Menu
Busca segunda, 18 de março de 2019
(67) 9860-3221
ECONOMIA

Dólar fecha em queda sobre o real nesta quinta, de olho em cena política

14 setembro 2017 - 18h20

O dólar fechou em queda após dia instável em relação ao real nesta quinta-feira (14), com os investidores ainda monitorando a cena política, à espera de eventual segunda denúncia contra o presidente Michel Temer pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, segundo a Reuters.

A moeda norte-americana caiu 0,72%, vendida a R$ 3,1155. Na semana, há alta acumulada de 0,68%. No mês e no ano, o dólar cai 1,02% e 4,13%, respectivamente.

"Embora esse risco (segunda denúncia) se coloque como potencialmente alto, a leitura de investidores é mais parcimoniosa, em especial pela noção predominante de que a Câmara deverá barrar a 2ª denúncia, assim como fez na 1ª", comentou a corretora H.Commcor em relatório.

A avaliação dos investidores é de que o presidente Michel Temer conseguirá barrar nova denúncia no Congresso, como já fez na primeira ocasião, o que alivia um pouco as tensões.

Ainda segundo a Reuters, as apostas sobre a nova denúncia cresceram depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou por unanimidade, na véspera, a arguição de suspeição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, feita pela defesa do presidente Temer.

Janot deixa o cargo no final de semana, substituído por Raquel Dodge a partir de segunda-feira, o que limita o prazo para a nova denúncia.

O STF também decidiu por unanimidade na quarta-feira suspender o julgamento sobre um pedido feito pela defesa de Temer para paralisar uma eventual nova denúncia.

No exterior

Mais cedo, saíram dois dados mais fortes sobre a economia norte-americana, que poderiam reforçar apostas para uma terceira alta de juros no país ainda este ano, destaca a Reuters. O número de pedidos de auxílio-desemprego, por exemplo, surpreendeu ao cair na semana passada, mas os dados têm que ser relativizados porque foram impactados pelos furacões Irma e Harvey.

Já a inflação ao consumidor subiu 0,4% em agosto ante previsão de elevação de 0,3%. Mas uma das razões para a alta foi o avanço dos custos com gasolina, decorrentes do furacão Harvey, que fechou o fechamento temporário de refinarias.

O Banco Central brasileiro não anunciou qualquer intervenção no mercado de câmbio nesta sessão, por ora. Em outubro, vencem US$ 9,975 bilhões em contratos de swap cambial tradicional - equivalentes à venda de dólares no mercado futuro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Idosa é flagrada com cigarro contrabadeado do Paraguai que seria revendido em Dourados
SELEÇÃO BRASILEIRA
Tite chama Fagner para a vaga de Daniel Alves
INTERNACIONAL
Turco de 37 anos é identificado como suspeito de ataque na Holanda
MOBILIZAÇÃO
Comitê que enfrenta violência sexual trabalha na prevenção contra o crime em MS
DOURADOS
Aos 15 anos, LeiloDom decide se reestruturar, mas ações continuam
POLÍCIA
Homem é preso com eletrônicos contrabandeados do Paraguai na BR-463
CRUELDADE
Homem invade casa da ex, não a encontra e atira contra cachorro
NETFLIX
Filme de assalto, "Operação Fronteira" aposta em tensão e alegorias políticas
TRAGÉDIA
Família que morreu em acidente na BR-060 seguia para missa de colação de grau
POLÍCIA
Quatro homens são presos e um adolescente apreendido em flagrante de armas e munições

Mais Lidas

DOURADOS
Colisão termina com mulher presa nas ferragens e semáforo no chão
POLÍCIA
Mulher é morta pelo marido com golpes de machadinha na frente do filho
FEMINICÍDIO
Vendedora morta pelo marido mostrava carinho pelos filhos e começava nova jornada na educação
APÓS CHUVAS
Erosão “engole” parte de rodovia em MS