Menu
Busca domingo, 25 de fevereiro de 2018
(67) 9860-3221
Clube Indaiá - Janeiro 2018
MULTAS

Dívidas de infrações ambientais serão enviadas aos cartórios de protestos

15 setembro 2017 - 07h30

As dívidas oriundas de infrações ambientais não pagas até o vencimento, e após inscritas no Cadastro de Dívida , serão encaminhadas aos cartórios de protesto para que seja agilizada a cobrança e a tomada das providências legais cabíveis. O Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) firmou convênio com o Instituto de Protesto de Títulos do Brasil – Seção Mato Grosso do Sul (IEPTB-MS) nesta quinta-feira, dia 14 de setembro, com essa finalidade. O convênio é um avanço importante no processo de cobrança dessas dívidas, avalia o diretor presidente do Imasul, Ricardo Eboli. Atualmente, a recuperação é feita por via judicial, trâmite demorado e com custo alto a ambas as partes.

O Imasul tem um volume elevado de processos de cobrança de dívidas resultantes de multas pelas mais diversas infrações ambientais, desde pesca ilegal até supressão vegetal não autorizada. Após ser autuado, o cidadão tem prazo para recorrer, e se não conseguir reverter a multa, tem prazo para quitá-la. Passado esse prazo, o débito é inscrito na Dívida Ativa do Estado e até então, a cobrança vinha sendo feita pela PGE (Procuradoria Geral do Estado). Um processo judicial dessa natureza demora em média quatro anos, diz o diretor do IEPTB-MS, Alexandre Resende Pellegrini. E quando o Estado ganha a causa, os recursos não voltam para o Imasul, acabam sendo depositados no cofre único do governo.

A partir de agora, com a assinatura do convênio – que se fundamenta na Portaria Imasul 558 publicada no Diário Oficial de 23 de agosto – o próprio órgão ambiental vai inscrever esses débitos na Dívida Ativa, transformando-os em títulos de protesto. E em seguida vai providenciar a cobrança que passa a ser feita, primeiramente, via cartórios de protesto. O IEPTB-MS forneceu um software para que os técnicos do Imasul façam o gerenciamento dessa carteira de débitos, sem custo nenhum ao órgão ambiental. O software distribui os títulos de protesto eletronicamente aos cartórios de todo o Estado, o que agiliza a cobrança. Uma vez notificado, o infrator tem três dias para quitar a dívida ou terá seu nome inscrito nas listas de restrição de crédito.

O IEPTB-MS já tem convênio semelhante com o próprio Estado (para distribuição dos títulos de protesto) e também com a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul (Agepan). A experiência mostra que o processo de cobrança por essa via é eficiente e muito mais rápido que o trâmite judicial, diz Pellegrini.

Portanto, é importante que os cidadãos que tenham processos de cobrança de dívidas resultantes de infrações ambientais procurem o Imasul o mais rápido possível para fazer a quitação, antes que elas sejam transformadas em títulos de cobrança e encaminhadas aos cartórios, explica o gerente de Administração e Finanças do Imasul, Roberto Silveira Barbosa. "Após o título ser enviado ao cartório, o cidadão vai ter que recolher os emolumentos e demais custas notariais, além do valor da multa", diz.

Com os recursos de multas por infrações ambientais o Imasul pode melhorar os serviços de fiscalização ambiental e ainda investir em ações para mitigar os impactos sofridos pela natureza, como projetos de reflorestamento, a reabilitação de animais silvestres, entre outros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Motociclista morre ao bater em caminhão
INTERNACIONAL
Papa diz que situação em Ghouta é "desumana" e pede fim dos ataques na Síria
O papa Francisco qualificou neste domingo (250 de "desumana" a situação em Ghouta Oriental, reduto opositor nos arredores de Damasco, e fez um apelo para que a violência acabe na região.
ESPORTES
Corinthians vence 4 Dérbis seguidos pela 1ª vez desde 1985
INTERNACIONAL
Igrejas cristãs fecham Santo Sepulcro em protesto contra impostos
O Santo Sepulcro de Jerusalém, o local onde, segundo a tradição, Jesus Cristo foi sepultado, fechou neste domingo (25) por tempo indeterminado por ordem das principais igrejas cristãs
POLÍCIA
PMA prende pescador profissional foragido da justiça por homicídio
PMA prende pescador profissional foragido da justiça por homicídio e com passagem por pesca predatória, lesão corporal e violência doméstica
MS
Com oferta de veículos e equipamentos agrícolas, Governo realizará 1° leilão do ano
NOVA ALVORADA DO SUL
Motorista alcolizado perde controle e colide carro em muro de delegacia
Jovem de 24 anos colidiu o carro que conduzia contra o muro da Delegacia de Polícia Civil, de Nova Alvorada do Sul, distante 120 quilômetros de Campo Grande, por volta das 18h de ontem (24), na Rua Dorivaldo Monteiro Nogueira, no Centro.
CAPITAL
Pichadores detidos pela GM são autuados pela PMA
FAMOSOS
Decotada, Kim Kardashian quase mostra demais
PRAZO
Programa Vencendo o Medo de Dirigir está com inscrições abertas
O Departamento Estadual de Trânsito (Detran- MS), em parceria com a Clínica Escola de Psicologia da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) oferece o programa Vencendo o Medo de Dirigir, para auxiliar homens e mulheres que possuem medo, nervosismo e insegurança para dirigir.

Mais Lidas

POLÍCIA
Quatro ficam feridos em acidente na MS-270
CAPITAL
Adolescente mata padrasto enforcado para defender mãe
Neste sábado (24), um adolescente de 15 anos matou o padrasto de 27 anos enforcado para defender a mãe. O fato ocorreu na rua Vaz de Caminha, no Jardim Noroeste, em Campo Grande.
DOURADOS
Assaltantes em moto agem na rua Monte Alegre
Vítimas procuraram à polícia e relataram assaltos por dois homens em um uma moto
TRÁFICO
Jovem é flagrada com maconha em ônibus