que visa o fortalecimento da agricultura familiar, recebeu investimento de R$ 1,7 milhões e beneficiou 6.8 mil famílias em 31 municípios do Estado. O Terra Nova, responsável pela regularização de terras e infra-estrutura nos assentamentos recebeu recursos da ordem de R$ 2,3 milhões, atingindo 2.270 famílias em 18 municípios.Destinado ao atendimento de comunidades negras e indígenas, o Tupã I proporcionou a aquisição de insumos, ferramentas, implantação de infra-estrutura para produção em pomares, hortas, piscicultura e avicultura para 9,7 mil famílias em 39 municípios, com investimento de R$ 2 milhões. O Prove, que visa a comercialização e agregação de valor aos produtos da agricultura familiar obteve recursos de R$ 2,5 milhões que resultaram na criação de 176 agroindústrias (169 individuais e 7 coletivas) e beneficiou 236 famílias em 37 municípios.Projetos Especiais - Foram apresentados também os projetos especiais desenvolvidos pela SDA, como a trabalhada no assentamento Itamarati, que entre assistência técnica, energia elétrica e irrigação recebeu R$ 704.388,79 em investimentos para as 1.143 famílias. O projeto de Irrigação para os assentamentos do Estado atendeu 224 famílias com recursos de R$ 1.055.000,00. Para o próximo ano, a irrigação deve chegar a assentamentos em municípios como Corumbá e Fátima do Sul, segundo informou Valteci Ribeiro.O Parque do Produtor, projeto em andamento que envolve, além da SDA, a Seinfra e a Seprotur, está em fase de elaboração do projeto arquitetônico e da viabilidade econômica e de gestão. A previsão de investimento no parque é de R$ 4 milhões. Os financiamentos para a safra 2003/2004, que são a principal ação da SDA para o desenvolvimento rural em Mato Grosso do Sul, alcançaram até agora 7.083 contratos com agricultores familiares, somando valor contratado de R$ 50.244.975,00 correspondendo ao período de julho a novembro de 2003.No mesmo período do ano passado, os contratos para financiamento de pequenos produtores rurais foi de R$ 13,1 milhão. A previsão do governo é que até junho de 2004 sejam feitos 13 mil contratos no Estado. Segundo o secretário de Desenvolvimento Rural, Mato Grosso do Sul é o sétimo estado em aplicação dos recursos do Pronaf (Programa Nacional de Agricultura Familiar), que está dividido em projetos de Capacitação (R$ 655 mil investidos em cursos para 4.517 agricultores); Crédito (foram comercializados 3,7 mil toneladas de feijão, milho e melancia que beneficiaram 1.368 famílias) e Infra-Estrutura (R$ 942 mil nas regiões do Conesul e Grande Dourados).A equipe da SDA ainda apresentou o trabalho feito em programas como Mediação para a Paz no Campo; Assistência Técnica e Extensão Rural (27.417 famílias atendidas em todos os municípios do Estado) e Pesquisa.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

E QUE BOA SEMANA
Cláudia Ohana posa em foto sensual e exibe corpão
EDUCAÇÃO
UEMS oferece 2.338 vagas em 57 cursos pelo Sisu 2018
FEZ-SE PRECISO
PF diz que uso de algemas em Cabral foi necessário para garantir “segurança”
NO CELULAR
Mais de 196 mil condutores no Estado já podem baixar CNH digital
OPINIÃO
O fim das estatais
MEIO AMBIENTE
Fazendeiro é autuado pela PMA por desmatamento de área ilegal
ECONOMIA
FMI eleva projeção de crescimento global e para o Brasil em 2018 e 2019
FMI eleva projeção de crescimento global e para o Brasil em 2018 e 2019
PROJETO
PEC garante aos municípios participação de 20% nos impostos a serem criados
PEC garante aos municípios participação de 20% nos impostos a serem criados
ECONOMIA
Dólar fecha em alta e volta ao patamar de R$ 3,20
Dólar fecha em alta e volta ao patamar de R$ 3,20
CAPITAL
Vândalos saqueiam e depredam posto de saúde

Mais Lidas

DOURADOS
Jovem é preso no Canaã II por posse de munições de uso restrito
CAPITAL
Professor é preso por assediar alunos de escola pública
Professor é preso por assediar alunos de escola pública
BILIONÁRIOS
Cinco brasileiros concentram mesma riqueza que a metade pobre do país
RIO BRILHANTE
Após ultrapassagem proibida, polícia aprende carro com maconha