Menu
Busca terça, 19 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
ECONOMIA

Dólar fecha em alta após inquérito contra Temer e prisão de Wesley Batista

13 setembro 2017 - 17h50

O dólar fechou em alta de 0,29% em relação ao real nesta quarta-feira (13), com os investidores monitorando a cena política doméstica após o presidente Michel Temer ter se tornado alvo de novo inquérito e depois da prisão do presidente-executivo da JBS, Wesley Batista, segundo a Reuters.

A moeda fechou cotada a R$ 3,1381 nesta quarta-feira.

Na véspera, o dólar teve sua maior alta porcentual ante o real em quase um mês após o presidente Michel Temer voltar a ser alvo de inquérito, a partir da delação de executivos da J&F, sob a suspeita de que ele possa estar envolvido num esquema de corrupção e lavagem de dinheiro na edição de um decreto que mudou regras portuárias.

Ainda nesta quarta-feira, a Polícia Federal prendeu o empresário Wesley Batista, presidente-executivo da JBS, como parte de uma investigação sobre suspeita de que executivos do grupo se aproveitaram de informação privilegiada em decorrência dos próprios acordos de delação premiada para obter lucros milionários no mercado financeiro.

No final de semana, seu irmão, Joesley Batista, já havia sido preso, o que elevou a percepção do mercado de que o Temer pode ter força política para aprovar a reforma da Previdência. No exterior, o dólar operava com elevação ante uma cesta de moedas e também ante divisas de países emergentes, como os pesos chileno e mexicano.

O Banco Central brasileiro não anunciou qualquer intervenção no mercado de câmbio nesta sessão, por ora. Na véspera, especulações sobre a rolagem de US$ 9,975 bilhões em contratos de swap cambial tradicional (equivalentes à venda de dólares no mercado futuro) que vencem em outubro ajudaram a inflar o dólar. Entenda o que é swap cambial.


Na véspera, a moeda fechou em alta de 0,81%, vendida a R$ 3,129. Na semana, o dólar acumula alta de 1,11%. No mês e no ano, há queda de 0,59% e 3,71%, respectivamente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASÍLIA
Bancada de MS no Congresso elege Nelsinho Trad como o coordenador do grupo
BRASIL
Marco Aurélio nega recurso e Bolsonaro terá de pagar indenização
RURAL
Em MS, Iagro e SES enfrentam venda e uso irregular de agrotóxicos na agricultura
DOURADOS
Processo contra frigorífico resulta em equipamentos a unidades hospitalares
TV
Marina Ruy Barbosa nega festinha íntima com colegas de novela
DOURADOS
Câmara revoga financiamento de R$ 5 milhões autorizado à prefeitura
BRASIL
Maior superlua do ano ocorre nesta terça-feira
BR-463
Carro de luxo roubado em SP é recuperado no mesmo dia em MS
REUNIÃO EM BRASÍLIA
Reinaldo Azambuja discute Lei Kandir e concessão da BR-163 com bancada federal
BRASIL
Morre no Rio ex-ministro João Paulo dos Reis Velloso

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Motociclista atropela, mata criança de 1 ano em Dourados e foge do local
DOURADOS
Motorista tenta desviar de outro veículo e bate carro em árvore
NOVA ANDRADINA
Mãe de 16 anos mata filha de apenas 21 dias
DOURADOS
Um ano após pedido de demissão, ex-secretário de Délia retorna à prefeitura