Menu
Busca quinta, 13 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
FUTEBOL

Londrina bate Atlético-MG nos pênaltis e conquita título da 1ª Liga

05 outubro 2017 - 07h54Por Terra
Após eliminar o campeão da Copa do Brasil, Cruzeiro, nas semifinais e bater o Atlético-MG na final, o Londrina conquistou, na noite desta quarta-feira, dia 04 de outubro, no Estádio do Café, o título da Primeira Liga. A equipe chegou à taça sem perder nenhum duelo e levanta o troféu após bater o time alvinegro de Minas Gerais nos pênaltis, 4 a 2, após um movimentado 0 a 0 no tempo normal.
 
Eliminado da Libertadores nas oitavas de final, da Copa do Brasil nas quartas, e na incômoda nona colocação do Brasileiro (mais próximo da zona de rebaixamento do que do G-6 em pontos), o Atlético Mineiros, um dos elencos mais caros do Brasil perde assim outra chance de levantar um título em 2017 - no ano, conquistou apenas o Mineiro no início da temporada.
 
Embora fosse um time de divisão inferior, o Londrina foi um duro adversário. A equipe foi superior durante toda a etapa inicial e, no fim das contas, as principais chances com bola rolando foram da equipe da casa. Ao Galo, restou melhorar na etapa final e ter alguns bons momentos durante o duelo.
 
O Atlético volta a campo na quarta-feira (11), no Independência, contra o São Paulo, pelo Brasileirão. O Londrina joga no sábado, contra o Criciúma, no Heriberto Hulse, às 16h30 (de Brasília), pela Série B.
 
Primeiro tempo
 
O duelo começou igual entre as equipes. O Galo tinha dificuldades para sair jogando e não conseguia criar oportunidades. O meia Cazares ficava isolado na direita e isso atrapalhava a saída de campo.
 
O Londrina, por sua vez, conseguia fazer a saída organizado e levava bastante perigo contra a meta atleticana. Até os 30 minutos, apenas a equipe paranaense jogou, tendo as principais oportunidades e levando muitos riscos.
 
Enquanto isso, a melhor chance do Galo foi uma chegada pela linha de fundo, sem finalização. A situação incomodava o técnico Oswaldo Oliveira que não gostava da postura da sua equipe.
 
Segundo tempo
 
O Galo voltou melhor para o segundo tempo. O técnico Oswaldo Oliveira percebeu uma desequilíbrio no time, que atuava muito pelo lado direito, concentrando a saída do inoperante Cazares.
 
Agora Robinho participava mais do jogo e isso dava mais capacidade para o Atlético conseguir chegar. Isso porque o time não ficava mais “torto” e conseguia criar mais.
 
Porém, com o Galo mais “forte” no ataque, alguns espaços foram dados na defesa. E nesses pontos o Londrina aproveitava. A equipe chegava sempre nos contra-ataques e levava alguns riscos.
 
Incomodado com a situação na frente, o técnico Oswaldo Oliveira, tentando ganhar no tempo normal, sacou três homens da frente e colocou sangue novo, deixando apenas Robinho. Mas pouco conseguiu, o setor criativo do time segue comprometido – mesmo com a passagem do terceiro treinador em 2017.
 
Nas cobranças de pênaltis, o Londrina foi superior. A equipe paranaense não perdeu nenhuma cobrança, enquanto pelo lado do Galo Rafael Moura e Clayton perderam suas cobranças.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Varas do Tribunal do Júri terminam 2018 com julgamentos em dia
DOURADOS
Campanha de enfrentamento à violência contra a mulher mobilizou população
CIGARROS
Veículo com contrabandeados que seguia para SP é apreendido
OPORTUNIDADE
Inscrições para o mestrado em Agronomia em Cassilândia estão abertas
BRASIL
CNI/Ibope: para 75% dos brasileiros, Bolsonaro está no caminho certo
MS
Governador assina hoje o Decreto Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação
CAMPO GRANDE
Após invadir casa, ladrão obriga estudante a amarrar mãe e depois a estupra
DOURADOS
Apresentação de corais emociona público no shopping
BRASIL
TSE arquiva ação de Bolsonaro contra shows de Roger Waters
FAMOSOS
Sabrina Sato aparece agarradinha com Zoe: "Gosta de dormir assim"

Mais Lidas

DOURADOS
Idoso é preso por abusar de criança durante três anos: “ela fazia porque gostava”
BOAS FESTAS
Operação contra tráfico e roubo termina com cinco presos em Dourados
REGIÃO
Rapaz é encontrado enforcado às margens da MS-156
PANTANAL
Homem rodeado por jacarés é resgatado de riacho em MS