Menu
Busca sábado, 22 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

Egressa da Unigran conquista vaga em mestrado com nota máxima

18 dezembro 2012 - 10h27



A ex-aluna do curso de Pedagogia e acadêmica de Letras pela Educação a Distância da UNIGRAN, Ronise Nunes Cius, participou do processo seletivo de Mestrado em Educação – História da Educação, Memória e Sociedade da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e garantiu sua vaga com nota 10. A futura mestre em Educação concorreu com 90 candidatos para sete vagas.

“Fui incentivada pela coordenadora de revisão de materiais didáticos - EAD da UNIGRAN, Andréia de Oliveira Iguma, a tentar uma vaga. E então fiz a inscrição, que eram vários documentos e um anteprojeto do que eu pretenderia desenvolver durante o mestrado. Depois da inscrição a UFGD comunicou sete temas que teríamos que estudar para a prova de seleção”, explica Ronise.

Os candidatos só souberam o tema que deveriam desenvolver no dia da prova. A pedagoga focou nos estudos e seu tema foi “Educação, perspectivas e temas atuais”. “Tivemos que desenvolver o tema na hora a partir de um dos temas que foi sorteado. Foi uma situação interessante, porque eu estava muito tranquila. Qualquer tema que caísse eu ia ter que conseguir desenvolver. Com o meu tema desenvolvi sete páginas”, informa a egressa.

Segundo Ronise, o desenvolvimento do tema não foi difícil, “como tenho uma visão panorâmica quando estudo, eu vim trazendo, então, desde a história, de quando surgiu o termo lá na Grécia antiga, e então o que era história, e o desenvolvimento da história. Fui afunilamento para a história da educação e só depois entrei nas perspectivas e temas atuais. E claro, sempre citando os autores estudados, fazendo a interlocução. Eu tinha muito claro em quem eu estava me baseando”.

O projeto que a pedagoga pretende realizar durante o mestrado ainda está com título provisório, que é “História dita, dita história”, mas a intenção é “investigar as instituições escolares. Focando na origem da educação infantil em Dourados. Sou douradense e fui atrás dessa história a partir da minha história, do porque que na década de 70 eu não ingressei na escola pré-primária. Como se deu esse atendimento à criança pequena nessa década em Dourados?”, questiona.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Mariana Rios amostra corpo sequinho de biquíni em dia de piscina
UFGD
Com mais de 1.200 trabalhos inscritos, Enepex começa terça-feira
FRONTEIRA
Polícia apreende mais de R$ 300 mil em eletrônicos em para-choque
ELEIÇÕES 2018
Campanha de Delcídio divulga Nota sobre impugnação de candidatura
CAMPO GRANDE
Mulher é presa com carregador e 20 chips nas partes intimas em presídio
TEMPO
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
MEIO AMBIENTE
Mineradora é autuada e fechada por extração ilegal de areia
ELEIÇÕES 2018
A partir de hoje, candidatos só podem ser presos em flagrante
CORUMBÁ
Cavalos em rodovia causam acidente e deixam duas pessoa mortas
EMPREGO
20 empresa estão com inscrições abertas para trainee; veja lista

Mais Lidas

DIOCLÉCIO ARTUZI
Polícia divulga imagens de criança de 1 ano desaparecida em Dourados
DOURADOS
Jovem foi espancada até a morte no Pelicano
DOURADOS
Criança de 1 ano desaparece de dentro de casa no Dioclécio Artuzi
DOURADOS
Jovem é encontrada morta no Jardim Pelicano