Menu
Busca quinta, 24 de maio de 2018
(67) 9860-3221
CAMPANHA FIEMS
FUTEBOL

Cuca não é mais técnico do Palmeiras

13 outubro 2017 - 14h20Por Da redação, com Globo Esporte

Em decisão tomada na tarde desta sexta-feira definiu que Cuca não é mais treinador do Palmeiras. O último jogo dele foi o empate por 2 a 2 com o Bahia, nesta quinta, no Pacaembu. Ele tinha contrato válido até dezembro de 2018.

Sem Cuca, o auxiliar Alberto Valentim assume a equipe interinamente a partir do jogo deste domingo, contra o Atlético-GO, às 16h (MS), em Goiânia. 

Mano Menezes, do Cruzeiro, é o único nome com o qual a diretoria trabalha no momento. Ele tem contrato com o clube mineiro até o fim do ano e futuro ainda indefinido. Ele é o favorito da cúpula palmeirense desde que Cuca passou a balançar no cargo.

Campeão brasileiro em 2016, Cuca encerra sua segunda passagem pelo Palmeiras sem títulos. Ele voltou em maio, depois de passagem ruim de Eduardo Baptista. No total, Cuca tem 85 jogos, 45 vitórias, 18 empates e 22 derrotas com o Verdão.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

INDÚSTRIA
Centro de Inovação do Sesi de MS será inaugurado amanhã
DOURADOS
Bloqueios vão afetar transporte público a partir desta sexta
DOURADOS
MP pede para consumidores denunciarem preços abusivos no combustível
LIBERTADORES
Por liderança e vantagem, Santos encara Real Garcilaso
APREENSÃO
PRF apreende maconha em fundo falso de veículo na BR-463
GREVE DOS CAMINHONEIROS
Em aúdio vazado, ministros do STF criticam greve durante sessão
DOURADOS
Guarda Mirim ganha importantes aliados para formação de jovens
DIVISA SEGURA V
Operação vai intensificar fiscalização em nove cidades do Leste e Norte do Estado
BRASIL
Geraldo defende caminhoneiros e pede revisão tributária
ECONOMIA
Petrobras reduz preço da gasolina pelo terceiro dia consecutivo

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Douradense morre em acidente na MS-270
RODOVIAS BLOQUEADAS
Greve dos caminhoneiros pode paralisar indústria em Dourados
GASOLINA A R$ 5
Contra abuso nos preços, força-tarefa autua postos em Dourados
TENTATIVA DE HOMICÍDIO
Rixa antiga teria motivado atentado contra “zóio de gato”