Menu
Busca segunda, 24 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Enduro eqüestre: Deficiente disputa prova nos Emirados Árabes

04 dezembro 2003 - 12h26

Aos 14 anos ele perdeu completamente a visão por causa de um glaucoma, mas isso não o impediu de continuar montando a cavalo, uma de suas paixões desde a infância, e de começar a praticar provas de enduro eqüestre. Hoje, Luiz Alberto Melchert de Carvalho e Silva, 48 anos, estará em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, para disputar o National Day Cup, uma das provas mais tradicionais de enduro da região que reunirá cerca de 150 inscritos em pleno deserto. Luiz Alberto viajou a convite do Sheikh Mansoor, admirador e praticante do esporte.“Fiquei feliz com o convite. Na realidade o Sheikh me convidou depois de ler uma artigo sobre a minha história em uma revista especializada de circulação mundial. Acho que ele se surprendeu pelo fato de um cego participar de enduro”, disse Luiz, que durante a competição vai acompanhado por outro endurista, Vilson Nunes Soares. Ele cavalga ao lado de Luiz, em um outro cavalo, dando dicas sobre o percurso, indicando a direção “Nem no Brasil participo de uma prova sozinho. O Vilson sempre me acompanha”, contou.Em Abu Dhabi, ele vai enfrentar um percurso de 120 quilômetros pelo deserto. “Nunca participei de uma prova como essa e acho que vai ser bem difícil se comparada às competições de enduro em que participo no Brasil”, afirma. A diferença, segundo ele, está no tipo de terreno. “No Brasil cavalgamos em trilhas no meio da mata o que nos permite ter mais noção de espaço”, compara.No deserto, apesar de também termos as demarções com estacas e bandeiras a cada quilômetro, corremos o risco de nos perder por causa da imensidão do espaço”, diz Luiz. Outros fatores que contribuem para deixar essa prova mais difícil é a areia, as dunas, as oscilações de temperatura e o ar seco. “Nem eu e nem o cavalo estamos acostumados com isso. Vamos enfrentar termômetros abaixo de zero de madrugada, quando for dada a largada, e de 30 graus durante o dia. Se conseguir completar a prova para mim já está bom”, afirma. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
IFMS abre inscrições em graduação a portadores de diploma e transferências
CAPACITAÇÃO
Prefeitura oferece oficina para formação de instrutores de fanfarra
CRIME AMBIENTAL
Ambiental apreende 500 metros de redes e liberta 20 quilos de peixes
JUDICIÁRIO
Ministro do STF suspende MP que transferiu demarcação de terras indígenas a Agricultura
CAMPO GRANDE
Bebê de 7 meses morre em casa por folta de higiene e pais são presos
SAÚDE
Ministério da Agricultura aprova registro de mais 42 agrotóxicos
MS
Adolescente é apreendido com maconha hidropônica e cocaína
COXIM
Pilar de concreto que sustentava rede cai e mata menina de 4 anos
MS
Polícia recupera dois veículos furtados e com documentação adulterada
NAVIRAÍ
Bombeiros retiram Saveiro que caiu nas águas do Rio Amambai

Mais Lidas

CAPITAL
Pai atira no próprio filho por dívida de R$ 2 milhões
POLÍCIA
Gangue invade festa e esfaqueia três adolescentes em Dourados
POLÍCIA
Homem tem R$ 500 roubados após negar programa a travesti em Dourados
POLÍCIA
Ladrão é preso após esconder TV furtada de restaurante em cemitério