Menu
Busca segunda, 10 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
OPORTUNIDADE

Funtrab inicia processo para contratação de indígenas para colheita da maçã

Funtrab inicia processo para contratação de indígenas para colheita da maçã

14 janeiro 2018 - 10h45Por Notícias Governo MS

A Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab) já iniciou o processo seletivo para a contratação de indígenas para trabalharem na colheita de maçã nas empresas do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Essa intermediação é resultado da parceria entre o Governo de Mato Grosso do Sul, Ministério Público do Trabalho (MPT/MS) e empresas frutícolas desses dois estados.

O processo seletivo em andamento é para a contratação de 115 índios que moram no Estado. Os que forem aprovados trabalharão na colheita, seleção e embalagem das maçãs em uma empresa de Bom Jesus (RS). A empresa oferece um salário de R$1.185,00, acrescidos de transporte, almoço e alojamento.

O pedreiro Valdir Sabino Maciel, que mora em uma comunidade indígena no bairro Bosque Santa Mônica II, em Campo Grande, é um dos 25 índios que procuraram a Funtrab na última sexta-feira para se oferecer para a vaga. Desempregado há seis meses, ele diz estar confiante. “Para mim será uma boa oportunidade, pois preciso de um trabalho fixo, estou há meses fazendo bicos”, declarou Maciel.

Também estão sendo feitas entrevistas na “Casa do Trabalhador” em Sidrolândia.  Para preencher as vagas não é necessário ter experiência, basta ter o ensino fundamental incompleto e disponibilidade para trabalhar em outro Estado. A colheita da safra de maçã começa no fim deste mês e dura até 90 dias. Muitas empresas pagam também por produtividade, o que eleva a renda do trabalhador.

Graças a essa união de esforços entre Governo do Estado, MPT e empresas do RS e SC, muitas famílias de índios terena e guarani-kaiowa estão tendo oportunidade de conseguir uma ocupação com contrato firmado e com todas as garantias. No ano passado, mais de 500 indígenas foram contratados para a colheita e a expectativa é de que, com o passar dos anos, o número de contratados chegue a 2 mil por safra.

No final do ano passado, cerca de 400 índios de Mato Grosso do Sul foram contratados para trabalharem no raleio das plantações de maçã em Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TV
Travando batalha contra o câncer, Ana Furtado não comparece no É de Casa e entrega: “É uma despedida”
CARACOL
Pecuarista vai ter que pagar R$ 13,8 mil por desmatamento ilegal de 46 hectares de vegetação
CAMPO GRANDE
Motorista é preso por embriaguez e passageiro por quebrar janela de prédio público
POLÍTICA
Comissão se reúne na segunda para discutir e votar parecer sobre unificação das polícias
BANDEIRANTES
Veículo desgovernado invade canteiro de obras e mata trabalhador na BR-163
CONGRESSO
CPI dos Maus-tratos encerra trabalhos com propostas polêmicas
RORAIMA
Intervenção deverá valer a partir de amanhã até 31 de dezembro
Interventor prepara plano de ação a ser apresentado a Temer
CORUMBÁ
Mulher descobre traição e acaba agredida a pauladas pelo marido
SAÚDE
"Revolução sexual” contra impotência faz 20 anos em 2018
Médicos celebram disponibilidade de remédios para tratar disfunção
CAPITAL
Homem tem o carro incendiado após enteado pegar veículo sem autorização

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Idosa é espancada, esfaqueada e vai parar na UTI após assalto em Dourados
DOURADOS
Dupla é presa por tráfico de drogas na Vila Mariana
DOURADOS
Por força judicial, terceira sessão para definir Mesa Diretora da Câmara é cancelada
INVESTIGAÇÃO
Brasileira desaparecida na Austrália é encontrada morta em praia