Menu
Busca quarta, 17 de julho de 2019
(67) 9860-3221

Funai diz que não consegue negociar com índios de Japorã

23 dezembro 2003 - 11h57

O chefe de patrimônio da Funai (Fundação Nacional do Índio) da cidade de Amambaí, Cleomar Vaz Machado, disse  que o órgão não está conseguindo negociar com os índios que invadiram a fazenda Acrolac, de propriedade de Pedro Fernandes, em Japorã. “Não concordamos com esse tipo de atitude, mas os índios garantiram que não vão deixar a área”, argumenta. Segundo Machado, o grupo formado por cerca de mil índios da aldeia Porto Lindo, está pintado para guerra e deve dar continuidade as invasões de fazendas na região. Eles reivindicam uma área de pelo menos 9.461 hectares. “Isso implica na invasão de pelo menos cinco fazendas”, comenta. Na semana passada, eles interditaram a MS-299, no trecho entre as cidades de Japorã e Iguatemi. Ontem, eles decidiram ocupar a fazenda. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
De biquíni em Paraty, Mariana Ximenes suspira: "Pode já querer voltar?"
CAPITAL
Esposa de defensor público é encontrada morta em residência
POLÍCIA
Vítima de tiro do pai, estudante presta depoimento e diz que vai embora
TJ/MS
Coordenadora da Mulher debate violência de gênero em Genebra
BELA VISTA
Trabalhador procura polícia para denunciar trabalho escravo em carvoaria
STF
Decisão de Toffoli paralisa inquéritos de lavagem, diz Chefe da Lava Jato
PORTO MURTINHO
Homem disse que acordou com onça pintada nas costas, diz médico
NAVIRAÍ
Ladrões que invadiram casa de vereadora e roubaram joias são presos
BRASIL
Lista do Não me Perturbe já tem mais de 600 mil pessoas cadastradas
CAMPO GRANDE
Homem é executado com três tiros no interior de veículo

Mais Lidas

DOURADOS
Coordenadora de Ceim é exonerada e pais fazem abaixo-assinado para tentar mantê-la
POLÍCIA
Investigação vê indícios de relação entre homicídios no Jardim Pantanal e Guanabara
DOURADOS
Assassinado em conveniência já cumpriu pena por tráfico e lavagem de dinheiro
DOURADOS
Upiran entrega carta de demissão a Délia e aguarda substituto para deixar Educação