Menu
Busca sexta, 22 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
ABSURDO

Motorista é multado por avançar sinal em cruzamento que não existe

02 julho 2015 - 08h05

Todos os meses são registradas mais de 6 mil multas, apenas pelos agentes de trânsito de Campo Grande. Apesar da fiscalização que há sobre a aplicação de infrações a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), admite falhas esporádicas. Segundo o site Midiamax, nesta semana, por exemplo, um funcionário público ficou surpreso ao constatar que foi multado em um cruzamento inexistente.

Segundo o funcionário público, de 30 anos, que preferiu não se identificar, a multa foi registrada no dia 22 de junho, às 19h19, em um suposto cruzamento entre as ruas General Nepomuceno Costa e Campo Grande, no entanto, as vias não se encontram.

Conforme o mapa, a Rua General Nepomuceno Costa, está localizada na Vila Alba, na região oeste da cidade. Já a Rua Campo Grande, fica na Vila Ipiranga, no sul da Capital. O motorista diz que só descobriu o erro depois de consultar alguns dados no Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

“Fui multado por passar no sinal vermelho em um cruzamento que não existe. Além disso, nunca passo por nenhuma destas duas ruas e não me recordo de ter saído nesse horário naquele dia. É um abuso por parte dos agentes de trânsito. Confundiram a rua e o veículo. Deveriam verificar antes de fazer a notificação”, afirma.

Depois de constatar o erro, o motorista entrou em contato com a Agetran e foi informado de que poderá recorrer, no entanto, o funcionário público reclama do transtorno por conta do equívoco. “Trabalho e vou ter de usar meu horário de almoço para resolver um problema provocado pelo erro de um agente de trânsito. Isso é um absurdo”, enfatiza.

Questionada sobre a situação relatada, a assessoria de comunicação da Agetran garante que são feitas fiscalizações sobre a aplicação de multas, mas admite que pode haver falha humana e ressalta que os erros não são constantes e que oferece aos condutores a oportunidade de recorrer.

Segundo as informações, caso seja constatada irregularidade na aplicação da multa, o motorista deve ir ao Protocolo da Agetran e solicitar o cancelamento da infração. Caso o motorista não possa ir pessoalmente ao local, por residir em outro município, é necessário que o ele retire o formulário no site e siga todas as orientações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Bruna Griphao deixa tanquinho à mostra durante passeio na cachoeira
RORAIMA
Venezuela fecha fronteira com o Brasil no horário determinado por Maduro
BR-060
Perseguição acaba com 3 presos e caminhonete com maconha apreendida
REPASSES
Ministro do STF dá mais um ano para Congresso regulamentar a Lei Kandir
CAPITAL
PM encontra saco com 78 quilos de maconha em terreno baldio
MEIO AMBIENTE
Duas jibóias e uma jararaca foram capturadas nesta quinta na Capital
UFGD
Trote do Bem aumenta o número de doadores de medula óssea
APOSENTADO
Sargento da PM pega 4 anos de prisão por matar mulher a tiros
DOURADOS
Guarda Mirim abre turma e recebe título de Utilidade Pública Estadual
MEC
Instituições federais de ensino de MS recebem R$ 2,61 milhões

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher que encomendou morte de marido é transferida para presídio
OPORTUNIDADE
Prorrogadas inscrições em processo seletivo para contratação de Assistentes de Atividades Educacionais
JARDIM PIRATININGA
Recém-nascida é encontrada sob tanque de lavar roupas em Dourados
DOURADOS
Investigado por estupro de enteadas, homem é preso com pornografia infantil no celular