Menu
Busca quarta, 23 de outubro de 2019
(67) 9860-3221

Fetems realiza assembléia para definir reivindicações ao Governo

13 agosto 2002 - 07h17

A Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) reúne hoje, a partir das 13 horas, cerca de 300 delegados
de todo o interior para a Assembléia Geral da categoria. A reunião acontece na sede da entidade (R. 26 de Agosto, 2296 - Bairro Amambaí) e foi convocada para debater e aprovar a pauta de reivindicações dos professores,
especialistas e funcionários administrativos da educação junto ao governo estadual. A Assembléia prossegue até o dia 14 de manhã.
A pauta já foi discutida em todos os sindicatos municipais filiados à Fetems e passa a ser o documento oficial de reivindicações tão logo seja aprovada na Assembléia da entidade. De acordo Mara Carrara da Silva, presidente da
Federação, um dos principais pontos da pauta refere-se à chamada dos professores e funcionários administrativos aprovados no último concurso realizado pelo Estado. A Fetems denunciou recentemente o exagero de
convocações de professores pela secretaria de Educação, ultrapassando em quase 2 mil o número de contratações temporárias no primeiro semestre deste ano, se comparado ao ano passado - foram cerca de 6.750 convocados até o início de julho de 2002 contra 4.800 no mesmo período de 2001.
Mara também salienta o pagamento dos salários no 5° dia útil e a retomada de direitos cassados pelo governo (licença-prêmio, adicional noturno etc) como pontos importantes que devem constar do documento final de reivindicações.
Outro assunto a ser debatido na Assembléia é o engano cometido pelo governo ao depositar todo o repasse da contribuição sindical da Fetems (cerca de R$ 200 mil) na conta bancária da ACP (Sindicato Campo-grandense dos Professores), na semana passada. De acordo com Edivaldo Bispo, tesoureiro da entidade, isso nunca aconteceu antes em toda a história da Federação e o
mais curioso é que o depósito foi feito sem que houvesse qualquer autorização para procedê-lo. Somente a Fetems possui convênio com o governo
estadual desde 1980 para o recebimento da contribuição. "Para a entidade é muito difícil receber um golpe como esse às vésperas de uma de suas mais importantes assembléias. E não há nenhum documento, ninguém autorizou nada,
evidenciando um completo descontrole sobre o dinheiro público", afirma o tesoureiro. De acordo com a secretaria de Gestão de Pessoal e Controle de Gastos, o depósito integral deve entrar hoje à noite na conta da Fetems,

Deixe seu Comentário

Leia Também

JURÍDICO
Reforma Trabalhista e sua repercussão no mundo do trabalho é tema de debate em Dourados
CONQUISTA
'Peixada Dourados News' é incluída no calendários de eventos de MS
DOURADOS
Unigran apoia campanha ‘Tampinhas de Amor’ do Hospital de Amor
Doação
Hemocentro de Dourados terá atendimento neste sábado
ESTUDO RODOVIAS
Falta de concorrência prejudica qualidade do asfalto no país, diz CNT
PESCA IRREGULAR
Três são multados por pesca predatória e têm barcos e petrechos apreendidos
ELEIÇÕES 2020
Cadastramento biométrico termina na sexta em Itaporã
CÂMARA DE DOURADOS
Funcionários da Funsaud relatam experiências e pedem mudanças
Municípios
Na Grande Dourados, prefeitura paga salário quase igual ao do governador
FUTEBOL AMADOR
Rodada do domingo define terceiros colocados da ‘12ª Copa Saúde Cassems’

Mais Lidas

HAYEL BON FAKER
Homens são presos fazendo sexo em via pública em Dourados
DOURADOS
Três são presos após ‘batida’ em ‘boca de fumo’ no Jardim Pantanal
DOURADOS
“Se não pagar vocês não vão dormir, não vão ter paz”, ameaçou professora indígena presa por extorsão
TRÁFICO
Economista e corretor são presos com mais de 30kg de cocaína