Menu
Busca terça, 21 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
FUTEBOL

Diretoria do Santos muda de ideia e mantém Levir como técnico

20 outubro 2017 - 16h05Por Da redação, com Globo Esporte

O técnico Levir Culpi não deixará o comando do Santos. Após pedido do elenco, de acordo com o Globo Esporte.com, a diretoria do clube, que havia decidido dispensar o treinador, foi convencida a mantê-lo.

O presidente Modesto Roma Júnior confirmou a manutenção do comandante alvinegro após reunião nesta sexta-feira à tarde.

Os atletas tiveram participação importante nessa reviravolta. No caminho a Santos, os jogadores souberam da decisão da diretoria de demitir Levir.

O treinador seria informado da dispensa assim que chegasse ao CT Rei Pelé. O elenco, porém, se reuniu com Modesto e pediu para que Levir cumprisse seu contrato até o fim - o vínculo termina em dezembro. O pedido foi atendido.

Assim, o técnico estará no banco da equipe no próximo domingo, quando o Santos recebe o Atlético-GO, na Vila Belmiro, às 16h (MS), pela 30ª rodada do Brasileiro.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Bombeiro que salvou bebê de morrer engasgado é homenageado
ECONOMIA
Inadimplência do consumidor atinge 61,6 milhões no país
CONTRABANDO
Polícia flagra caminhonete com meia tonelada de agrotóxico chinês
É LEI
Multas de trânsito já podem ser parceladas com cartão de crédito
BANDIDAGEM
Ladrões furtam mais duas motos em Dourados
SELETIVA PARA COPA SP
Federação ajusta última rodada do Estadual Sub-19
BRASIL
Morre aos 61 anos o jornalista Otavio Frias Filho
PONTA PORÃ
Homem tenta incendiar a casa da ex-sogra para se vingar
DOURADOS
Jovens são detidos após furto de três barras de chocolate
LEVANTAMENTO
Eleições 2018: 75% dos deputados federais devem se reeleger

Mais Lidas

BRUTALIDADE
Estudante de medicina brasileira é assassinada na fronteira
DOURADOS
Homem acorda na madrugada e dá “de cara” com ladrão dentro de casa
CRIME BÁRBARO
Estudante assassinada no Paraguai é filha de ex-prefeito no MT
DOURADOS
Parque volta a ser alvo de vândalos e secretário diz que ação é "orquestrada e criminosa"