Menu
Busca quinta, 26 de abril de 2018
(67) 9860-3221
GOVERNO PRESENTE MS

Brasil pode cair em grupo difícil na Copa das Confederações; entenda

01 dezembro 2012 - 15h20

O sorteio da Copa das Confederações que será realizado neste sábado, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, pode deixar o técnico Luiz Felipe Scolari com "pedreiras" pelo caminho na competição. A única certeza da Seleção de Felipão é que ela terá a Itália como um dos adversários na primeira fase.


Isso ocorre pois a Fifa não permite que duas seleções do mesmo continente fiquem na mesma chave no torneio em 2013. Como a Espanha é cabeça de chave do outro grupo, imediatamente os italiano caem do lado do Brasil, enquanto o Uruguai fica do lado dos espanhóis. Pelas regras do sorteio, os brasileiros serão o A1, enquanto os atuais campeões do mundo serão o B1.

Na sequência será sorteado em que posição do grupo do Brasil ficarão os italianos. Caso sejam A2, os europeus farão a abertura do torneio contra a Seleção. Se forem A3, o jogo do meio, e caso seja sorteada a bolinha com o papel A4 farão o último confronto do Brasil na primeira fase. O mesmo ocorre com o Uruguai no grupo da Espanha.

Depois disso, serão sorteados os integrantes que se encontram no outro pote, formado por México (campeão da Concacaf), Japão (campeão asiático), Taiti (campeão da Oceania) e pelo campeão africano, ainda a ser definido no início de 2013. Os quatro serão sorteados aleatoriamente, sem peso técnico diferenciado entre todas estas seleções.

Com isso, Felipão pode ter pela frente um grupo formado, além dos italianos, com o México, que ultimamente vem sendo uma "pedra no sapato" do Brasil, e com o campeão africano, que costuma sempre ser uma força perigosa em competições como a Copa das Confederações.

Porém, se contar com a sorte, Scolari pode ter pela frente os japoneses, que recentemente foram goleados por 4 a 0 pela Seleção quando esta ainda contava com Mano Menezes no comando, e os taitianos, grande azarão da competição e que disputa apenas seu primeiro torneio internacional com a equipe profissional.

Durante entrevista concedida nesta sexta-feira, Felipão afirmou que preferia nem ter um grupo tão fraco, mas também não cair apenas com adversários difíceis na sua chave. "Espero nem uma coisa, nem outra. Mas no final teremos que enfrentar todos", disse Scolari.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EVASÃO DE DIVISAS
Três carretas de cigarros contrabandeados são abordadas em BR's em menos de 12h
BRASIL
Ação contra Lula tem “outras provas” e fica em Curitiba, diz Moro
BRASILEIRÃO SÉRIE D
Novo enfrenta o Sinop domingo buscando primeira vitória
ORDEM DO DIA
Mês Abril Verde dedicado à segurança do trabalho é aprovado na Assembléia
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Délia autoriza licitação para três obras na área em Dourados
INOVAÇÃO
Dia da Propriedade Intelectual destaca papel das mulheres
CÃES FAREJADORES
Mulher é presa com 22 quilos de skunk em rodovia do MS
EM ALTA
Juro do cartão de crédito e do cheque especial sobe em março
PENALIDADES
Prazo para enviar o IRPF 2018 termina em 4 dias
GUARDA MUNICIPAL
Violência contra a mulher é tema de palestra em curso

Mais Lidas

DOURADOS
Dono de barracão diz ter comprado reciclados sem saber de maconha
DOURADOS
Bombeiros encontram veículo incendiado durante treinamento próximo a pedreira
VIOLÊNCIA
Idoso é preso suspeito de estuprar menina de 9 anos
FRONTEIRA
FAB aborda e força pouso de avião suspeito de tráfico em MS