Menu
Busca sexta, 26 de abril de 2019
(67) 9860-3221

Empréstimo sob penhor cresce 23% no Mato Grosso do Sul

20 maio 2011 - 10h28

A Caixa Econômica Federal realizou no Mato Grosso do Sul, no primeiro quadrimestre deste ano, mais de 75 mil contratos de empréstimos sob penhor, no valor total de R$ 52,4 milhões. O resultado representa um crescimento de 23% em relação ao mesmo período do ano passado.



Em maio de 2011, a CAIXA passou a oferecer o Super Limite do Penhor, que permite elevar o valor do empréstimo de 85% para até 130% do valor da garantia. O novo limite é oferecido para clientes com bom relacionamento no produto e capacidade de pagamento



O superintendente nacional de Clientes Pessoa Física Renda Básica da CAIXA, Humberto Magalhães, reforça que a versatilidade é outro fator de relevância, que se reflete na utilização do empréstimo por diversos públicos. “O produto atende tanto às expectativas de clientes que buscam recursos extras, para uma necessidade imediata, quanto àqueles que pretendem reorganizar o seu orçamento ou, até mesmo, para aqueles que somente querem deixar as suas joias em um lugar seguro e usufruir do crédito”, explica o Humberto.



A maioria dos clientes de penhor 75% são mulheres. Por volta de 35% dos clientes são autônomos ou têm seu negócio próprio. Pelo menos 78%, do total dos clientes, já utilizaram esse tipo de empréstimo mais de uma vez.



A CAIXA oferece o penhor há 150 anos, desde a sua criação, em 1861, por intermédio do Decreto Imperial 2.723. Ao longo dos anos, o banco promoveu diversas mudanças no produto, que mantiveram o penhor atraente, despertando interesse nas diversas gerações, que procuram o produto por suas características, como facilidade e rapidez na contratação, e por ser uma excelente opção para quem busca empréstimo a juros baixos.

COMO E ONDE CONTRATAR?

PENHOR - Para contratar uma operação de Penhor, basta apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência, além dos bens que servirão de garantia, que podem ser joias e outros objetos de valia, como metais nobres, diamantes e relógios ou canetas de alto valor. Os prazos de contratação variam de 01 a 180 dias. Não é realizada pesquisa cadastral, sendo o limite mínimo de R$ 50,00 e o máximo de R$ 100 mil por cliente.


MICROPENHOR – É uma alternativa de crédito fácil e juros mais baixos. Nos contratos de Micropenhor, destinados aos clientes com menor renda, o empréstimo é limitado a R$ 1.500,00 por cliente, com taxa de 2% ao mês. Os documentos exigidos, as garantias e os prazos de contratação são os mesmos do Penhor tradicional.

O Penhor pode ser contratado em qualquer uma das 451 agências da CAIXA, espalhadas por todo o Brasil, cujos endereços podem ser consultados pelo link: http://www1.caixa.gov.br/atendimento/index.asp.

No Mato Grosso do Sul sete agências da Caixa estão aptas para contração de empréstimo sob penhor, sendo três em Campo Grande e uma nos municípios de Corumbá, Dourados, Ponta Porá e Três Lagoas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Dada Favato, filha de Romário ostenta corpão em passaio na cachoeira
BR DISTRIBUIDORA
PGR pede condenação de Fernando Collor a 22 anos e 8 meses de prisão
CAPITAL
Com tuberculose, adolescente de 14 ans aguarda uma vaga em hospital
NOVA ANDRADINA
Bombeiro ajuda salvar vida de recém-nascido que se engasgou
DOURADOS
Capacitação de agentes de saúde vai alterar atendimento nas Unidades
RIO BRILHANTE
suspeito de matar dono de oficina com pistola .40 é preso
LEÃO
Um terço ainda não declarou IR a cinco dias do fim do prazo
BATAGUASSU
Polícia apreende 413 quilos de maconha em pátio de posto desativado
LIBERDADE
Carlos Ghosn paga R$ 17,8 milhões de fiança e é solto no Japão
CAMPO GRANDE
Homem suspeito de estuprar sobrinhas durante 3 anos é preso

Mais Lidas

DOURADOS
Vídeo mostra momento em que carona desce da moto e executa dono da lava-rápido no Jardim Pantanal
CAMPO GRANDE
Empresa demite funcionário por debochar de currículos em redes sociais
DOURADOS
Mulher é presa dentro de ônibus com 19 pacotes de skunk
DOURADOS
Auditoria da CGU revela irregularidades e superfaturamentos em contratos da Funsaud