Menu
Busca quinta, 23 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Empresa que fez reforma em hospital de Bela Vista é notificada

16 agosto 2002 - 13h38

A Prefeitura de Bela Vista, através da sua assessoria jurídica notificou à empresa Ecol- engenharia e Comércio Ltda, que deverá recolher aos cofres da municipalidade, com base no Código Tributário Municipal, Lei Complementar nº 001/2001, o valor constante do contrato de “construção e reforma” do Hospital São Vicente de Paula.
O valor da obra é de R$ 449 mil, ISS devido na ordem de R$ 8,9 mil, mais juros e encargos financeiros, dos termos da legislação.
Do outro lado, em resposta a notificação e cobrança de ISS, Marco Antônio Moraes da Ecol, declarou que “não temos condições financeiras de pagar a prefeitura neste momento, uma vez que estamos sem receber por nossos serviços já executados por quatro meses de atraso da Agesul

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTADO
Ação conjunta da polícia em MS desvenda sequestros no interior de SP
DOURADOS
PM prende cadeirante e comparsa por tráfico de drogas próximo ao Ginásio Municipal
BELEZA E ESTÉTICA
Drenagem linfática: tudo sobre a técnica que elimina a celulite e o inchaço
TRÊS LAGOAS
Homem que matou namorado da ex vai responder por crime em liberdade
DOURADOS
Assassinato na Vila Rosa aconteceu por ciúmes durante manutenção em porta
ESTADO
Detran inicia leilão de veículos apreendidos em Dourados na próxima semana
POLÍTICA EXTERIOR
Presidente Jair Bolsonaro embarca hoje para visita oficial à Índia
STF
Ministro Luiz Fux suspende criação de juiz das garantias por tempo indeterminado
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 35 milhões nesta quinta-feira
FUTEBOL
Águia Negra estreia no estadual com vitória sobre Pontaporanense

Mais Lidas

UFGD
Aluna branca aprovada em Medicina como indígena aponta engano na inscrição
VILA ROSA
Homem morre após ser atingido por facada no pescoço em bairro de Dourados
EMPREGO
Empresa abre 136 vagas para classificadores de grãos em Dourados e região
CRIME
EXCLUSIVO: Sucessor de Minotauro é trazido para Dourados em meio a crise penitenciária na fronteira