Menu
Busca Quarta, 22 de Novembro de 2017
(67) 9860-3221
Tribunal de Contas de MS - Novembro 2017

Enduro eqüestre: Deficiente disputa prova nos Emirados Árabes

04 Dezembro 2003 - 12h26

Aos 14 anos ele perdeu completamente a visão por causa de um glaucoma, mas isso não o impediu de continuar montando a cavalo, uma de suas paixões desde a infância, e de começar a praticar provas de enduro eqüestre. Hoje, Luiz Alberto Melchert de Carvalho e Silva, 48 anos, estará em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, para disputar o National Day Cup, uma das provas mais tradicionais de enduro da região que reunirá cerca de 150 inscritos em pleno deserto. Luiz Alberto viajou a convite do Sheikh Mansoor, admirador e praticante do esporte.“Fiquei feliz com o convite. Na realidade o Sheikh me convidou depois de ler uma artigo sobre a minha história em uma revista especializada de circulação mundial. Acho que ele se surprendeu pelo fato de um cego participar de enduro”, disse Luiz, que durante a competição vai acompanhado por outro endurista, Vilson Nunes Soares. Ele cavalga ao lado de Luiz, em um outro cavalo, dando dicas sobre o percurso, indicando a direção “Nem no Brasil participo de uma prova sozinho. O Vilson sempre me acompanha”, contou.Em Abu Dhabi, ele vai enfrentar um percurso de 120 quilômetros pelo deserto. “Nunca participei de uma prova como essa e acho que vai ser bem difícil se comparada às competições de enduro em que participo no Brasil”, afirma. A diferença, segundo ele, está no tipo de terreno. “No Brasil cavalgamos em trilhas no meio da mata o que nos permite ter mais noção de espaço”, compara.No deserto, apesar de também termos as demarções com estacas e bandeiras a cada quilômetro, corremos o risco de nos perder por causa da imensidão do espaço”, diz Luiz. Outros fatores que contribuem para deixar essa prova mais difícil é a areia, as dunas, as oscilações de temperatura e o ar seco. “Nem eu e nem o cavalo estamos acostumados com isso. Vamos enfrentar termômetros abaixo de zero de madrugada, quando for dada a largada, e de 30 graus durante o dia. Se conseguir completar a prova para mim já está bom”, afirma. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TELEVISÃO
Raíssa Ribeiro erra ponto de lagosta e é eliminada do MasterChef Profissionais
UFGD
Noite da Viola será realizada na próxima Sexta-feira na Unidade 1
LOTERIA
Mega-Sena acumulada pode pagar R$ 50 milhões nesta quarta
ANTONIO JOÃO
Suspeito de estuprar enteada de 4 anos é preso na região de fronteira
POLÍTICA
Prefeitos de MS vão à Brasília e pedem apoio da bancada federal
ACOLHIMENTO
Evento aproxima comunidade de crianças e adolescentes acolhidos em Dourados
POLÍTICA
Senado aprova voto distrital misto para eleição de deputados e vereadores
EDUCAÇÃO
II Seminário sobre Envelhecimento Humano começa hoje em Dourados
INFORME PUBLICITÁRIO
Presente em 165 países e com 120 anos de história, escola Adventista está com matrículas abertas em Dourados
TEMPO
Quarta-feira nublada, ainda com possibilidade de chuva em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Homem foi executado com dois tiros e suspeita é de "guerra" entre grupos
DOURADOS
Homem é encontrado morto com tiro dentro de carro em Dourados
É OU NÃO É
Quem perder o prazo da biometria vai ter de pagar multa de R$ 150?
TRÂNSITO
Homem morre em Dourados após acidente