Menu
Busca segunda, 18 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

Galo sobra na estreia e marca 3 a 0 no apático Atlético-PR

21 maio 2011 - 18h32

O Atlético-MG teve uma estreia sem sustos na edição 2011 do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o Galo foi comandado pelo atacante Magno Alves, autor de dois gols, para dominar o Atlético-PR e marcar o placar de 3 a 0, na Arena do Jacaré, na cidade de Sete Lagoas (MG).

Magno Alves balançou as redes duas vezes da mesma forma: de cabeça. Antes, viu Toró marcar o primeiro gol do Brasileirão-2011 com um chute preciso no canto direito do goleiro Renan Rocha.

E, se o Atlético-MG não tivesse diminuído o ritmo na etapa complementar, a diferença poderia ter sido maior.

Ao Atlético-PR, depois da inferioridade em relação ao Coritiba no Estadual, fica a preocupação pelo futebol ínfimo demonstrado em território mineiro. O esquema com apenas um atacante implantado pelo técnico Adilson Batista mostrou-se frágil neste sábado.

Na próxima rodada do torneio nacional, o Atlético-MG disputa o primeiro jogo fora de casa contra o Avaí, na Ressacada, no sábado da semana que vem. Um dia depois, o Atlético-PR busca a reabilitação contra o Grêmio.

O Jogo - O volante Toró monopolizou as atenções do início da participação do Atlético-MG no Brasileiro-2011. Aos oito minutos, o volante se infiltrou na defensa do Atlético-PR, foi lançado e tocou no canto direito de Renan Rocha: 1 a 0. Em seguida, o meio-campista também recebeu o primeiro cartão amarelo da partida.

Mas o Atlético-MG não era limitado ao desempenho de Toró. Aos 20 minutos, a jogada de bola parada do Galo proporcionou mais um gol. Na cobrança de escanteio de Giovanni Augusto, Magno Alves completou de cabeça, sem chances para Renan Rocha.

Perdido, o Atlético-PR não tinha forças para incomodar o Galo. Aos 40 minutos, Toró poderia se consagrar com mais um gol e, desta vez, errou feio o chute. A bola foi longe da meta do goleiro adversário.

Para o segundo tempo, o técnico Adilson Batista procurou melhorar o desempenho do meio-campo do Atlético-PR com a entrada de Adailton no lugar do lento Cléber Santana. Ainda assim, a equipe de Curitiba abusava nos passes errados.

Enquanto isso, o Atlético-MG diminui o ritmo. Sem o mesmo ímpeto da etapa inicial, os donos da casa tocavam a bola, mas não chegavam à meta de Renan com a mesma incidência.

Mas o Atlético-MG era soberano nas ações em campo e ainda chegou ao terceiro. Aos 30 minutos, Magno Alves voltou a mostrar sua qualidade nas cabeçadas. Livre na área, aproveitou o cruzamento da esquerda e finalizou no contrapé do goleiro do Atlético-PR.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Barragem com rejeitos nucleares em MG terá novo sistema em 14 meses
ESTADO
Grupo da UEMS apresenta dois espetáculos de dança nesta semana
BRASIL
Marinha disponibiliza navio para reforçar equipes no Delta do Parnaíba
MS
Criminalidade no Estado teve queda em 2019, diz governo
DOURADOS
Refinaria que deve gerar 300 empregos será inaugurada dia 25
Paranaíba
Inscrições para processo seletivo de estagiários seguem abertas em fórum
DOURADOS
Mostra Cultural Saberes Indígenas começa nesta semana
BRASIL
Mais de 70 mil candidatos fazem hoje vestibular da Unicamp
HU-UFGD
Mesa redonda e encontro de mães marcam o Dia da Prematuridade
TECNOLOGIA
Alto-falantes inteligentes chegam ao Brasil com novas funções e riscos

Mais Lidas

POLÍCIA
Vereador é agredido e roubado quando ia para igreja em Dourados
DOURADOS
Motociclista fica gravemente ferido após colisão no Parque Alvorada
FURTO
Casal é flagrado dentro de panificadora fechada na madrugada
DOURADOS
Mulher ameaça policiais com facão em abordagem por manobras perigosas