Menu
Busca sábado, 23 de março de 2019
(67) 9860-3221

Felipão recusa convite para voltar ao Cruzeiro

10 agosto 2002 - 10h57

O técnico Luiz Felipe Scolari, que anunciou a sua saída da Seleção Brasileira, recusou um convite da diretoria do Cruzeiro para substituir Marco Aurélio, que foi para o Kashiwa Reysol, do Japão. O clube mineiro quer acertar com o novo treinador antes da partida contra o Fluminense, que será realizada amanhã.
Segundo informou a assessora de imprensa da Raposa, Dimara Oliveira, o vice-presidente de futebol, Alvimar de Oliveira Costa, procurou Felipão, logo após ele deixar a Seleção, mas o treinador, que dirigiu o Cruzeiro até junho do ano passado, descartou sua volta a Minas. Ele alegou que ficará seis meses afastado do futebol, dedicando-se à família.
Com a recusa de Scolari, o Cruzeiro aguarda uma resposta de Levir Culpi, que está desempregado e já dirigiu a equipe celeste. Ele foi procurado pela diretoria do clube, ontem, mas ainda não decidiu se aceita voltar para a Toca da Raposa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Após cirurgia, Cleo Pires exibe corpão, faz dancinha e rebate seguidor
TRÊS LAGOAS
Mulher que entrou em briga de casal e matou homem diz que foi acidente
FUTEBOL
Aquidauanense vence o Operário na abertura das quartas do Estadual
DOURADOS
Agehab vai aos bairros para regularização de loteamentos sociais
PONTA PORÃ
Adolescente é apreendida com maconha que levaria para São Paulo
LUTO
Ator e diretor Domingos Oliveira morre aos 83 ans no Rio de Janeiro
FUTEBOL
Paquetá marca, mas Brasil só empata com Panamá em amistoso
BRASIL
Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação, mostra monitoramento
IVINHEMA
Médico veterinário morre em acidente de moto na MS-276
CICLISMO
Desafio das Araras de Mountain Bike abre inscrições para 2ª etapa

Mais Lidas

HU
Dengue hemorrágica causa morte de menino de 11 anos em Dourados
LUTO
Fundadora da ADL, Ruth Hellman morre em Dourados
DOURADOS
Protesto contra a Reforma da Previdência leva centenas ao Centro
DOURADOS
Trio que matou e roubou cabeleireiro é condenado a 62 anos de cadeia