Menu
Busca Quarta, 13 de Dezembro de 2017
(67) 9860-3221
BENEFÍCIO

Inscrições para o bolsa Atleta e bolsa Técnico terminam nesta terça-feira

25 Setembro 2017 - 11h31

Os destaques esportivos de Mato Grosso do Sul podem se candidatar a receber um auxílio financeiro, durante 12 meses até esta terça-feira, dia 26 de setembro. As inscrições que começaram no dia 6 de setembro terminam amanhã para as bolsas Atleta e Técnico estaduais.

São oferecidas 100 bolsas-atletas estudantis (R$ 350,00) e 50 bolsas-atletas nacionais (R$ 800,00). A estudantil é direcionada a alunos-atletas, com idade entre 12 e 17 anos, que se destacam em competições estudantis nacionais e internacionais. O principal objetivo é dar uma ajuda de custo mensal para manter o talento escolar treinando e participando das competições. A bolsa-atleta nacional é destinada aos talentos esportivos que brilham em campeonatos nacionais e internacionais. A intenção é oferecer um auxílio financeiro mensal para que o atleta, com idade mínima de 14 anos, não abandone o esporte e possa continuar se dedicando a representar Mato Grosso do Sul.

A novidade na categoria fica por conta da bolsa Pódio Complementar (R$ 800,00), destinada a 20 atletas que já recebem bolsa Federal.

Cada tipo de bolsa tem critérios específicos de concessão que devem ser necessariamente preenchidos para que o candidato possa receber o auxílio mensal. Em comum, a exigência de nacionalidade brasileira, de residir em Mato Grosso do Sul, estar em plena atividade esportiva, ter resultados expressivos em suas modalidades, não ser suspenso ou sofrer sanções disciplinares.

Outra inovação é a bolsa Técnico. Único Estado do Brasil a oferecer auxílio financeiro ao professor formador e treinador dos atletas, MS disponibiliza 10 bolsas técnico nível I (R$ 500) e 10 nivel II (R$ 750). No I, são contemplados técnicos em nível escolar, responsáveis pelos alunos-atletas habilitados a receber a bolsa-atleta estudantil. A nível II beneficia os técnicos dos atletas de ponta, aptos a receber as bolsas pelo desempenho em competições nacionais e internacionais.

Para concorrerem, os técnicos precisam, entre outras exigências, estar em plena atividade há pelo menos três anos, serem brasileiros, residirem no Mato Grosso do Sul, terem obtidos bons resultados em competições oficiais e serem profissionais de Educação Física devidamente inscritos no Conselho Regional.

Atletas e técnicos de modalidades olímpicas, não-olímpicas, paralímpicas e não-paralímpicas poderão se candidatar. As bolsas têm duração de 12 meses e não há renovação. Uma nova seleção é feita considerando os resultados do ano anterior ao pedido e aferindo os requisitos no momento da inscrição.

A lei ainda prevê a suspensão e o cancelamento da bolsa em casos de má conduta dos contemplados como falsidade documental, suspensão por indisciplina, declaração falsa ou quando deixam de cumprir os requisitos durante o recebimento do benefício como mudança do Estado e abandono da prática esportiva.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Juiz manda acusado de esquartejar a mãe para hospital da Capital
DOURADOS
Délia inaugura dois Ceim’s nesta sexta-feira
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Geraldo comemora aprovação em Plenário de reajuste de valores pagos a lotéricas pela Caixa
FLAGRANTE
Homem é preso com uso de documento falso
ASSEMBLEIA
Deputados aprovaram Orçamento de R$ 14 bi em 1ª votação
CORUMBÁ
Dono de restaurante com 230 kg de pescado ilegal é autuado pela PMA
BARBÁRIE
Acusado de esquartejar mãe é levado para audiência
PALESTRA
Servidores participam de palestra com foco no atendimento público
BRASIL
Congresso mantém veto a armas para agentes de trânsito
CONCERTO
Orquestra UFGD e Geraldo Espíndola homenageiam os 40 anos de MS

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Identificada motorista que morreu após acidente na BR-163
BR-463
Douradense é preso com maconha após luta corporal com policial
DOURADOS
Família é presa com mais de R$ 18 mil falsos na BR 463
RENAIS CRÔNICOS
Falta de transporte a pacientes renais gera protesto em Dourados