Menu
Busca domingo, 22 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Fetems realiza assembléia para definir reivindicações ao Governo

13 agosto 2002 - 07h17

A Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) reúne hoje, a partir das 13 horas, cerca de 300 delegados
de todo o interior para a Assembléia Geral da categoria. A reunião acontece na sede da entidade (R. 26 de Agosto, 2296 - Bairro Amambaí) e foi convocada para debater e aprovar a pauta de reivindicações dos professores,
especialistas e funcionários administrativos da educação junto ao governo estadual. A Assembléia prossegue até o dia 14 de manhã.
A pauta já foi discutida em todos os sindicatos municipais filiados à Fetems e passa a ser o documento oficial de reivindicações tão logo seja aprovada na Assembléia da entidade. De acordo Mara Carrara da Silva, presidente da
Federação, um dos principais pontos da pauta refere-se à chamada dos professores e funcionários administrativos aprovados no último concurso realizado pelo Estado. A Fetems denunciou recentemente o exagero de
convocações de professores pela secretaria de Educação, ultrapassando em quase 2 mil o número de contratações temporárias no primeiro semestre deste ano, se comparado ao ano passado - foram cerca de 6.750 convocados até o início de julho de 2002 contra 4.800 no mesmo período de 2001.
Mara também salienta o pagamento dos salários no 5° dia útil e a retomada de direitos cassados pelo governo (licença-prêmio, adicional noturno etc) como pontos importantes que devem constar do documento final de reivindicações.
Outro assunto a ser debatido na Assembléia é o engano cometido pelo governo ao depositar todo o repasse da contribuição sindical da Fetems (cerca de R$ 200 mil) na conta bancária da ACP (Sindicato Campo-grandense dos Professores), na semana passada. De acordo com Edivaldo Bispo, tesoureiro da entidade, isso nunca aconteceu antes em toda a história da Federação e o
mais curioso é que o depósito foi feito sem que houvesse qualquer autorização para procedê-lo. Somente a Fetems possui convênio com o governo
estadual desde 1980 para o recebimento da contribuição. "Para a entidade é muito difícil receber um golpe como esse às vésperas de uma de suas mais importantes assembléias. E não há nenhum documento, ninguém autorizou nada,
evidenciando um completo descontrole sobre o dinheiro público", afirma o tesoureiro. De acordo com a secretaria de Gestão de Pessoal e Controle de Gastos, o depósito integral deve entrar hoje à noite na conta da Fetems,

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTRELA DO LESTE
Rapaz esfaqueado pede socorro em conveniência, mas acaba morrendo no local
SHOWBIZ
Paolla Oliveira exibe corpão ao tomar sol em piscína
LAGUNA CARAPÃ
Polícia apreende 365 quilos de maconha em veículo abandonado
GUARAPUAVA
Acidente aéreo mata deputado estadual do Paraná Bernardo Carli
AMAMBAI
Bebê de 1 ano e 9 meses morre afogado em açude de chácara
BLOCOS
Temer vai ao México para reunião de Mercosul e Aliança do Pacífico
MEIO AMBIENTE
PMA de Dourados autua pecuarista em R$ 57 mil por desmatamento
EMPREGO
10 órgãos abrem inscrições para quase 600 vagas na segunda-feira
CAMPO GRANDE
Mulher fica gravemente ferida após ser lançada contra arame farpado
AMPLAVISÃO 1315
Nas pontes de Roma a lembrança de André

Mais Lidas

ÁGUA BOA
Ferido com tiro durante comemorações na Copa é preso com drogas em Dourados
CAMPO DOURADO
Jovem nega tráfico e diz que pedido de carona o levou até casa com droga
DOURADOS
Índios invadem fazenda, torturam e fazem caseiro refém por 6h
CAMPO GRANDE
Mulher morre ao bater carro na traseira de caminhão parado