Menu
Busca sexta, 16 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
BRASILEIRÃO

Corinthians aproveita #7a1Day para provocar Santos

08 julho 2015 - 14h30

Como normalmente faz em momentos de repercussão nacional, como a morte do cantor Cristiano Araújo, o Corinthians se manifestou nesta quarta-feira em que o País relembra, com bom humor e amargura, o aniversário do vexame da Seleção na semifinal da Copa do Mundo de 2014 . No entanto, o 7 a 1 lembrado não foi o aplicado pelos alemães, mas pelo próprio time paulista sobre o rival Santos , no Campeonato Brasileiro de 2005.

A super-equipe montada pelo fundo de investimento MSI, com as contratações de Tévez, Nilmar, Roger, Carlos Alberto e Mascherano, começou claudicante a temporada, tanto que o técnico argentino Daniel Passarela, trazido para liderar o estrelado elenco, caiu em maio de 2005. Goleado por 5 a 1 pelo São Paulo na terceira rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians foi dirigido por boa parte do ano pelo interino Márcio Bittencourt, que encontrou o time que cresceria ao longo da competição.

Tanto que, no dia em 31 de julho, primeiro encontro entre o clube alvinegro da capital e seu rival da Baixada Santista no torneio, na Vila Belmiro, o Corinthians já tinha uma vantagem confortável sobre o Santos na tabela: sete pontos. Mesmo na frente na classificação, os paulistanos foram derrotados por 4 a 2 fora de casa contra um adversário que tentava se reencontrar desde a saída de Robinho para o Real Madrid.

Rodadas depois, no entanto, o confronto foi anulado e remarcado por causa das escutas que deflagraram o escândalo da Máfia do Apito, encabeçado pelo árbitro Edílson Pereira de Carvalho, juiz do clássico - embora o mesmo não tenha conseguido fraudar o resultado da partida . Na reedição da partida, realizada no dia 13 de outubro, o Corinthians recuperou os três pontos perdidos ao vencer por 3 a 2.

Enquanto essa vitória serviu como impulso para o time alvinegro da capital, ela afundou o rival, que havia trocado de técnico entre os dois jogos - saiu Alexandre Gallo, entrou Nelsinho Baptista. O Corinthians também estava de comando novo, com Antônio Lopes ocupando o cargo de técnico e liderando a equipe na reta final do Campeonato Brasileiro.

O jogo do segundo turno entre Corinthians e Santos entrou para a história: 7 a 1 em pleno Pacaembu em confronto válido pela 37ª rodada da competição. Rosinei, Tévez (3), Nilmar (2) e Marcelo Mattos foram os autores dos gols corintianos no santista Saulo, enquanto Geílson descontou para o Santos.

O Corinthians se tornou tetracampeão nacional cinco rodadas depois, com o Internacional na sua cola - o time colorado terminou o campeonato apenas três pontos atrás dos alvinegros, tendo empatado com eles na antepenúltima rodada em um confronto polêmico no Pacaembu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FLAGRANTE
Polícia apreende 2,5 kg de cocaína em ônibus na BR-262
DOURADOS
Chuva forte deixa ruas e até rodoviária alagada
ESTUDO
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
EMPREENDEDORISMO
Sebrae/MS elege novo presidente do Conselho Deliberativo Estadual
CAMPO GRANDE
Chuva forte alaga ruas na Capital e causa transtornos
JUIZ EXONERADO
Presidente do TRF-4 assina exoneração de Sérgio Moro
OFF ROAD
Campo Grande será palco para largada do Rally dos Sertões em 2019
PEDRO GOMES
Jovem morre em festa de casa de amigo após passar o dia bebendo
BRASIL
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
PONTA PORÃ
Horta cultivada por presos leva alimentação saudável a centenas de pessoas carentes

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Empresário é executado e filho fica ferido em atentado
CAMPO GRANDE
Empresário executado na Capital era avalista em dívida de R$ 40 milhões
SUSTO
Veículo com placas de Dourados fica destruído ao ser atingido por vagões de trem
DOURADOS
Dupla armada rouba moto para assaltar empresa e levar R$ 3 mil