Menu
Busca sexta, 15 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

MS pode receber mais de R$ 1 bilhão para o Minha Casa Minha Vida 2

17 junho 2011 - 12h43

Mato Grosso do Sul foi reconhecido nacionalmente como o estado que mais se destacou na contratação da primeira etapa do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV). Essa informação foi repassada pela ministra do Planejamento Miriam Belchior durante entrevista concedida ao Programa Bom dia Ministro da Rádio EBC, desta sexta-feira (17).

Segundo Miriam apenas a Bahia se equipara nos resultados obtidos em MS no que diz respeito à contratação de obras viabilizadas por recursos do Minha Casa Minha Vida. A ministra juntamente com a secretária Nacional de Habitação Inês Magalhães reconheceram e cumprimentaram a atuação do secretário de Estado de Habitação e das Cidades, Carlos Marun frente à execução do programa.

Segundo informações do secretário foram contratadas no total 7.168 unidades habitacionais por meio da 1ª etapa do PMCMV, que foram contratados por diversas modalidades.

Dentre elas, o sub-50 (que atende municípios com menos de 50 mil habitantes), foram contratadas 880 unidades (contratos direto do governo do Estado); 570 unidades (contratos diretos pelas prefeituras em parceria com o governo do Estado) e 400 unidades (diretos por entidades e/ou associações sociais em parceria com o governo do Estado).

Já para cidades com mais de cem mil habitantes, como por exemplo: Campo Grande, Dourados, Três Lagoas e Ponta Porã, foram viabilizadas 5.318. Totalizando as 7.168 moradias contratadas na 1ª etapa do projeto que representa um investimento superior a R$ 250 milhões.

Nesta semana a presidenta Dilma Roussef lançou a segunda etapa do Minha Casa Minha Vida em Brasília. A meta é contratar mais dois milhões de moradias até o ano de 2014, ela anunciou ainda a possibilidade de se contratar mais 600 mil moradias, caso o programa tenha um bom andamento em sua execução.

Serão mais de R$ 125 bilhões investidos no setor habitacional brasileiro, dando prioridade à construção de moradias as famílias que possuam menor renda familiar, ou seja, que recebam até três salários mínimos.

Para o MS está previsto a quantia de aproximadamente R$ 1,8 bilhão de recursos para serem investidos na construção de 30 mil casas. Esse valor é baseado no déficit habitacional do Estado que é de quase 1,5% em relação ao déficit nacional, isso representa a necessidade de cerca de 70 mil casas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Trio suspeito de envolvimento em assaltos é preso com arsenal de guerra
POLÍTICA
Senador Nelsinho consegue R$ 4,5 milhões de recursos federais para MS
GAMELEIRA
Integrantes do PCC fazem motim e ameaçam ataques na Capital
ESPORTES
Divulgada a lista dos representantes de MS nas Paralimpíadas Escolares
Comerciante é condenado a prestar serviços comunitários por atirar em cliente
DOURADOS
Mesa redonda e encontro de mães marcam o Dia da Prematuridade no HU
BR-262
Polícia encontra dois corpos em carro incendiado às margens de rodovia
FERIADO
Coleta de lixo será suspensa no dia da Proclamação da República
Traficante brasileiro que liderava facção é expulso pelo Paraguai
CINEMA
Fernanda Montenegro descarta papel no filme 'Animais Fantásticos'

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista cai em golpe, tenta fugir e é amarrado por criminosos às margens de rodovia
REPRODUÇÃO SIMULADA
Às vésperas de júri popular, assassinato terá reconstituição em Dourados
CAMPO GRANDE
Socorro tenta reanimação por mais de 1h, mas homem morre vítima de descarga elétrica
Proclamação da República
Confira o que abre e fecha em Dourados no feriado