Menu
Busca terça, 20 de agosto de 2019
(67) 9860-3221

Custo médio das passagens aéreas cai pela metade em dez anos, diz Anac

17 janeiro 2013 - 15h55

Nunca foi tão barato viajar de avião. Considerado em passado recente um luxo para poucos, as viagens aéreas se popularizaram e atualmente os brasileiros estão pagando pouco menos da metade do valor que pagavam há dez anos para cruzar o Brasil mais rápido.

Segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira (17) pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), no último trimestre de 2012, o valor médio da passagem doméstica foi R$ 267,31. No mesmo período de 2002, era cobrado R$ 542,64. A redução em dez anos alcançou 50,74%.

Se a comparação for feita entre 2012 e 2011, no período de janeiro a setembro, a tarifa aérea média doméstica foi R$ 273,32, valor 0,15% menor. Ainda segundo a Anac, 68,89% dos assentos comercializados de janeiro a setembro do ano passado foram vendidos com valores inferiores a R$ 300,00. Tarifas inferiores a R$ 100,00 representaram 15,63% em igual período. Passagens com valor superior a R$ 1.500,00 representaram 0,23% dos bilhetes vendidos.

Os valores mais atrativos são atribuídos à liberdade tarifária e à oferta das empresas. “As empresas têm buscado cada vez mais diversificar suas tarifas e assim capturar o perfil e a preferência dos passageiros, o que tem contribuído para promover a inclusão social do transporte aéreo”, segundo a superintendente de regulação econômica e acompanhamento de mercado da Anac, Danielle Crema.

De acordo com ela, em 2002, apenas 30,45% das passagens aéreas eram comercializadas com tarifas inferiores a R$ 300,00. Na atualidade, esse valor abarca cerca de 70% das passagens comercializadas”, explica.

A procura pelo transporte aéreo aumentou tanto que nem o fato de as empresas terem duplicado, nos últimos dez anos, a oferta de assentos, conseguiu alcançar a demanda de passageiros transportados, que quase triplicou, com média de crescimento de 12,8 % ao ano.

A Anac não quis comentar se a recente concentração do mercado das companhias aéreas, com a compra e depois extinção da Webjet pela Gol, em novembro passado, pode reduzir a concorrência entre as empresas e, consequentemente, levar ao encarecimento das passagens, prejudicando os consumidores.

Em São Paulo, a Associação Brasileira das Empresas Aéreas garantiu que as companhias aéreas vão manter promoções de passagens aéreas em 2013. Segundo o presidente da entidade, Eduardo Sanovicz, as empresas esperam aumentar em 9% o número de passageiros este ano. Ele disse que houve prejuízo no setor, em 2012, mas não informou o montante nem se haverá aumento de tarifas para compensar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTADO
Com a inauguração em Ribas do Rio Pardo, 34 municípios passam a contar com Procon
TRÁFICO
Polícia prende traficante que vendia drogas há oito anos em bairro
FISCALIZAÇÃO
Foragido da Justiça de MG é preso na região de Maracaju
PAÍSES VIZINHOS
Portaria impede entrada de altos funcionários da Venezuela no Brasil
FLAGRANTE
Veículo de luxo roubado no ES é recuperado em Rio Brilhante
AQUIDAUANA
Policial aposentado morre ao ser atropelado pelo próprio veículo
EDITAL
Assinatura de convênios garante repasse de R$ 1,5 milhão para pesquisas no Estado
DOURADOS
Inscrições para seleção de novas Famílias Acolhedoras são abertas
CAMPO GRANDE
Polícia encontra maconha escondida em armário de escola
POLÍTICA
Haddad suspende agenda e Caravana Lula Livre é cancelada em Dourados

Mais Lidas

NO PARANÁ
Douradense morre ao ser prensado por caminhão em laticínio
DOURADOS
Acusado de participação no sequestro de família douradense se apresenta à polícia
DOURADOS
Em ato de filiação ao PSL, reitora temporária diz não ter prazo para deixar comando da UFGD
MS-376
Veículo fica completamente destruído e homem morre em acidente entre Vicentina e Fátima do Sul