Menu
Busca quinta, 09 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Fazendeiro contesta estudos que considera área indígena

05 janeiro 2004 - 13h15

O proprietário da Fazenda São Jorge, antiga Fazenda Agrolak, a primeira propriedade invadida pelos indígenas em Japorã, Pedro Fernandes, morador no Estado de São Paulo, disse que toda a área apontada pelos estudos, incluindo sua propriedade, nunca foi território indígena.Segundo o pecuarista, que adquiriu a propriedade há 3,5 anos, os levantamentos realizados apontam que aquela área de terra, 7.861 hectares pertencia a “União”, e na década de 40 foi arrendada para Companhia Mate Laranjeira para o cultivo e exploração da erva mate e não existiam indígenas habitando a região.Segundo Pedro Fernandes, o que aconteceu, foi, que durante o período de exploração da erva mate, a Cia Mate Laranjeira passou a utilizar a mão de obra indígena, tanto de índios brasileiros como paraguaios, foi quando um grande número de indígenas contratado pela empresa acabou se mudando para a região e, inclusive, acabaram enterrando seus mortos naquelas áreas.O fazendeiro disse também, que a história mostra que com o final do arrendamento da área pela “União”, aos exploradores e todos os habitantes da região, inclusive os indígenas que haviam sido contratados pela empresa exploradora, acabaram deixando a área, que foi repassada, em 1951, para a iniciativa privada. Em 1974 toda a área de terra voltou a ser adquirida pela União através do Incra, para fins de reforma agrária, foi toda loteada e dividida a produtores rurais, porém , com o passar do tempo, os agricultores beneficiados com os lotes passaram a vender suas terras e a área voltou a se tornar em fazendas.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Bandidos ameaçaram cortar dedos de mãe e filho feitos reféns em assalto
ECONOMIA
Emendas do senador Nelsinho atende Dourados e mais quatro municípios
AQUIDAUANA
Homem que emprestou moto a autor de feminicídio responderá criminalmente
REGIÃO
Pagamento das parcelas do FCO empresarial está suspenso até dezembro
JURADO DE MORTE
Jovem arremessa ‘pombos’ para dentro de presídio para quitar dívida
DOURADOS
Dupla é presa acusada de tentativa de homicídio e fazer criança como escudo
PANDEMIA
Paraguai estende quarentena e fronteiras permanecem fechadas
JUSTIÇA
Proprietária deve ser ressarcida pela venda de imóvel adquirido há 25 anos
POLÍTICA
Cidades brasileiras registram panelaço contra presidente Bolsonaro
FIGUERÃO
Traficante se esconde em pântano, mas é preso com 733 quilos de maconha

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher tenta desviar de buraco, é atropelada por carreta e morre
DOURADOS
Assassinos de homem no Parque das Nações roubaram celular de testemunha
DOURADOS
Na volta ao atendimento, populares formam filas longas em frente a agências bancárias
DOURADOS
Mulher morta em acidente cursava pedagogia e terá corpo levado a Naviraí