Menu
Busca quarta, 20 de junho de 2018
(67) 9860-3221

Enduro eqüestre: Deficiente disputa prova nos Emirados Árabes

04 dezembro 2003 - 12h26

Aos 14 anos ele perdeu completamente a visão por causa de um glaucoma, mas isso não o impediu de continuar montando a cavalo, uma de suas paixões desde a infância, e de começar a praticar provas de enduro eqüestre. Hoje, Luiz Alberto Melchert de Carvalho e Silva, 48 anos, estará em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, para disputar o National Day Cup, uma das provas mais tradicionais de enduro da região que reunirá cerca de 150 inscritos em pleno deserto. Luiz Alberto viajou a convite do Sheikh Mansoor, admirador e praticante do esporte.“Fiquei feliz com o convite. Na realidade o Sheikh me convidou depois de ler uma artigo sobre a minha história em uma revista especializada de circulação mundial. Acho que ele se surprendeu pelo fato de um cego participar de enduro”, disse Luiz, que durante a competição vai acompanhado por outro endurista, Vilson Nunes Soares. Ele cavalga ao lado de Luiz, em um outro cavalo, dando dicas sobre o percurso, indicando a direção “Nem no Brasil participo de uma prova sozinho. O Vilson sempre me acompanha”, contou.Em Abu Dhabi, ele vai enfrentar um percurso de 120 quilômetros pelo deserto. “Nunca participei de uma prova como essa e acho que vai ser bem difícil se comparada às competições de enduro em que participo no Brasil”, afirma. A diferença, segundo ele, está no tipo de terreno. “No Brasil cavalgamos em trilhas no meio da mata o que nos permite ter mais noção de espaço”, compara.No deserto, apesar de também termos as demarções com estacas e bandeiras a cada quilômetro, corremos o risco de nos perder por causa da imensidão do espaço”, diz Luiz. Outros fatores que contribuem para deixar essa prova mais difícil é a areia, as dunas, as oscilações de temperatura e o ar seco. “Nem eu e nem o cavalo estamos acostumados com isso. Vamos enfrentar termômetros abaixo de zero de madrugada, quando for dada a largada, e de 30 graus durante o dia. Se conseguir completar a prova para mim já está bom”, afirma. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEILÃO
Com lances a partir de R$ 10 mil, governo leiloa oito terrenos amanhã
REDE ABEVÊ
Veja vídeo da entrega do carro 0km para ganhadora de promoção
INTERNACIONAL
Trump assina ordem para suspender separação de famílias de imigrantes
DOURADOS
UFGD seleciona empreendimentos para Incubadora de Tecnologias Sociais e Solidárias
INFARTO
Morre José Marques de Melo, um dos principais teóricos da Comunicação no Brasil
ECONOMIA
Preço do leite em MS deve subir 7,7% em junho
ECONOMIA
Dólar fecha em alta, de olho no exterior e à espera de decisão do Copom
BRASIL
STF valida delações premiadas negociadas pela Polícia Federal
ORDEM DO DIA
Aprovada atualização de lei sobre devolução de troco em espécie
PRIVACIDADE VIRTUAL
Europa sugere lei que pode acabar com os memes da internet

Mais Lidas

COMPLICAÇÃO APÓS CIRURGIA
Juiz aposentado e ex-diretor da Agepen, Ailton Stropa, morre em São Paulo
RESERVA INDÍGENA
Homem é flagrado nu sobre menina de 7 anos em Dourados
DOURADOS
Dupla é presa por tentativa de homicídio contra vendedor de espetinhos
DEFRON
Traficante condenado a mais de 12 anos é preso em Dourados