Menu
Busca Segunda, 22 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221
Escola Sesc - Janeiro 2018
MERCADO INTERNACIONAL

Standard & Poor's rebaixa Brasil para três níveis abaixo do grau de investimento

12 Janeiro 2018 - 07h30Por Agência Brasil

A agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) rebaixou o Brasil para três níveis abaixo do grau de investimento com perspectiva estável. A redução da nota do país foi divulgada hoje (11) à noite.

A perspectiva estável significa que a agência terá de esperar pelo menos seis meses para alterar a nota do país. O grau de investimento representa a garantia de que o país não corre risco de dar calote na dívida pública.

Em comunicado, a S&P informou que o Brasil está demorando para implementar as reformas que reduzam os riscos fiscais do país, principalmente a da Previdência. “Apesar de vários avanços da administração [Michel] Temer, o Brasil fez progresso mais lento que o esperado em implementar uma legislação significativa para corrigir a derrapagem fiscal estrutural e o aumento dos níveis de endividamento”, justificou a agência.

Desde fevereiro de 2016, o Brasil estava enquadrado dois níveis abaixo do grau de investimento. As outras duas principais agências de classificação de risco, Fitch e Moody’s ainda não alteraram a nota do país e continuam a manter o Brasil dois níveis abaixo do grau de investimento.

No fim de dezembro, o ministro Henrique Meirelles fez uma teleconferência com as três principais agências de classificação de risco. Ele tinha pedido que a S&P, a Fitch e a Moody’s aguardassem a votação da reforma da Previdência, prevista para fevereiro, antes de tomarem qualquer decisão sobre a nota do Brasil.

Em nota divulgada esta noite, o Ministério da Fazenda informou que o governo continua comprometido com as medidas de ajuste fiscal e com a reforma da Previdência. “O governo reforça seu compromisso em aprovar medidas como a reforma da Previdência, tributação de fundos exclusivos, reoneração da folha de pagamentos, adiamento do reajuste dos servidores públicos, entre outras iniciativas que concorrem para garantir o crescimento sustentável da economia brasileira e o equilíbrio fiscal de longo prazo”, destacou o texto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
FMI eleva projeção de crescimento global e para o Brasil em 2018 e 2019
FMI eleva projeção de crescimento global e para o Brasil em 2018 e 2019
PROJETO
PEC garante aos municípios participação de 20% nos impostos a serem criados
PEC garante aos municípios participação de 20% nos impostos a serem criados
ECONOMIA
Dólar fecha em alta e volta ao patamar de R$ 3,20
Dólar fecha em alta e volta ao patamar de R$ 3,20
CAPITAL
Vândalos saqueiam e depredam posto de saúde
AVISO
Até às 21h desta segunda-feira, alguns bairros podem ficar sem água
Comunicado é da Sanesul
DOURADOS
Prefeitura encaminha escrituração do Ginásio Municipal
COMBATE AO AEDES
CCZ notifica 17 imóveis por descumprir Lei da Dengue na região da Vila Sulmat
ECONOMIA
Estado abriu mais de seis mil empresas em 2017
OPORTUNIDADE
PM abre seleção para militares de MS atuarem na Força Nacional
PM abre seleção para militares de MS atuarem na Força Nacional
TEMPO
Semana começa quente e chuva deve retornar

Mais Lidas

DOURADOS
Homem morre após veículo bater em árvore na Hayel
PONTA PORÃ
Veículo furtado no centro de Dourados capota na BR-463
BR-463
Após perseguição, homem é preso com 700 quilos de maconha
WEIMAR
Mineiro perde veículo ao estacionar no centro de Dourados