Menu
Busca terça, 19 de junho de 2018
(67) 9860-3221
RURAL

Vazio sanitário da soja começa na próxima sexta em Mato Grosso do Sul

13 junho 2018 - 06h36Por Da Redação

O vazio sanitário da soja, período em que é proibido o cultivo da oleaginosa para reduzir a quantidade de esporos da ferrugem asiática diminuindo a possibilidade de incidência da doença, começa na próxima sexta-feira, di 15 de junho e vai até 15 de setembro, em Mato Grosso do Sul.

Nestes 90 dias os produtores não poderão cultivar o grão no estado e ainda deverão eliminar todas as plantas voluntárias, conhecidas como guaxas ou tigueras, nas propriedades, seja por meio de processos mecânicos ou químicos.

O descumprimento das normas do vazio sanitário da soja em Mato Grosso do Sul pode implicar em autuação da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) e multa de até mil unidades fiscais estaduais de referência (Uferms), que com a cotação de junho em R$ 25,91, pode representar até R$ 25.910,00.

Ferrugem em MS

Mato Grosso do Sul encerrou a safra 2017/2018 de soja com o segundo maior número de casos de ferrugem asiática do país. Segundo o Consorcio Antiferrugem, a parceria público-privada que atua no combate a doença, o estado registrou na temporada 114 ocorrências. O número é superado apenas pelo do Rio Grande do Sul, que contabilizou 125. Em todo país foram 641.

Em relação a safra passada, 2016/2017, o número de casos em Mato Grosso do Sul cresceu 78,12%. Também foi a maior incidência das últimas nove temporadas. O último surto havia ocorrido na temporada 2009/2010, quando os agricultores sul-mato-grossenses contabilizaram 333 ocorrências da doença.

Nesta temporada foram registrados casos em 15 municípios do estado: Antonio João, Aral Moreira, Bonito, Caarapó, Campo Grande, Cassilândia, Chapadão do Sul, Costa Rica, Dourados, Itaporã, Laguna Carapã, Maracaju, Naviraí, São Gabriel do Oeste e Sidrolândia.

O maior número de registros ocorreu em Chapadão do Sul, com 65, seguido por Maracaju, com 11 e São Gabriel do Oeste, com 9 casos.

O que é a ferrugem asiática

De acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a ferrugem é considerada uma das doenças mais severas que incidem na cultura e pode ocorrer em qualquer estádio fenológico da cultura.

Plantas infectadas apresentam desfolha precoce, comprometendo a formação e o enchimento de vagens, reduzindo o peso final dos grãos. Nas diversas regiões geográficas onde a ferrugem asiática foi relatada em níveis epidêmicos, os danos variam de 10% a 90% da produção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COPA DO MUNDO
Rússia passa pelo Egito e praticamente garante vaga nas oitavas
FRONTEIRA
Pecuarista é executado a tiros durante emboscada
OPERAÇÃO SANGUE FRIO
Ex-servidores do HU respondem na Justiça por desvio de recursos públicos
MEDICINA
Gota: da prevenção ao tratamento
SÃO JOÃO
João Pessoa prepara festa junina para receber turistas
DOURADOS
Suspeita é de incêndio criminoso na Linha do Potreirito
TÚNEL DO TEMPO
Presilha de cabelo dos anos 90 volta à moda
ESCRITURA PÚBLICA DIGITAL
Projeto eSocial foi tema de workshop na Prefeitura
SEBRAE
Dourados recebe palestra gratuita para quem deseja se tornar MEI
HUMMMMM!
Caldinho de feijão na caneca com crispy de bacon e couve

Mais Lidas

PARANHOS
Testemunha de atentado a prefeito é executada
PARANHOS
Calote em venda de fazenda teria motivado atentado a prefeito
ÁGATA DE AÇO II
Brigada de Dourados desloca 600 homens para atuar contra crimes fronteiriços
SOLIDARIEDADE
Douradense busca ajuda para conseguir manter a família