Menu
Busca sexta, 19 de julho de 2019
(67) 9860-3221
ECONOMIA

Governo discute aumento do percentual de biodiesel no óleo diesel

14 setembro 2018 - 16h50Por Agência Brasil

O Ministério de Minas e Energia (MME) vai realizar na próxima sexta-feria (21) uma audiência pública para debater o cronograma relativo à elevação do percentual obrigatório de biodiesel ao óleo diesel, de acordo com portaria publicada hoje (14) no Diário Oficial da União. A intenção do governo é discutir se o aumento do percentual de biodiesel se dará de forma mais lenta ou acelerada.

"A proposta define duas possibilidades para o avanço: mais lenta ou mais acelerada, a depender da sua competitividade em termos de preço e oferta, a partir de critérios transparentes", informou o ministério.

Desde o início de março, o percentual obrigatório de biodiesel na mistura de diesel é 10%. Inicialmente, a determinação era de que o percentual ficasse em 9%. No entanto, há a possibilidade de a mistura chegar a até 15% (B15) ao longo dos próximos anos, de maneira gradual e progressiva. "A proposta também condiciona à conclusão dos testes em veículos e motores para validação ampla da mistura B15, conforme determina a lei”, informou a assessoria da pasta.

A audiência será realizada na sede do MME, em Brasília, e aberta à participação de quaisquer interessados, mediante inscrição prévia. Ainda de acordo com a pasta as sugestões vão embasar a resolução do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).

O percentual de 10% de biodiesel no diesel só começaria a valer a partir de março do próximo ano, mas em novembro de 2017 o CNPE decidiu antecipar a elevação. De acordo com o MME, com a antecipação, a expectativa é de que a demanda por biodiesel aumente em 1 bilhão de litros neste ano. A estimativa de consumo é de 5,3 bilhões de litros em 2018.

O aumento no uso de biocombustíveis faz parte do Renovabio, programa do Governo Federal que busca melhorar a eficiência energética e a redução de emissões de gases causadores do efeito estufa na produção.

O programa vai contribuir para que o Brasil cumpra os compromissos firmados no âmbito do Acordo de Paris sob a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima. Entre as metas da convenção está a de reduzir as emissões de carbono verificadas em 2017 em mais de 10% até em 2028.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Seguradora de viagens pagará R$15.000,00 por assistência indevida
POLÍCIA
PF prende ‘Galã’, do PCC acusado de envolvimento na morte de Rafaat
IMPASSE
Petrobras se nega a abastecer navios iranianos por temer sanções
Idoso de 81 anos incendeia casa após usar fogo para espantar insetos
EDUCAÇÃO
Canditados na lista de espera do ProUni devem comprovar informações
DOURADOS
Prefeitura ameaça romper contrato com empreiteira responsável por reforma do PAM
EDUCAÇÃO
Prorrogado prazo de inscrição para a reunião da SBPC na UFMS
LEGISLATIVO
Renato Câmara fecha semestre com 6 novos projetos de lei e mais de 275 proposições
INTERNACIONAL
Junho teve a maior temperatura já registrada para o mês no planeta
ECONOMIA
Dólar termina a semana em alta, de olho em projeções sobre juros nos EUA

Mais Lidas

FRONTEIRA
Pistoleiros são presos após executarem homem a tiros
DOURADOS
Delegado encerra Inquérito e aguarda perícia para saber se tiro que matou bioquímico foi acidental
DOURADOS
AGORA: Homem é baleado no Estrela Verá
FRONTEIRA
Suspeito de ter matado homem encontrado boiando em rio é preso