Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Estudo avalia novos métodos de plantio de soja

10 janeiro 2013 - 19h05

Os estoques mundiais das principais commodities, incluindo a soja, estão em níveis críticos, desencadeando uma forte elevação de preços ao longo dos últimos 12 meses. Assim, no cenário mundial, a produção agrícola enfrenta o desafio de aumentar a produção atual de alimentos em 60% até o ano de 2030 e 100% até 2050.

Para enfrentar esses desafios e aproveitar a oportunidade de crescer e se fortalecer, o Brasil precisará incorporar rapidamente amplo conjunto de novas tecnologias nos sistemas de produção agrícola e pecuária, como a mudança no sistema de produção da cultura.

Com foco nesta questão, Regiane Cristina Oliveira de Freitas Bueno, professora da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, Câmpus de Botucatu, e um grupo de pesquisadores da instituição trabalham em um projeto que avalia o impacto de novos métodos de plantio de soja no sistema de produção da cultura com o objetivo de verificar os efeitos que podem afetar a produtividade, como a flutuação populacional de pragas e inimigos naturais; a tecnologia de aplicação e os dados fitotécnicos.

A pesquisadora explica que na cultura da soja convencionalmente se utiliza a semeadura entre linhas da cultura a aproximadamente 40 cm, podendo atingir em média 300 a 320 mil plantas por hectare. Segundo ela, porém, com a necessidade de otimizar a utilização da área agricultável no Brasil, há uma tendência de aumentar o número de plantas por unidade de área em novos arranjos de plantios.

"Para tanto, a adoção de novos sistemas de produção com maior número de plantas adicionará maior nível tecnológico, visando maximizar a utilização da área plantada. A intenção é conseguir produzir mais na mesma unidade de área plantada, sem ter que aumentar as divisas agrícolas do país", explica Regiane.

Ressaltando que a ideia do projeto é inovadora, a pesquisadora observa que produtores já estão conduzindo o plantio em sistemas com maior número de plantas, mas sem conhecimento do potencial e das limitações do sistema. Esses produtores, segundo ela, estão sujeitos a um grande revés em função da falta de conhecimento científico que a pesquisa oferece.

A pesquisa vem avaliando os novos arranjos de plantio de cultura: adensamento; plantio em sistema cruzado; plantio em fileira dupla, sempre comparado ao sistema convencional.

Os estudos estão em fase inicial, uma vez que o primeiro plantio foi realizado no mês de novembro, e a previsão é que ao final desta safra (que deve ocorrer entre o mês de março ou abril) os pesquisadores já tenham dados consistentes.

Um estudo mais amplo

"Temos a intenção de avaliar o maior número de informações possíveis", diz a professora Regiane, apresentando a ideia de a pesquisa ter um caráter multidisciplinar. Em termos científicos serão avaliados semanalmente, na fase vegetativa e reprodutiva, a população de insetos-praga, o impacto na tecnologia de aplicação, o impacto da ecofisiologia das plantas, dados fitotécnicos e a colheita da soja para avaliação da produtividade de grãos.

"A multidisciplinaridade com certeza oferece uma característica única a pesquisa, pois teremos respostas integradas que favoreceram o produtor de forma prática", diz a pesquisadora. A equipe do projeto é composta atualmente por outros três docentes da Unesp, Câmpus de Botucatu, que atuam nas áreas de tecnologia de aplicação agrícola (Carlos Gilberto Raetano); Ecofisiologia (Marcelo de Almeida Silva) e máquinas, motores e equipamentos agrícolas (Paulo Roberto Arbex Silva).

A professora dá um recado aos produtores: "Tenho uma visão otimista. Acredito que os resultados poderão auxiliar a maximizar a produção agrícola, utilizando como modelo a cultura da soja. Teremos conhecimento do potencial de plantio e quais podem ser os fatores limitantes.Posteriormente, poderemos ampliar a pesquisa para outras culturas de importância, principalmente àquelas que entram na sucessão do plantio das culturas de safra", finaliza.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Mercadoria contrabandeada é apreendida pelo DOF em Ponta Porã
PRESO NA LAVA JATO
Justiça autoriza transferência de Eduardo Cunha para o Rio de Janeiro
SOCIAL
Famílias de baixa renda podem solicitar abatimento na conta de luz
PMA
Dono de imobiliária é autuado por prejuízo em área protegida durante construção de loteamento
FUTEBOL FEMININO
Seleção Brasileira começa trabalhos nesta tarde visando a Copa do Mundo
AMBIENTAL
Homem é autuado por desmatamento ilegal de 10 hectares em Corguinho
SAÚDE
Saúde confirma mais duas mortes por dengue em Dourados
DOURADOS
Mulher é presa na rodoviária com droga que seria levada para o interior de SP
POLÍCIA
Motorista de caminhonete receberia R$ 6,5 mil para levar droga até São Paulo
GUERRA DAS FRUTAS
Mulher Melão e Mulher Pêra trocam farpas no palco do "Superpop"

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira