Menu
Busca domingo, 17 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
BOXE

Capital sedia confrontos entre pugilistas na 'Noite das Estrelas'

09 novembro 2019 - 08h30Por Da Redação

A noite de sábado (9.11) será especial para o boxe de Mato Grosso do Sul. Campo Grande recebe o “Noite das Estrelas”, evento que reúne grandes nomes do pugilismo sul-mato-grossense e destaques de outros estados. Os combates acontecem no ginásio do Rádio Clube Campo, a partir das 19h.

Segundo a Federação de Boxe de Mato Grosso do Sul (FDBMS), ao todo serão 11 lutas, das quais oito serão de boxe olímpico e três profissionais.

A principal atração da noite será o embate entre o sul-mato-grossense Luís Cláudio “Punhos de Aço” e o campeão baiano Genival Santos, que será decidido em 10 rounds. O atleta de Mato Grosso do Sul coloca em disputa seu título de campeão brasileiro de boxe na categoria peso-pena (até 57,53 kg), façanha inédita para um pugilista do Estado.

De acordo com a FDBMS, em 13 anos de boxe amador, Punhos de Aço realizou cerca de 230 lutas amadoras e detém mais de 30 títulos de campeão. Na fase profissional, tem em seu currículo sete lutas e cinco vitórias. Seu oponente, da Bahia, é pugilista há 18 anos e tenta o primeiro título nacional.

Outra novidade da noite é Paulo Martins, de 20 anos, sensação do boxe estadual. A terceira luta de sua carreira profissional será diante do paulista Welton Campos, em combate de quatro rounds, pela categoria até 66,7 kg. O cuiabano Nathann Ramatif e o coxinense Cícero Miagui também se enfrentarão em quatro assaltos. O boxeador mato-grossense é tido como revelação em seu Estado nos últimos anos. Já o atleta de Coxim tem mais de 50 lutas de artes marciais mistas (MMA) no cartel e, atualmente, trilha o caminho do boxe profissional.

Para o presidente da FDBMS, Marcelo Nunes, o apoio da Fundesporte é fundamental para a organização de eventos de boxe no Estado, evidenciando a modalidade no cenário nacional. “Apesar das circunstâncias adversas da economia do país, o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, cria meios para conseguir ajudar as entidades esportivas e com o boxe não é diferente. Ele faz o possível e o impossível para tentar viabilizar recursos para a organização de competições e apoiar nossos atletas”.

“Por ter raízes no esporte, o Marcelo Miranda sente na pele a dificuldade que temos e, por isso, nos ajuda muito. Só tenho a agradecer à Fundesporte pelo auxílio na realização de mais este evento, que coloca em destaque o boxe do Estado”, finaliza Nunes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA ALVORADA
Casal e bebê morrem em acidente entre carro e carreta na BR-267
UEMS/UFGD
Universidades promovem Seminário em Educação, Gênero, Raça e Etnia em Dourados
POLÍCIA
Durante operação, contrabandistas são presos com mercadorias do Paraguai
REFORMA
Senado pode concluir na terça a votação da PEC Paralela da Previdência
POLÍCIA
Homem tenta reagir a assalto, mas perde mochila com livros, dinheiro e celular
SAÚDE
Um em cada seis homens tem câncer de próstata no Brasil, alerta Inca
VELOCIDADE
Verstappen conquista a pole para o GP Brasil de F-1; Vettel é segundo
POLÍCIA
Assaltante armado pula na frente de bicicleta para roubar celular na Via Parque
FUTEBOL
Clássico entre Santos e São Paulo abre hoje a 33ª rodada do Brasileirão
ESPORTES
Tiro prático do Eco Pantanal Extremo bate recorde de inscrições

Mais Lidas

DOURADOS
Idoso é fechado por criminosos na Marcelino, é derrubado e tem moto ‘zero km’ roubada
PARANAÍBA
Guarda Municipal é preso levando 40 quilos de cocaína para Minas Gerais
PORTO MURTINHO
Velório é interrompido e corpo de menina afogada recolhido para perícia
CAARAPÓ
Prefeitura abre concurso com 174 vagas e salários de até R$ 9.172