Menu
Busca sexta, 16 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
ABSURDO

Motorista é multado por avançar sinal em cruzamento que não existe

02 julho 2015 - 08h05

Todos os meses são registradas mais de 6 mil multas, apenas pelos agentes de trânsito de Campo Grande. Apesar da fiscalização que há sobre a aplicação de infrações a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), admite falhas esporádicas. Segundo o site Midiamax, nesta semana, por exemplo, um funcionário público ficou surpreso ao constatar que foi multado em um cruzamento inexistente.

Segundo o funcionário público, de 30 anos, que preferiu não se identificar, a multa foi registrada no dia 22 de junho, às 19h19, em um suposto cruzamento entre as ruas General Nepomuceno Costa e Campo Grande, no entanto, as vias não se encontram.

Conforme o mapa, a Rua General Nepomuceno Costa, está localizada na Vila Alba, na região oeste da cidade. Já a Rua Campo Grande, fica na Vila Ipiranga, no sul da Capital. O motorista diz que só descobriu o erro depois de consultar alguns dados no Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

“Fui multado por passar no sinal vermelho em um cruzamento que não existe. Além disso, nunca passo por nenhuma destas duas ruas e não me recordo de ter saído nesse horário naquele dia. É um abuso por parte dos agentes de trânsito. Confundiram a rua e o veículo. Deveriam verificar antes de fazer a notificação”, afirma.

Depois de constatar o erro, o motorista entrou em contato com a Agetran e foi informado de que poderá recorrer, no entanto, o funcionário público reclama do transtorno por conta do equívoco. “Trabalho e vou ter de usar meu horário de almoço para resolver um problema provocado pelo erro de um agente de trânsito. Isso é um absurdo”, enfatiza.

Questionada sobre a situação relatada, a assessoria de comunicação da Agetran garante que são feitas fiscalizações sobre a aplicação de multas, mas admite que pode haver falha humana e ressalta que os erros não são constantes e que oferece aos condutores a oportunidade de recorrer.

Segundo as informações, caso seja constatada irregularidade na aplicação da multa, o motorista deve ir ao Protocolo da Agetran e solicitar o cancelamento da infração. Caso o motorista não possa ir pessoalmente ao local, por residir em outro município, é necessário que o ele retire o formulário no site e siga todas as orientações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Tatiele Poliana exibe tanquinho trincado em clique de biquíni
MARACAJU
Jovem é presa na MS-164 tentando levar droga para o Mato Grosso
NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
CORUMBÁ
Casamento comunitário terá casais homoafetivos pela primeira vez
CRESCIMENTO
Colheita de cana-de-açúcar soma 2,2 milhões de toneladas em outubro
RURAL
Pequenos produtores de Itaporã aderem à agricultura de precisão
LEICEMIA
Criança de 1 ano precisa de doação de sangue e plaquetas
ODEBRECHT
PGR pede prorrogação de inquérito contra Aécio Neves no Supremo
UFGD
Estudantes estrangeiros podem concorrer a bolsas pelo projeto Milton Santos
ECONOMIA
Estudantes poderão renovar contratos do Fies até o dia 23

Mais Lidas

DOURADOS
Carro fica submerso em túnel alagado e homem precisa quebrar o vidro para sair
CAMPO GRANDE
Empresário é executado e filho fica ferido em atentado
CAMPO GRANDE
Empresário executado na Capital era avalista em dívida de R$ 40 milhões
DOURADOS
Chuva forte deixa ruas e até rodoviária alagada