Menu
Busca terça, 19 de junho de 2018
(67) 9860-3221

Falta de práticas inovadoras afasta empresas do acesso ao crédito

02 junho 2011 - 08h17

A falta da adoção de práticas inovadoras é um dos motivos que afasta muitas empresas do acesso ao crédito, segundo apontou o doutor em Economia de Empresas da FGV/EAESP, Lauro Emílio Gonzalez Farias, durante a palestra gratuita “Ambiente de Negócios no Brasil – Serviços Financeiros como Estratégia de Desenvolvimento Empresarial” realizada ontem à noite (01/06), no auditório térreo do Edifício Casa da Indústria, no âmbito do programa de Capacitação Empresarial do IEL em parceria com o Sebrae/MS, para uma platéia composta por 150 empresários e estudantes. “Com certeza essa é uma questão que impossibilita o acesso ao crédito em muitos casos”, complementou.

Ainda na avaliação do palestrante, em alguns momentos existem recursos disponíveis, mas faltam produtos adequados. “Por isso é importante esclarecer o binômio acesso e uso”, disse, abordando também as transformações básicas do sistema financeiro no Brasil, o acesso ao crédito e o binômio acesso e uso. “Falamos dessas transformações nos últimos dez anos. Tivemos o que eu chamo de choque favorável do fator externo na economia brasileira”, reforçou, acrescentando que os efeitos disso são positivos, principalmente, para o mercado de crédito.

O superintendente do IEL, Bergson Amarilla, destacou que a palestra integra o Programa de Capacitação Empresarial desenvolvido em parceria com o Sebrae e FatecSenai Campo Grande, cabendo ao Instituto oferecer as ferramentas de gestão para as empresas industriais. “Temos o papel de trazer temas importantes para o dia-a-dia das empresas”, declarou, ressaltando que a proposta também visa aumentar a oferta de cursos para empresas, sempre em parceria com outras instituições. “Caminhamos no sentido de oferecer capacitações para as empresas e a gestão de finanças, tema da palestra, é um item que compõe o sucesso e deve estar alinhado à estratégia e à inovação”, pontuou.

Para o gerente de produção da Art Acrílicos, Gilberto Carlos Gouveia, a iniciativa do IEL em realizar a palestra foi importante para esclarecer os caminhos de acesso ao crédito e obter informações sobre o contexto econômico atual. “As empresas precisam dessas informações, precisam ter acesso a pessoas que trazem esse contexto e ampliem o nosso conhecimento. O IEL está de parabéns pela iniciativa”, ressaltou.

A contadora da Hidrosul Ambiental, Aline Vargas, também acredita que as empresas locais são carentes de informação. “Quando as entidades buscam esse conhecimento e convida as empresas para tratar do assunto torna essa informação mais acessível”, disse, acrescentando que isso contribui para o desenvolvimento das empresas e do Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
ProUni oferece 174 mil vagas; inscrições começam dia 26
DOURADOS
Câmara aprova projeto sobre eleições de diretores em escolas municipais
ELEIÇÕES 2018
Puccinelli volta a afirmar que vice será da região de Dourados
MANIFESTO
Educadores se unem por aumento, mas apenas magistério terá reajuste
DOURADOS
Juarez é advertido verbalmente por caso “200 contos”
DURANTE FISCALIZAÇÃO
Dupla de caçadores é presa e PMA apreende armas e munições
GERAL
Marçal cobra mais atenção para a educação em Dourados
EDUCAÇÃO
IFMS abre 1.140 vagas em cursos de qualificação profissional gratuitos
Cursos são ofertados em 13 municípios, nas modalidades presencial e a distância; inscrições têm início no dia 25 de junho
DOURADOS
Indígena é preso com moto furtada em 2017
ESPORTE
Corumbaense disputará Sub-19, depois de Coxim deixar o campeonato

Mais Lidas

PARANHOS
Testemunha de atentado a prefeito é executada
SOLIDARIEDADE
Douradense busca ajuda para conseguir manter a família
DOURADOS
Polícia fecha boca de fumo e prende homem no Clímax
PARANHOS
Calote em venda de fazenda teria motivado atentado a prefeito