Menu
Busca domingo, 21 de outubro de 2018
(67) 9860-3221
ECONOMIA

Dólar fecha em alta após dados de trabalho dos EUA

06 outubro 2017 - 17h35Por G1

O dólar fechou em alta nesta sexta-feira (6), após o resultado do relatório sobre o mercado de trabalho norte-americano de setembro.

A moeda norte-americana terminou a sessão em valorização de 0,19%, vendida a R$ 3,1586. Na semana, a moeda acumula alta de 0,10%. 

Os EUA perderam 33 mil postos de trabalho em setembro por conta dos furacões Irma e Harvey, mas a taxa de desemprego, contudo, caiu dois décimos, a 4,2%. Essa é a taxa mais baixa desde fevereiro de 2001. Os dados de agosto, porém, foram revisados para cima.

O resultado ajudará os investidores a calibrar as crescentes apostas de que o Federal Reserve, banco central norte-americano, vai elevar os juros nos Estados Unidos mais uma vez este ano, em dezembro.

"O furacão destruiu vagas nos estados por onde passou, mas a economia no geral parece estar indo muito bem. Assim, restam poucas dúvidas sobre a terceira alta dos juros deste ano em dezembro", justificou à Reuters o diretor da consultoria de valores mobiliários Wagner Investimentos, José Faria Júnior.

Os juros futuros passaram a precificar 93% de chances de uma alta de juros no encontro de 12 e 13 de dezembro, ante 83% antes dos dados.

Além disso, a taxa de desemprego, menos influenciada por esses fatores climáticos, caiu para 4,2%, a menor desde fevereiro de 2001. E o salário médio por hora cresceu 0,5% em setembro.

"A queda na taxa de desemprego pode persistir...para mais perto de 4% por algum tempo", escreveu o economista-chefe da empresa de pesquisas macroeconômicas Capital Economics, Paul Ashworth, segundo a Reuters. Após os números, o dólar saltou para a máxima em mais de dois meses contra o iene e para o maior nível em sete semanas contra o euro, subindo ante a cesta de moedas.

O dólar também operava em alta ante divisas de emergentes, como o rand sul-africano, o peso chileno e a lira turca.

Internamente, o cenário político continuava como pano de fundo, com os investidores ainda monitorando o andamento da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer.

Na véspera, ministro Luís Roberto Barroso, do STF, autorizou a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a tomar o depoimento do presidente no caso um decreto deste ano que mudou regras do sistema portuário.

Na sessão de quinta-feira, a moeda norte-americana subiu 0,67%, vendida a R$ 3,1524.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Mulher Melão posa de lingerie e sensualiza com corrente
DOURADOS
Marcha para Jesus leva multidão de fiéis para o Centro
AGENDÃO
Semana na ALMS tem sessão solene, plenárias e CCJR
COXIM
Veículo roubado em Pernambuco e que seria levado para Campo Grande é recuperado
BRASIL
Conheça as propostas de Bolsonaro e Haddad para o meio ambiente
DOURADOS
1ª Peixada Dourados News reúne leitores, autoridades e entidades para celebrar o 18º ano do digital douradense
ORÇAMENTO
MEC libera R$ 16,10 milhões para instituições federais em MS
TRÁFICO
Quadrilha que distribua cocaína é desarticulada em MS
BRASIL
Um terço do lixo tem destinação inadequada na América Latina e Caribe
FRONTEIRA
Homem encontra animais mortos em fazenda e populares suspeitam de onça

Mais Lidas

DOURADOS
Familiares e amigos dão adeus a empresário e filho mortos em acidente
DOURADOS
Bandidos atiram contra viatura e abandonam carro tomado em assalto
DOURADOS
Dupla é flagrada furtando comércio no Centro
CAMPO GRANDE
Estudante de 12 anos dá soco em professor após ser advertido em sala