Menu
Busca segunda, 30 de março de 2020
(67) 9860-3221

Federais de MS realizam paralisação de advertência amanhã

09 dezembro 2003 - 11h31

O presidente do Sinpef/MS (Sindicato dos Policiais Federais de Mato Grosso do Sul), Sidnei Tadeu Cuissi, disse que os policiais vão fazer amanhã e no dia 11 uma paralisação. A medida é para acompanhar o calendário da Federação Nacional dos Policiais Federais que vai paralisar em todo o país. De acordo com Cuissi, os policiais também vão fazer greve a partir de janeiro de 2004 se o governo não cumprir a Lei 9.266/1996, que exige o nível superior para os policiais federais. Ele disse que atualmente os policiais desempenham funções de nível superior, mas têm remuneração de nível médio, o que causa insatisfação na categoria. “Pedimos que essa situação seja resolvida. Queremos esgotar todos os recursos”, afirmou Cuissi, afirmando os cargos prejudicados são os de agentes, escrivão e papiloscopista. Amanhã os policiais vão fazer um piquete em frente a sede da Superintendência, no bairro Vila Sobrinho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEU BOLSO
Prazo para saque imediato de até R$ 998 do FGTS terminam amanhã
AMAMBAI
Ciclista morre no hospital após ser atropelada por veículo em cruzamento
TEMPO
Segunda-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
SAÚDE
Covid-19: número de mortes no Brasil sobe para 136
COVID-19
Estado confirma mais cinco casos de coronavírus; Dourados segue com dois
INTERNACIONAL
Novo embaixador dos Estados Unidos chega ao Brasil
MATO GROSSO DO SUL
Bombeiros fazem alerta para aumento de 133% na quantidade de incêndios
DEFENSORIA PÚBLICA
DPU cria canal para denúncias durante o enfrentamento ao coronavírus
MATO GROSSO DO SUL
Calendário de vacinação contra aftosa será mantido
BRASIL
Bolsonaro dá passeio em Brasília após Mandetta enfatizar isolamento

Mais Lidas

COVID-19
Dourados confirma primeiro caso do novo coronavírus
COVID-19
Mulher de 52 anos é o 2º caso de coronavírus em Dourados, total no Estado é de 31
DOURADOS
Estado avisou sobre contato entre douradense e morador da Capital com Covid-19
AQUIDAUANA
Quatro homens são autuados em R$ 10,4 mil por pesca predatória em MS