Menu
Busca quinta, 24 de maio de 2018
(67) 9860-3221
SICREDI
MUDANÇA

Governo estuda liberar FGTS para pagamento do Fies e crédito consignado

31 outubro 2017 - 13h05Por G 1

O governo federal estuda a liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para pagar dívidas do Fundo do Financiamento Estudantil (Fies) e do crédito consignado.

Pelas mudanças que vêm sendo estudadas, quem tiver empréstimo consignado - quando o desconto já vem na folha de pagamento - e perder o emprego poderá pagar parte da dívida com o FGTS. Haverá um limite: 10% do fundo poderá ser usado para isso.

A regra valeria para quem pedir demissão ou for demitido por justa causa, e também para futuras demissões acordadas entre patrões e empregados.

Atualmente, só tem direito a sacar o FGTS quem é demitido sem justa causa.

As medidas em estudo também preveem que quem tem dívida do Fies poderá usar o dinheiro do fundo para pagar o empréstimo. Essa possibilidade foi incluída em uma medida provisória que está na Câmara dos Deputados.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUSTO
Pilotos sobrevivem a queda de aeronave da FAB no Rio
ALTA NOS PREÇOS
Donos de postos aproveitam gasolina escassa e vendem produto a R$ 5
GREVE DOS CAMINHONEIROS
Quarto dia de bloqueio fecha 30 trechos em 21 cidades de MS
MARACAJU
Veículo abarrotado de cigarros contrabandeados é apreendido
DOURADOS
Grupo é flagrado marcando lotes durante invasão de área pública
CONFUSÃO
Cliente é agredido com socos por funcionário de posto de combustíveis
Os dois começaram a discutir e o frentista passou a atender outros clientes
DOURADOS
Mulher tem moto furtada no Jardim América
RURAL
Brasil recebe certificação de país livre da febre aftosa com vacinação
TENTATIVA DE HOMICÍDIO
Rixa antiga teria motivado atentado contra “zóio de gato”
VIOLÊNCIA URBANA
Ladrão da “faca de açougueiro” faz duas vítimas em Dourados

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Douradense morre em acidente na MS-270
RODOVIAS BLOQUEADAS
Greve dos caminhoneiros pode paralisar indústria em Dourados
MANIFESTAÇÃO
Caminhoneiros bloqueiam três trechos da BR-163 em Dourados
OPERAÇÃO OIKETIKUS
Gaeco volta às ruas contra "máfia do cigarro"