Menu
Busca quinta, 19 de abril de 2018
(67) 9860-3221

Governo de MS investiu R$ 8,5 mi na agricultura familiar

12 dezembro 2003 - 08h18

O Governo Popular, através da SDA (Secretaria de Estado Desenvolvimento Agrário), investiu aproximadamente R$ 8,5 milhões nos quatro programas prioritários para o desenvolvimento da agricultura familiar no Estado: MS Solidário, Terra Nova, Tupã I e Prove-Pantanal (Programa de Verticalização da Pequena Produção Agropecuária). O balanço com as ações efetuadas durante todo o ano pela equipe da SDA foi apresentado hoje pela manhã pelo secretário de Desenvolvimento Agrário, Valteci Ribeiro de Castro Júnior (Mineiro) ao governador Zeca do PT. A reunião faz parte das audiências individuais que o governador está realizando com os secretários de Estado desde a semana passada.Segundo Valteci Ribeiro, os avanços nas ações apontadas como prioritárias para 2003 foram grandes e refletem no desenvolvimento econômico do Estado. “Estamos levando cidadania para o campo e dando condições para que os pequenos produtores tenham crescimento nas produções”, afirmou. Para o próximo ano, as prioridades devem continuar com programas que invistam no saneamento nos assentamentos rurais; lançamento de programa para recuperação de solo; estruturar a política para a agricultura familiar leiteira, além da continuação do processo de facilitação do acesso dos agricultores ao créditos.O primeiro programa apresentado ao governador foi o MS Solidário, que visa o fortalecimento da agricultura familiar, recebeu investimento de R$ 1,7 milhões e beneficiou 6.8 mil famílias em 31 municípios do Estado. O Terra Nova, responsável pela regularização de terras e infra-estrutura nos assentamentos recebeu recursos da ordem de R$ 2,3 milhões, atingindo 2.270 famílias em 18 municípios.Destinado ao atendimento de comunidades negras e indígenas, o Tupã I proporcionou a aquisição de insumos, ferramentas, implantação de infra-estrutura para produção em pomares, hortas, piscicultura e avicultura para 9,7 mil famílias em 39 municípios, com investimento de R$ 2 milhões. O Prove, que visa a comercialização e agregação de valor aos produtos da agricultura familiar obteve recursos de R$ 2,5 milhões que resultaram na criação de 176 agroindústrias (169 individuais e 7 coletivas) e beneficiou 236 famílias em 37 municípios.Projetos Especiais - Foram apresentados também os projetos especiais desenvolvidos pela SDA, como a trabalhada no assentamento Itamarati, que entre assistência técnica, energia elétrica e irrigação recebeu R$ 704.388,79 em investimentos para as 1.143 famílias. O projeto de Irrigação para os assentamentos do Estado atendeu 224 famílias com recursos de R$ 1.055.000,00. Para o próximo ano, a irrigação deve chegar a assentamentos em municípios como Corumbá e Fátima do Sul, segundo informou Valteci Ribeiro.O Parque do Produtor, projeto em andamento que envolve, além da SDA, a Seinfra e a Seprotur, está em fase de elaboração do projeto arquitetônico e da viabilidade econômica e de gestão. A previsão de investimento no parque é de R$ 4 milhões. Os financiamentos para a safra 2003/2004, que são a principal ação da SDA para o desenvolvimento rural em Mato Grosso do Sul, alcançaram até agora 7.083 contratos com agricultores familiares, somando valor contratado de R$ 50.244.975,00 correspondendo ao período de julho a novembro de 2003.No mesmo período do ano passado, os contratos para financiamento de pequenos produtores rurais foi de R$ 13,1 milhão. A previsão do governo é que até junho de 2004 sejam feitos 13 mil contratos no Estado. Segundo o secretário de Desenvolvimento Rural, Mato Grosso do Sul é o sétimo estado em aplicação dos recursos do Pronaf (Programa Nacional de Agricultura Familiar), que está dividido em projetos de Capacitação (R$ 655 mil investidos em cursos para 4.517 agricultores); Crédito (foram comercializados 3,7 mil toneladas de feijão, milho e melancia que beneficiaram 1.368 famílias) e Infra-Estrutura (R$ 942 mil nas regiões do Conesul e Grande Dourados).A equipe da SDA ainda apresentou o trabalho feito em programas como Mediação para a Paz no Campo; Assistência Técnica e Extensão Rural (27.417 famílias atendidas em todos os municípios do Estado) e Pesquisa.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

BIOMETRIA
Cadastro biométrico não é obrigatório no interior de MS para eleições 2018
DOURADOS
Pré-candidata a vice-presidência pelo PSOL visita Dourados nesta sexta-feira
ITAHUM
Prefeitura realiza ação social no Assentamento Lagoa Grande
POLÍTICA
Supremo retoma julgamento sobre pedido de liberdade de Maluf
REEDUCANDOS
Presídios de MS vão receber 1,1 mil vagas em cursos profissionalizantes para detentos
PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO DO CÂNCER
Délia encaminha instalação de unidade provisória de ‘Hospital de Amor’ em Dourados
IMPOSTO DE RENDA
Apenas 46,75% dos contribuintes entregaram declaração
DIA DO ÍNDIO
Prefeita Délia é recebida com festa pela comunidade indígena
MALHA VIÁRIA
Investimento na MS-156 diminui tempo da viagem pela metade
MINAS GERAIS
Brumadinho guarda uma das maiores preciosidades cultural e natural do país

Mais Lidas

ITAPORÃ
Mortos em troca de tiros após assalto eram de Dourados
SEGURANÇA PÚBLICA
Em comunicado, PCC convoca integrantes para “alerta geral”
TENSÃO EM MS
Presos tentam impedir pente-fino na PED, mas agentes fazem ‘limpa’
DOURADOS
Após invadir Ceim, dupla ameaça vigia de morte e rouba equipamentos