Menu
Busca domingo, 17 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
POSSE NA FIEMS

Presidente diz que em MS, indústria resiste à crise

30 maio 2015 - 08h30

Com uma cerimônia marcada por uma emocionante homenagem ao ex-presidente Jorge Elias Zahran, falecido na quinta-feira (28/05), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, foi empossado, nesta sexta-feira (29/05), no Yotedy, em Campo Grande (MS), para o terceiro mandato, destacando a resistência da indústria perante à crise financeira que assola o País e penaliza o setor industrial brasileiro e, principalmente, o sul-mato-grossense.

"Temos de enxergar oportunidades para superar os desafios e resgatar o crescimento no atual momento. Nós precisamos criar oportunidades e Mato Grosso do Sul desponta com grandes condições de fazer com que investimentos se tornem realidade e a gente supere essa fase com emprego, renda e atividade empresarial sempre posta em marcha e buscando as oportunidades que o mercado propicia", declarou.

Na avaliação de Sérgio Longen, a indústria de Mato Grosso do Sul tem resistido aos percalços do atual momento econômico e a expectativa é de construir um ambiente mais propício para a atração de novos investimentos. "Mato Grosso do Sul com o Centro-Oeste lidera os investimentos e temos uma meta este ano de aproximadamente R$ 30 bilhões previstos para o Estado e nesta direção e oportunidade que nós estamos trabalhando. O maior desafio é rompermos a burocracia e a lentidão dos órgãos públicos", comentou.

Repercussão

Presente na cerimônia de posse, o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, disse que, enquanto o Brasil hoje passa por grandes dificuldades com uma queda de investimentos, Mato Grosso do Sul, pelo contrário, tem demonstrado a capacidade de crescimento com o anúncio de novos investimentos. "O Sérgio Longen tem feito um grande trabalho à frente da Fiems e tem sido exemplo para todas as outras federações. Este é um Estado que tem um potencial enorme de crescimento em diversos segmentos da indústria, principalmente, na agroindústria, pois tem energia farta e isso tem atraído muitas indústrias aliado ao trabalho realizado pela Federação junto com o governador", pontuou.

Já o governador Reinaldo Azambuja reconheceu o grande crescimento da indústria nos últimos anos com o trabalho desenvolvido pelo presidente da Fiems e falou dos desafios de aumentar as potencialidades e criar estruturas de desenvolvimento regional, principalmente para as regiões mais empobrecidas. "Mato Grosso do Sul ganhou, no mês de maio, praticamente dois dos maiores investimentos privados do setor industrial do País. Isso mostra a nossa pujança e os empresários do setor privado acreditando no nosso Estado. O Sérgio Longen ajudou a criar esse ambiente positivo com competitividade, com qualificação, com formação de mão de obra e esse contexto ajuda para o desenvolvimento", ponderou.

Para o senador Romero Jucá, que também prestigiou a cerimônia de posse de Sérgio Longen, o Congresso Nacional precisa ter um compromisso com a iniciativa privada, com a economia do Brasil e com a retomada do crescimento. "É muito importante que as forças políticas do País se unam para criar segurança jurídica, criar credibilidade nos investimentos do país e boa expectativa para o futuro", disse, acrescentando que tem uma relação muito querida com o Estado, que é um exemplo para o Brasil de empreendedorismo, de esforço e avanço.

Integração

O ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio do Paraguai, Gustavo Leite, acredita que o presidente Sérgio Longen será peça fundamental nos esforços para integrar Mato Grosso do Sul e o seu país. "O mundo é o nosso mercado e a nossa missão é compartilhar, por isso estamos trabalhando competitividade. Este é o conceito que temos, por isso temos que procurar aprofundar na integração e competitividade. Por isso, contamos com a continuidade da parceria que estamos construindo com a Fiems", declarou.

Ele também anunciou a abertura do leilão para as obras de dragagem do Rio Paraguai, na região entre Porto Murtinho e Concepcíón, no Paraguai, para agilizar o transporte por barcaças tanto na importação quanto na exportação. O senador Waldemir Moka também destacou a integração, mas ressaltando a presença da Fiems nos municípios de Mato Grosso do Sul. "Na gestão do Sergio Longen buscou-se as parcerias com as prefeituras e vemos hoje a presença da Federação em várias cidades do Estado, seja com bibliotecas do Sesi, seja com a qualificação de mão de obra para atender as industrias. Isso contribui para o desenvolvimento", disse.

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, defendeu as parcerias entre setor público e privado para o desenvolvimento da região. "Desde que chegamos à Prefeitura temos tido um diálogo muito positivo e a parceria que fizemos com a Fiems tem dado muito resultado. Sérgio Longen é um gestor de ampla visão, um homem que consegue enxergar mais longe, é pró-ativo, é rápido, além da enorme capacidade de aglutinar pessoas ao seu entorno", disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Ao menos 14 órgãos abrem inscrições para preencher quase mil vagas
EMPRÉSTIMO
Sem regra rígida para consignado, bancos mantêm assédio a idosos
CAMPO GRANDE
Advogado é preso por intimidar policiais durante fiscalização
POLÍCIA
Para defender a mãe de agressão, adolescente mata padrasto a tiros
CONCURSO
IFMS encerra inscrições para seleção de professores substitutos
TRÊS LAGOAS
Mulher morre ao dar entrada em hospital com dengue dos tipos B e C
BRASIL
MEC quer saber quantas adolescentes em idade escolar engravidaram
CAMPO GRANDE
Policial municipal embriagado é preso após atirar em frente conveniência
SHOWBIZZ
Debora Nascimento e José Loreto se separam após 6 anos
PROBLEMAS FINANCEIRO
Endividado, Emerson Fittipaldi tem contas bloqueadas por Justiça

Mais Lidas

TRÂNSITO
Vídeo mostra acidente que matou duas pessoas em Dourados
TRÂNSITO QUE MATA
Dois morrem em colisão frontal em Dourados
DOURADOS
Jovem morre após troca de tiros com a polícia no Água Boa
JARDIM COLIBRI
Homem é executado na frente da mulher em Dourados