Menu
Busca quarta, 17 de outubro de 2018
(67) 9860-3221

Brasil pode cair em grupo difícil na Copa das Confederações; entenda

01 dezembro 2012 - 15h20

O sorteio da Copa das Confederações que será realizado neste sábado, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, pode deixar o técnico Luiz Felipe Scolari com "pedreiras" pelo caminho na competição. A única certeza da Seleção de Felipão é que ela terá a Itália como um dos adversários na primeira fase.


Isso ocorre pois a Fifa não permite que duas seleções do mesmo continente fiquem na mesma chave no torneio em 2013. Como a Espanha é cabeça de chave do outro grupo, imediatamente os italiano caem do lado do Brasil, enquanto o Uruguai fica do lado dos espanhóis. Pelas regras do sorteio, os brasileiros serão o A1, enquanto os atuais campeões do mundo serão o B1.

Na sequência será sorteado em que posição do grupo do Brasil ficarão os italianos. Caso sejam A2, os europeus farão a abertura do torneio contra a Seleção. Se forem A3, o jogo do meio, e caso seja sorteada a bolinha com o papel A4 farão o último confronto do Brasil na primeira fase. O mesmo ocorre com o Uruguai no grupo da Espanha.

Depois disso, serão sorteados os integrantes que se encontram no outro pote, formado por México (campeão da Concacaf), Japão (campeão asiático), Taiti (campeão da Oceania) e pelo campeão africano, ainda a ser definido no início de 2013. Os quatro serão sorteados aleatoriamente, sem peso técnico diferenciado entre todas estas seleções.

Com isso, Felipão pode ter pela frente um grupo formado, além dos italianos, com o México, que ultimamente vem sendo uma "pedra no sapato" do Brasil, e com o campeão africano, que costuma sempre ser uma força perigosa em competições como a Copa das Confederações.

Porém, se contar com a sorte, Scolari pode ter pela frente os japoneses, que recentemente foram goleados por 4 a 0 pela Seleção quando esta ainda contava com Mano Menezes no comando, e os taitianos, grande azarão da competição e que disputa apenas seu primeiro torneio internacional com a equipe profissional.

Durante entrevista concedida nesta sexta-feira, Felipão afirmou que preferia nem ter um grupo tão fraco, mas também não cair apenas com adversários difíceis na sua chave. "Espero nem uma coisa, nem outra. Mas no final teremos que enfrentar todos", disse Scolari.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Natália Casassola posa seminua em sessão de fotos sensuais
CORUMBÁ
Rapaz defende mulher em briga de casal e acaba assassinado;
ESPORTES
MS garante vaga na série A do Brasileiro de Futebol para Amputados
SAÚDE
Desafios na prescrição de agrotóxicos é tema de palestra em Dourados
UEMS
Núcleo de Línguas abre inscrições para provas de proficiência
SOLIDARIEDADE
Amambai se une na busca por idoso de 86 anos desaparecido
PROSEGUR
Oito brasileiros são condenados por mega-assalto no Paraguai
TRÁFICO
Jovens são flagrados com droga que seria entregue no Guarujá
ELEIÇÕES 2018
Denúncias de fraude em urnas serão registradas on-line
FUTEBOL
STJD nega recurso e Sassá está fora da final da Copa do Brasil

Mais Lidas

DOIS DIAS DEPOIS
Servidora pública é encontrada nos fundos de residência que estava para alugar
DOURADOS
Cinco anos após crime, acusados pela morte de vendedor douradense vão a júri popular
DOURADOS
Familiares continuam na busca por mulher desaparecida e criticam falsos alertas
FLAGRANTE
Polícia fecha “distribuidora” de drogas em Dourados