Menu
Busca quarta, 14 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
TÊNIS

Tênis brasileiro chega a final de Roland Garros 14 anos depois de Guga

05 junho 2015 - 10h59

O mineiro Marcelo Melo terá mais uma vez a chance de vencer pela primeira vez um título de Grand Slam. Nesta quinta-feira, dia 04 de junho, ele e o parceiro croata Ivan Dodig venceram sua semifinal de duplas em Roland Garros e garantiram vaga na final. Os dois levaram a melhor sobre o holandês Jean-Julein Rojer e o romeno Horia Tecau em sets diretos, com parciais de 6/3 e 7/5.

Será a segunda final de Slam da carreira de Melo, que também ao lado de Dodig ficou com o vice-campeonato de Wimbledon, em 2013. Assim como naquela final, eles terão pela frente a dupla mais vitoriosa da história dos tênis, os gêmeos norte-americanos Bob e Mike Bryan.

"Já fizemos vários jogos contra eles, então as duplas se conhecem bastante. Vamos com tudo, sempre procurando manter nossa estratégia e continuando com nosso jogo agressivo, que tem dado certo durante o torneio", declarou Melo.

Os irmãos Bryan fizeram valer o favoritismo de cabeças de chave número 1 e derrubaram os italianos Fabio Fognini e Simone Bolelli, campeões do Aberto da Austrália deste ano, em sets diretos e placar final de duplo 6/3. Juntos, Mike e Bob já venceram os quatro principais torneios do circuito 16 vezes, foram seis conquistas na Austrália, duas em Roland Garros, três em Wimbledon e cinco no Aberto dos EUA.

Melo e Dodig começaram muito bem no duelo com Rojer e Tecau, abrindo 3/0 logo de cara. Eles tiveram que salvar dois break-points no sétimo game, o único em que tiveram o serviço ameaçado. No nono a dupla mineiro-croata confirmou de zero e fechou a parcial.

O segundo set foi mais equilibrado e definido apenas na reta final. O mineiro e o austríaco salvaram três break-points no segundo game e não tiveram chances até o 11º, quando aproveitaram a solitária oportunidade de quebra para tomar a dianteira. Em seguida, Melo sacou em 6/5, confirmou o serviço e carimbou o passaporte para a decisão.

"É uma vitória muito importante. Estamos jogando bem, foram duas semanas intensas, com jogos com cargas diferentes de adrenalina, nervosismo, mas conseguimos nos manter focados e confiantes. A felicidade é muito grande em estar na final de Roland Garros. É um torneio muito querido pelos brasileiros, há uma grande identificação por causa das conquistas do Guga", comemorou o mineiro.

"Então, fico muito feliz de também ter a chance de jogar uma final. Ivan e eu precisamos aproveitar esta confiança que temos tido no nosso jogo e continuar com toda esta energia para a final", finalizou o brasileiro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SELEÇÃO
CBF divulga numeração para últimos amistosos do ano
FISCALIZAÇÃO
Ação contra comércio de pneus usados apreendeu produtos em lojas de Dourados e Campo Grande
LAVA JATO
Lula será interrogado hoje pela juíza que substitui Sérgio Moro
DOURADOS
Polícia faz ação em ‘favelinha’ em busca de criminosos
NOVEMBRO AZUL
'Papo Aberto' acontece nesta quarta-feira, na Unidade 2 da UFGD
TELEVISÃO
Masterchef Profissionais: André é eliminado e Paola cai em prantos
RIO BRILHANTE
Prefeito anuncia corte do próprio salário em 10%
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
ENCONTRO
Azambuja e outros governadores se reúnem hoje com presidente eleito Bolsonaro
PALESTRA
Audiência será realizada em alusão ao mês da Consciência Negra

Mais Lidas

PEDRO JUAN
Advogada de narcotraficantes brasileiros morre após atentado na fronteira
PARAGUAI
Polícia paraguaia acredita que pistoleiros brasileiros mataram advogada
PEDRO JUAN CABALLERO
Vídeo mostra momento em que advogada é atingida por pistoleiros
FRONTEIRA
Advogada de Pavão e Marcelo Piloto é alvo de atentado com 14 tiros