Menu
Busca terça, 14 de agosto de 2018
(67) 9860-3221

Falta de práticas inovadoras afasta empresas do acesso ao crédito

02 junho 2011 - 08h17

A falta da adoção de práticas inovadoras é um dos motivos que afasta muitas empresas do acesso ao crédito, segundo apontou o doutor em Economia de Empresas da FGV/EAESP, Lauro Emílio Gonzalez Farias, durante a palestra gratuita “Ambiente de Negócios no Brasil – Serviços Financeiros como Estratégia de Desenvolvimento Empresarial” realizada ontem à noite (01/06), no auditório térreo do Edifício Casa da Indústria, no âmbito do programa de Capacitação Empresarial do IEL em parceria com o Sebrae/MS, para uma platéia composta por 150 empresários e estudantes. “Com certeza essa é uma questão que impossibilita o acesso ao crédito em muitos casos”, complementou.

Ainda na avaliação do palestrante, em alguns momentos existem recursos disponíveis, mas faltam produtos adequados. “Por isso é importante esclarecer o binômio acesso e uso”, disse, abordando também as transformações básicas do sistema financeiro no Brasil, o acesso ao crédito e o binômio acesso e uso. “Falamos dessas transformações nos últimos dez anos. Tivemos o que eu chamo de choque favorável do fator externo na economia brasileira”, reforçou, acrescentando que os efeitos disso são positivos, principalmente, para o mercado de crédito.

O superintendente do IEL, Bergson Amarilla, destacou que a palestra integra o Programa de Capacitação Empresarial desenvolvido em parceria com o Sebrae e FatecSenai Campo Grande, cabendo ao Instituto oferecer as ferramentas de gestão para as empresas industriais. “Temos o papel de trazer temas importantes para o dia-a-dia das empresas”, declarou, ressaltando que a proposta também visa aumentar a oferta de cursos para empresas, sempre em parceria com outras instituições. “Caminhamos no sentido de oferecer capacitações para as empresas e a gestão de finanças, tema da palestra, é um item que compõe o sucesso e deve estar alinhado à estratégia e à inovação”, pontuou.

Para o gerente de produção da Art Acrílicos, Gilberto Carlos Gouveia, a iniciativa do IEL em realizar a palestra foi importante para esclarecer os caminhos de acesso ao crédito e obter informações sobre o contexto econômico atual. “As empresas precisam dessas informações, precisam ter acesso a pessoas que trazem esse contexto e ampliem o nosso conhecimento. O IEL está de parabéns pela iniciativa”, ressaltou.

A contadora da Hidrosul Ambiental, Aline Vargas, também acredita que as empresas locais são carentes de informação. “Quando as entidades buscam esse conhecimento e convida as empresas para tratar do assunto torna essa informação mais acessível”, disse, acrescentando que isso contribui para o desenvolvimento das empresas e do Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Susana Werner posa de biquíni fio e rende elogios no Instagram
AUDIÊNCIA
Gestores cobram da União percentual fixo para gastos com saúde
DOURADOS
Pais são homenageados pelo grupo ABV
EDUCAÇÃO
Simpósio de Cirurgia Plástica será realizado em Dourados
MEIO AMBIENTE
Onça-pintada resgatada recebe tratamento em universidade de MS
ELEIÇÕES 2018
Amôedo registra e já são seis candidatos à presidência oficializados no TSE
RIBAS DO RIO PARDO
Polícia faz operação contra revendas clandestinas de botijões
BRASIL
Governo e concessionárias discutem relicitação no setor de transportes
MS-376
Motorista perde controle e carreta cai em ribanceira
SECURA
Após dias chuvosos, umidade do ar volta a baixar e bate 25% em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Homem encontrado morto em obra estava desaparecido desde sexta-feira
DOURADOS
Homem é encontrado morto em obra com as mãos e pés amarrados
DOURADOS
Rapaz foi morto com duas facadas no pescoço
DOURADOS
Corpo é encontrado no Jardim Carisma