Menu
Busca domingo, 17 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
BRASIL

Dólar fecha em queda após quatro altas consecutivas

12 fevereiro 2019 - 18h35Por G1

O dólar fechou em queda nesta terça-feira (12), com o mercado atento ao exterior após parlamentares dos Estados Unidos selarem um acordo preliminar para evitar nova paralisação do governo e expectativas sobre as negociações comerciais entre EUA e China, além de possíveis avanços na reforma da Previdência, destaca a Reuters.

A moeda norte-americana encerrou o dia vendida a R$ 3,7127, queda de 1,31% frente ao fechamento da véspera. O dólar turismo encerrou a R$ 3,8638.

Com bom humor e otimismo no exterior, investidores se voltam para ativos de risco e abandonam ativos considerados "portos seguros", como a divisa norte-americana, explicou à Reuters o superintendente da Correparti Corretora, Ricardo Gomes da Silva.

Negociadores parlamentares dos Estados Unidos chegaram a um acordo preliminar para buscar evitar outra paralisação parcial do governo no sábado, mas assessores afirmam que ele não inclui uma verba de US$ 5,7 bilhões que o presidente Donald Trump quer para um muro na fronteira com o México.

A guerra comercial entre EUA e China também segue no radar. Nesta terça-feira, o representante de Comércio dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, desembarcaram em Pequim para negociações comerciais de alto nível.

Segundo programação anunciada anteriormente, eles se reúnem na quinta e sexta-feira com o vice-premiê chinês, Liu He, o principal assessor econômico do presidente chinês, Xi Jinping.

"A questão de um possível acordo entre China e EUA traria um tom mais positivo, isso torna as bolsas um pouco melhores e o câmbio acaba refletindo esse otimismo", afirmou à Reuters o economista da Geral Investimentos, Denilson Alencastro.

As duas maiores economias do mundo trabalham para fechar acordo antes de 1º de março, data em que está previsto um aumento das tarifas dos EUA sobre produtos chineses.

Cenário local

Internamente, o foco seguiu na agenda econômica, com o mercado observando possíveis avanços relativos à reforma da Previdência, sob expectativa de que o presidente Jair Bolsonaro tenha alta do hospital nesta semana.

"O cenário deu uma melhorada em função da melhora do Bolsonaro. Com Bolsonaro tendo alta esta semana, já há um alívio para a reforma da Previdência, pode começar a avançar", afirmou à Reuters um operador de um banco nacional.

Na véspera, o porta-voz da Presidência afirmou que Bolsonaro não deve receber a proposta da reforma enquanto estiver no hospital. Mais cedo, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que o presidente deve retornar a Brasília até sexta-feira, quando deve tomar as "decisões finais" sobre o texto a ser encaminhado ao Congresso.

"Precisa ter a chancela dele (presidente) para que a proposta da reforma da Previdência siga e se coloque na mesa de fato o que o governo quer", avaliou Alencastro sobre a possibilidade de o presidente ter alta.

Além da definição de Bolsonaro sobre o texto, o mercado também monitora a articulação política do governo para assegurar os votos necessários no Congresso, destaca a Reuters.

O BC vendeu 10,33 mil swaps cambiais tradicionais, equivalente à venda futura de dólares. Assim rolou US$ 4,132 bilhões dos US$ 9,811 bilhões que vencem em março.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Graciele Lacerda exibe corpão em foto e recebe enxurrada de elogios
PROVA ACONTECE AMANHÃ
Concurso da Educação terá reforço na segurança
BRASIL
eSocial já tem 24 milhões de trabalhadores cadastrados
490 EMPRESAS
Jucems registra em janeiro, melhor resultado em cinco anos
BRASIL
Após tragédia, futuro do Ninho do Urubu está indefinido
CAMPO GRANDE
Casa é queimada e morador acredita em fogo criminoso
PROVAS AMANHÃ
Agência orienta candidatos de concurso a não viajarem com transportadores clandestinos
CASO QUE CHOCOU
Homem que furtou corpo de cemitério disse ter ouvido vozes
BRASIL
Repasses de fevereiro a beneficiários do Bolsa Família vão até o dia 28
BELEZA NATURAL
Asfalto da MS-450 avança entre morros e potencializa o turismo na Estrada Ecológica

Mais Lidas

TRÂNSITO
Vídeo mostra acidente que matou duas pessoas em Dourados
TRÂNSITO QUE MATA
Dois morrem em colisão frontal em Dourados
DOURADOS
Jovem morre após troca de tiros com a polícia no Água Boa
JARDIM COLIBRI
Homem é executado na frente da mulher em Dourados