Menu
Busca quinta, 05 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221
APÓS PARALISAÇÃO

JBS anuncia retomada dos abates e manutenção de investimentos no MS

21 outubro 2017 - 08h00Por Da Redação

O grupo JBS retoma os abates nos sete frigoríficos instalados em Mato Grosso do Sul a partir da próxima terça-feira (24.10) e vai manter os investimentos em andamento. A garantia foi dada pelo presidente da Divisão de Carnes Brasil da empresa, Renato Costa, durante reunião na Governadoria convocada pelo governador Reinaldo Azambuja e que foi realizada no final da tarde desta sexta-feira (20).

A empresa abate em média 6 mil bovinos por dia no Estado e havia anunciado a paralisação das atividades após a Justiça bloquear R$ 730 milhões em pedidos de duas ações públicas, uma da CPI que apura irregularidades fiscais da empresa no MS e outra protocolada por dois advogados.

Na reunião ficou acertado que na segunda-feira as assessorias jurídicas da JBS, da Assembleia Legislativa e do Governo do Estado apresentarão ao juiz que determinou o bloqueio das contas da JBS, a minuta de um acordo em que a empresa se compromete a oferecer bens em garantia para ressarcir o Estado pela dívida acumulada, para que possa ter as contas desbloqueadas.

O grupo assumiu o compromisso também de manter as atividades normais e o emprego dos cerca de 15 mil funcionários que atuam em Mato Grosso do Sul.

O governador Reinaldo Azambuja destacou, durante a reunião, que as conversas mantidas com a JBS foram de Governo do Estado com a empresa, independentemente das questões relacionadas a holding J&F, uma das donas da JBS. “A nossa preocupação foi em garantir as atividades da empresa e principalmente manter o emprego dos trabalhadores, para que a gente pudesse dar tranquilidade a essas pessoas que estavam vivendo o medo de perderem o emprego”, comentou.

Reinaldo Azambuja destacou que a decisão anunciada por Renato Costa não se restringe ao setor frigorífico. “A JBS anunciou a manutenção de todas as atividades em Mato Grosso do Sul, a continuidade dos abates, do trabalho da Seara, da Eldorado”, disse o governador.

Durante a reunião, o presidente da Divisão de Carnes Brasil da JBS disse que entre os investimentos que serão mantidos, está a ampliação da planta da empresa na saída para Sidrolândia, onda está sendo construído um prédio que abrigará o setor onde serão fabricados produtos fármacos, tendo como matéria-prima subprodutos bovinos, como sangue.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

RURAL
Nova Andradina é alvo de pesquisa da Embrapa sobre controle de javalis
ACIDENTES
Dez pessoas morrem por mês nas rodovias federais de MS
PUNIDO
Eduardo Bolsonaro é destituído da presidência do PSL em São Paulo
FRONTEIRA
Corpo encontrado carbonizado é de adolescente desaparecido
EDUCAÇÃO
MEC lança material para incentivar pais a lerem para os filhos
JUSTIÇA
Vício na construção do imóvel configura responsabilidade da construtora
BENEFÍCIO
Diretoria de Educação a Distância da UEMS seleciona bolsistas
BRASIL
Clientes do BB podem pagar contas por assistente de voz do Google
TRÊS LAGOAS
Secretaria de Saúde investiga morte de professora por suspeita de dengue
CAMPO GRANDE
Trio faz limpa em residência após renderem idoso que guardava veículo

Mais Lidas

POLÍCIA
Morto em ação policial no MS era afamado como líder do novo cangaço
FRONTEIRA
Quatro assaltantes de carro-forte são mortos em confronto com a polícia
DOURADOS
Júri condena a 64 anos de prisão cinco réus por atentado contra empresário
DOURADOS
Homem é preso ‘arrastando’ moto na região central