Menu
Busca segunda, 15 de julho de 2019
(67) 9860-3221
BRASILEIRÃO

Corinthians aproveita #7a1Day para provocar Santos

08 julho 2015 - 14h30

Como normalmente faz em momentos de repercussão nacional, como a morte do cantor Cristiano Araújo, o Corinthians se manifestou nesta quarta-feira em que o País relembra, com bom humor e amargura, o aniversário do vexame da Seleção na semifinal da Copa do Mundo de 2014 . No entanto, o 7 a 1 lembrado não foi o aplicado pelos alemães, mas pelo próprio time paulista sobre o rival Santos , no Campeonato Brasileiro de 2005.

A super-equipe montada pelo fundo de investimento MSI, com as contratações de Tévez, Nilmar, Roger, Carlos Alberto e Mascherano, começou claudicante a temporada, tanto que o técnico argentino Daniel Passarela, trazido para liderar o estrelado elenco, caiu em maio de 2005. Goleado por 5 a 1 pelo São Paulo na terceira rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians foi dirigido por boa parte do ano pelo interino Márcio Bittencourt, que encontrou o time que cresceria ao longo da competição.

Tanto que, no dia em 31 de julho, primeiro encontro entre o clube alvinegro da capital e seu rival da Baixada Santista no torneio, na Vila Belmiro, o Corinthians já tinha uma vantagem confortável sobre o Santos na tabela: sete pontos. Mesmo na frente na classificação, os paulistanos foram derrotados por 4 a 2 fora de casa contra um adversário que tentava se reencontrar desde a saída de Robinho para o Real Madrid.

Rodadas depois, no entanto, o confronto foi anulado e remarcado por causa das escutas que deflagraram o escândalo da Máfia do Apito, encabeçado pelo árbitro Edílson Pereira de Carvalho, juiz do clássico - embora o mesmo não tenha conseguido fraudar o resultado da partida . Na reedição da partida, realizada no dia 13 de outubro, o Corinthians recuperou os três pontos perdidos ao vencer por 3 a 2.

Enquanto essa vitória serviu como impulso para o time alvinegro da capital, ela afundou o rival, que havia trocado de técnico entre os dois jogos - saiu Alexandre Gallo, entrou Nelsinho Baptista. O Corinthians também estava de comando novo, com Antônio Lopes ocupando o cargo de técnico e liderando a equipe na reta final do Campeonato Brasileiro.

O jogo do segundo turno entre Corinthians e Santos entrou para a história: 7 a 1 em pleno Pacaembu em confronto válido pela 37ª rodada da competição. Rosinei, Tévez (3), Nilmar (2) e Marcelo Mattos foram os autores dos gols corintianos no santista Saulo, enquanto Geílson descontou para o Santos.

O Corinthians se tornou tetracampeão nacional cinco rodadas depois, com o Internacional na sua cola - o time colorado terminou o campeonato apenas três pontos atrás dos alvinegros, tendo empatado com eles na antepenúltima rodada em um confronto polêmico no Pacaembu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Homem é morto no Jardim Pantanal; segundo homicídio da noite
STREAMING
Série brasileira que vai mostrar realidade na favela estreia em agosto
DOURADOS
Homem é assassinado a tiros em conveniência
ECONOMIA
Dólar fecha em alta, seguindo exterior e de olho em reforma da Previdência
DOURADOS
Homem é baleado no Jardim Pelicano
BR-463
Homem tenta fugir e acaba preso com meia tonelada de maconha
CAMPO GRANDE
Banco é condenado a restituir cliente vítima de fraude
IDENTIFICAÇÃO
TSE vai definir primeiras cidades que vão emitir DNI
MS-276
Caminhonete bate em carreta e deixa uma pessoa morta
CLIMA
Após tardes quentes, frio deve voltar na quarta em Dourados

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher é presa após espancar a filha de 4 anos em Dourados
TRÂNSITO
Acidente na Coronel Ponciano mata motociclista, deixa passageira ferida e motorista foge
DOURADOS
Homem morre após ser esfaqueado em bar na Vila Rosa
DIOCLÉCIO ARTUZI
Após denúncia por som alto, mulher, filho e nora agridem vizinhos e danificam casa das vítimas