Menu
Busca quinta, 19 de abril de 2018
(67) 9860-3221
BANNER CRA
MERCADO INTERNACIONAL

Standard & Poor's rebaixa Brasil para três níveis abaixo do grau de investimento

12 janeiro 2018 - 07h30Por Agência Brasil

A agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) rebaixou o Brasil para três níveis abaixo do grau de investimento com perspectiva estável. A redução da nota do país foi divulgada hoje (11) à noite.

A perspectiva estável significa que a agência terá de esperar pelo menos seis meses para alterar a nota do país. O grau de investimento representa a garantia de que o país não corre risco de dar calote na dívida pública.

Em comunicado, a S&P informou que o Brasil está demorando para implementar as reformas que reduzam os riscos fiscais do país, principalmente a da Previdência. “Apesar de vários avanços da administração [Michel] Temer, o Brasil fez progresso mais lento que o esperado em implementar uma legislação significativa para corrigir a derrapagem fiscal estrutural e o aumento dos níveis de endividamento”, justificou a agência.

Desde fevereiro de 2016, o Brasil estava enquadrado dois níveis abaixo do grau de investimento. As outras duas principais agências de classificação de risco, Fitch e Moody’s ainda não alteraram a nota do país e continuam a manter o Brasil dois níveis abaixo do grau de investimento.

No fim de dezembro, o ministro Henrique Meirelles fez uma teleconferência com as três principais agências de classificação de risco. Ele tinha pedido que a S&P, a Fitch e a Moody’s aguardassem a votação da reforma da Previdência, prevista para fevereiro, antes de tomarem qualquer decisão sobre a nota do Brasil.

Em nota divulgada esta noite, o Ministério da Fazenda informou que o governo continua comprometido com as medidas de ajuste fiscal e com a reforma da Previdência. “O governo reforça seu compromisso em aprovar medidas como a reforma da Previdência, tributação de fundos exclusivos, reoneração da folha de pagamentos, adiamento do reajuste dos servidores públicos, entre outras iniciativas que concorrem para garantir o crescimento sustentável da economia brasileira e o equilíbrio fiscal de longo prazo”, destacou o texto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MINAS GERAIS
Brumadinho guarda uma das maiores preciosidades cultural e natural do país
TRANSPORTE AÉREO
Demanda por voos domésticos tem melhor 1º trimestre desde 2015
MODA
Inverno 2018 aposta em roupas com veludo
SAUDÁVEL
Receita de panqueca leva banana, pasta de amendoim e calda de cacau
MAIOR RIGOR
Entra em vigor pena maior para motorista bêbado que mata em acidente
VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL
Prêmio Nacional de Educação Fiscal abre inscrições a partir de hoje
DOURADOS
PM realiza operação no trânsito, apreende 13 veículos e oito motocicletas
CINEMA
Cineclube UFGD inicia sessões de gratuitas no sábado
DOURADOS
No Dia do Exército, solenidade homenageia personalidades na 4ª Brigada
ARQUITETURA INTERNACIONAL
Paris ganhará vila vertical de madeira; veja fotos do projeto ousado

Mais Lidas

ITAPORÃ
Mortos em troca de tiros após assalto eram de Dourados
SEGURANÇA PÚBLICA
Em comunicado, PCC convoca integrantes para “alerta geral”
TENSÃO EM MS
Presos tentam impedir pente-fino na PED, mas agentes fazem ‘limpa’
DOURADOS
Após invadir Ceim, dupla ameaça vigia de morte e rouba equipamentos