Menu
Busca domingo, 13 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
FOMENTO

FCO aprova R$ 335 milhões a mais para atender empreendedores de MS

16 setembro 2019 - 21h50Por Da redação

O Condel/Sudeco (Conselho Deliberativo do Desenvolvimento do Centro-Oeste) aprovou aumento de R$ 335 milhões no FCO (Fundo de Financiamento do Centro-Oeste) para Mato Grosso do Sul. O recurso vai ser disponibilizado ainda este ano, aumentando de R$ 1,687 bilhão para R$ 2,022 bilhões o total a ser disponibilizado aso empreendedores.

A decisão foi tomada na tarde de hoje, dia 16 de setembro, em Brasília, durante reunião do Conselho que teve a participação do Ministro do Desenvolvimento Regional (MDR), Gustavo Canuto, que preside o colegiado; do Governador Reinaldo Azambuja; do superintendente da Sudeco, Nelson Fraga; e representantes dos estados que integram a Região Centro-Oeste.

Reinaldo Azambuja comemorou a decisão, enfatizando: “São R$ 335 milhões a mais para todos os segmentos produtivos, setor rural, indústria, comércio, turismo. Todo aquele segmento que demandava recurso, nós vamos aportar mais R$ 335 milhões até o final do ano. É importante porque são recursos que não tínhamos, agora foram disponibilizados e que vão ajudar muito o setor produtivo em todo o Mato Grosso do Sul”, afirmou.

O titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, que acompanhou o governador nas reuniões em Brasília, também destacou a importância dessa decisão para a economia do Estado.

“Foi um passo importante para que a gente atenda o setor produtivo do Estado de Mato Grosso do Sul, principalmente os médios produtores e atender também aquelas propostas que já estavam incorporadas dentro do banco”, comentou Verruck

Ele disse que outra decisão importante do Condel foi com relação a um pleito de Mato Grosso do Sul. “O segundo ponto importante foi que voltamos a discutir os recursos destinados a cooperativas, que foi uma proposta de MS, de que 10% do total dos recursos sejam aplicados em cooperativismo e o ministro nos apresentou uma Medida Provisória que trata especificamente disso, aonde dará aos conselhos do FCO estaduais a autonomia, quer dizer, os bancos cooperativos trabalhariam na mesma situação do Banco do Brasil. O ministro vai enviar essa Medida Provisória para depois ser aprovada pelo Congresso”, explicou o secretário.

O Condel deliberou pelo remanejamento de recursos que já estavam previstos para aplicação em ações próprias, desta forma o valor a que todos os estados terão direito vai aumentar, subindo de R$ 7,030 bilhões para R$ 8,425 bilhões, seguindo a regra da proporcionalidade definida em Lei. Mato Grosso do Sul teve o valor elevado de R$ 1,687 bilhão para R$ 2,022 bilhões, R$ 335 milhões a mais. Goiás e Mato Grosso do Sul terão direito a mais R$ 460 milhões e o Distrito Federal mais R$ 140 milhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Bebê é sexta vítima de acidente na Via Dutra, sentido Rio de Janeiro
Unicef
26% das adolescentes brasileiras casam-se antes dos 18 anos
MS 42 ANOS
Identidade do Estado revela “Brasil profundo” nas artes plásticas
TUFÃO
Passagem do Hagibis no Japão provoca pelo menos 24 mortes
DOURADOS
Programação do “Outubro Rosa” tem evento no dia 16
FAMOSOS
Em meio aos rumos sobre affair, Grazi faz trilha com Caio Castro
DOURADOS
Universidade levará serviços à Praça Antônio João dia 23
ESTADO
Judiciário fará Semana da Conciliação no início de novembro
CRIME
Caçador foge da PMA, mas abandona moto, rifle e munições e acaba identificado
BRASIL
Após dez dias internado, general Villas Bôas recebe alta hospitalar

Mais Lidas

CONFUSÃO
Homem morre em confronto com a Guarda Municipal de Dourados
DOURADOS
Acionados para atender queda de moto, Bombeiros só encontram vítima no local
CLIMA
Previsão aponta dias chuvosos e queda de temperatura em Dourados
RIO BRILHANTE
Acidente envolvendo carro de passeio e carreta mata motorista na BR-267