Menu
Busca terça, 07 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Fiscal da Agenfa de São Gabriel indiciado por corrupção

02 dezembro 2003 - 12h57

Issa Arabi, fiscal da Agenfa (Agência Fazendária) de São Gabriel do Oeste, foi indiciado pelo crime de corrupção ativa. Ele e Carlos Eduardo Araújo Martins são suspeitos de tentarem subornar o produtor rural Renato Mafissoni.O delegado Carlos Alberto Spinelli Junior, responsável pelo caso, disse hoje que ainda vai ouvir o depoimento de Martins e também poderá indicia-lo. Os principais subsídios para o indiciamento, segundo Spinelli, foram a própria denúncia de Mafissoni, além de fitas que teriam sido gravadas durante a suposta tentativa de extorsão. A degravação do material, com laudo pericial, já está juntado ao inquérito, que ainda não tem prazo para ser concluído. Spinelli não detalha o conteúdo das fitas, mas aponta que “alguns trechos” foram muito importantes e deram base para interrogar Arabi. O fiscal falou por três horas e meia ao delegado, sendo indiciado em seguida. O delegado disse ainda que ouviu, formal e informalmente, alguns comerciantes do município, todos apontados como supostos “alvos” dos fiscais denunciados. Ninguém confirmou ter sido subornado pela dupla da Agenfa. Consta que os dois fiscais teriam pedido a Mafissoni pelo menos R$ 300 mil para livrar o contribuinte de uma multa supostamente forjada. A notificação seria de R$ 914 mil.Mais gente ainda deve ser ouvida, além de Martins. A assessoria jurídica de Mafissoni também contesta o laudo feito pelo Núcleo de Perícias de Coxim e pode solicitar nova avaliação técnica das fitas gravadas. Por esses motivos, o delegado prefere não estimar prazo para a conclusão das investigações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESCAMINHO
Polícia apreende veículo com cigarros contrabandeados do Paraguai
SEU BOLSO
Receita libera consulta a lote residual de restituição do IRPF
TRÁFICO
Dupla é flagrafa com 2 toneladas de maconha que seriam entregues em Dourados
PASSAPORTE FALSO
Ronaldinho Gaúcho ficará em prisão domiciliar, decide juiz paraguaio
APARECIDA DO TABOADO
Adolescentes matam professor aposentado com quinze facadas
MINISTÉRIO PÚBLICO
Promotor Alexandre Magno é o novo Procurador-Geral de Justiça de MS
JUDICIÁRIO
Cadeirante deve ser indenizado por má prestação de transporte público
FIGUERÃO
Menino desconfia de ‘amigo’, avisa o pai e impede estupro da irmã
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra 114 mortes por coronavírus em 24 horas e chega a 667
DOURADOS
Suplente de Braz consegue derrubar afastamento no TJ

Mais Lidas

DOURADOS
Dois homens são executados por dupla de moto no Jardim Carisma
FLEXIBILIZAÇÃO
Com restrições, comércio volta a funcionar amanhã em Dourados
COVID-19
Estado tem mais três confirmações do novo coronavírus em 24 horas, todas no interior
DOURADOS
Polícia apura que filho matou pai a pauladas após agredir a mãe grávida