Menu
Busca sábado, 21 de julho de 2018
(67) 9860-3221
ECONOMIA

Dólar fecha em alta após dados de trabalho dos EUA

06 outubro 2017 - 17h35Por G1

O dólar fechou em alta nesta sexta-feira (6), após o resultado do relatório sobre o mercado de trabalho norte-americano de setembro.

A moeda norte-americana terminou a sessão em valorização de 0,19%, vendida a R$ 3,1586. Na semana, a moeda acumula alta de 0,10%. 

Os EUA perderam 33 mil postos de trabalho em setembro por conta dos furacões Irma e Harvey, mas a taxa de desemprego, contudo, caiu dois décimos, a 4,2%. Essa é a taxa mais baixa desde fevereiro de 2001. Os dados de agosto, porém, foram revisados para cima.

O resultado ajudará os investidores a calibrar as crescentes apostas de que o Federal Reserve, banco central norte-americano, vai elevar os juros nos Estados Unidos mais uma vez este ano, em dezembro.

"O furacão destruiu vagas nos estados por onde passou, mas a economia no geral parece estar indo muito bem. Assim, restam poucas dúvidas sobre a terceira alta dos juros deste ano em dezembro", justificou à Reuters o diretor da consultoria de valores mobiliários Wagner Investimentos, José Faria Júnior.

Os juros futuros passaram a precificar 93% de chances de uma alta de juros no encontro de 12 e 13 de dezembro, ante 83% antes dos dados.

Além disso, a taxa de desemprego, menos influenciada por esses fatores climáticos, caiu para 4,2%, a menor desde fevereiro de 2001. E o salário médio por hora cresceu 0,5% em setembro.

"A queda na taxa de desemprego pode persistir...para mais perto de 4% por algum tempo", escreveu o economista-chefe da empresa de pesquisas macroeconômicas Capital Economics, Paul Ashworth, segundo a Reuters. Após os números, o dólar saltou para a máxima em mais de dois meses contra o iene e para o maior nível em sete semanas contra o euro, subindo ante a cesta de moedas.

O dólar também operava em alta ante divisas de emergentes, como o rand sul-africano, o peso chileno e a lira turca.

Internamente, o cenário político continuava como pano de fundo, com os investidores ainda monitorando o andamento da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer.

Na véspera, ministro Luís Roberto Barroso, do STF, autorizou a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a tomar o depoimento do presidente no caso um decreto deste ano que mudou regras do sistema portuário.

Na sessão de quinta-feira, a moeda norte-americana subiu 0,67%, vendida a R$ 3,1524.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÂNSITO
Motociclista morre após acidente em avenida movimentada da Capital
BRASIL
PMN decide não ter candidato à Presidência nem fazer alianças
FUTEBOL
Clássicos regionais podem definir novo líder hoje no Brasileirão
LOTERIA
Mega Sena pode pagar R$ 62 milhões neste sábado
CAMPO GRANDE
Homem escala torre de energia e cai ao encostar na rede de alta tensão
ELEIÇÕES 2018
Mesmo com Puccinelli preso, MDB retoma na segunda preparativos para lançamento de sua candidatura
ELEIÇÕES 2018
PDT lança Odilon ao governo e se alia ao Pros e Podemos
CAMPO GRANDE
Mulher morre ao bater carro na traseira de caminhão parado
SUB-19
Sete sai na frente, toma a virada e perde a liderança para o União ABC
FLAGRANTE
Maconha apreendida em Dourados deve chegar a 2t

Mais Lidas

ALBINO COM A JOAQUIM
Músico morre quatro dias após acidente no Centro de Dourados
LAMA ASFÁLTICA
Puccinelli, filho e advogado são presos na Capital
ÁGUA BOA
Ferido com tiro durante comemorações na Copa é preso com drogas em Dourados
DOURADOS
Vereador é assaltado por dupla armada ao chegar em casa