Menu
Busca quarta, 03 de junho de 2020
(67) 99659-5905
ESPORTE

Noite das Estrelas coloca em evidência o boxe estadual

08 novembro 2019 - 13h35Por Da Redação

A noite de sábado (9.11) será especial para o boxe de Mato Grosso do Sul. Com apoio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), Campo Grande recebe o “Noite das Estrelas”, evento que reúne grandes nomes do pugilismo sul-mato-grossense e destaques de outros estados. Os combates acontecem no ginásio do Rádio Clube Campo, a partir das 19h. Segundo a Federação de Boxe de Mato Grosso do Sul (FDBMS), ao todo serão 11 lutas, das quais oito serão de boxe olímpico e três profissionais.

A principal atração da noite será o embate entre o sul-mato-grossense Luís Cláudio “Punhos de Aço” e o campeão baiano Genival Santos, que será decidido em 10 rounds. O atleta de Mato Grosso do Sul coloca em disputa seu título de campeão brasileiro de boxe na categoria peso-pena (até 57,53 kg), façanha inédita para um pugilista do Estado.

De acordo com a FDBMS, em 13 anos de boxe amador, Punhos de Aço realizou cerca de 230 lutas amadoras e detém mais de 30 títulos de campeão. Na fase profissional, tem em seu currículo sete lutas e cinco vitórias. Seu oponente, da Bahia, é pugilista há 18 anos e tenta o primeiro título nacional.

Outra novidade da noite é Paulo Martins, de 20 anos, sensação do boxe estadual. A terceira luta de sua carreira profissional será diante do paulista Welton Campos, em combate de quatro rounds, pela categoria até 66,7 kg. O cuiabano Nathann Ramatif e o coxinense Cícero Miagui também se enfrentarão em quatro assaltos. O boxeador mato-grossense é tido como revelação em seu Estado nos últimos anos. Já o atleta de Coxim tem mais de 50 lutas de artes marciais mistas (MMA) no cartel e, atualmente, trilha o caminho do boxe profissional.

Para o presidente da FDBMS, Marcelo Nunes, o apoio da Fundesporte é fundamental para a organização de eventos de boxe no Estado, evidenciando a modalidade no cenário nacional. “Apesar das circunstâncias adversas da economia do país, o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, cria meios para conseguir ajudar as entidades esportivas e com o boxe não é diferente. Ele faz o possível e o impossível para tentar viabilizar recursos para a organização de competições e apoiar nossos atletas".

"Por ter raízes no esporte, o Marcelo Miranda sente na pele a dificuldade que temos e, por isso, nos ajuda muito. Só tenho a agradecer à Fundesporte pelo auxílio na realização de mais este evento, que coloca em destaque o boxe do Estado”, finaliza Nunes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEGURANÇA PÚBLICA
Novos comandantes da PM assumem com missão de manter bons índices na segurança pública
MEIO AMBIENTE
Homem é multado por construir lagoa em área de preservação
ENTREGA
Condutor jpa consegue receber CNH sem sair de casa em MS
LEGISLATIVO
Estado de calamidade pela Covid-19 é reconhecido em mais 4 cidades de MS
BRASIL
Atividade econômica caiu 7% em abril, estima FGV
ALCINÓPOLIS
Drone flagra carvoaria e exploração irregular de madeira
DICA
Profissional de Educação Física fala sobre os cuidados necessários ao fazer exercícios em casa
LEGISLATIVO
LDO começa a tramitar estimando impactos da Covid-19 e receita de R$ 16 bilhões
MUNDO
Alívio da dívida para países pobres pode se estender até final do ano
MEIO AMBIENTE
Lei sancionada pelo Governo de MS define 12 de novembro como Dia do Pantanal

Mais Lidas

6ª VARA CÍVEL
Empresário vai à Justiça contra toque de recolher em Dourados
PANDEMIA
Com mais 27 casos, Dourados ultrapassa 300 confirmações de coronavírus
PANDEMIA
Novo epicentro, Dourados é a cidade com mais casos de coronavírus em MS
PED
Policiais penais frustram tentativa de fuga na Penitenciária de Dourados