Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Contratações do FCO em Mato Grosso do Sul já chegam a R$ 1,385 bilhão

07 novembro 2019 - 10h40Por Da Redação

Em Mato Grosso do Sul, R$ 1,385 bilhão do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) já foram efetivamente contratados junto ao Banco do Brasil para a viabilização de novos empreendimentos rurais e empresariais. Do volume total de recurso já financiado, R$ 507,9 milhões são do setor Empresarial e R$ 877,2 milhões são de projetos do setor Rural. Os números foram apresentados na reunião do CEIF/FCO (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo FCO), realizada nesta quarta-feira (6) na Semagro (Secretaria e Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

“Importante destacar que, do total financiado até o momento, 80% foi contratado por micros e pequenas empresas, seguindo a política do FCO, de privilegiar empreendimentos deste segmento, função que estamos conseguindo cumprir integralmente em Mato Grosso do Sul”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro, que preside o CEIF/FCO (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo FCO), o órgão gestor do fundo no Estado.

Até outubro deste ano, foram aprovadas 1513 propostas no FCO Rural e 1923 no FCO Empresarial. Os municípios que mais contrataram recursos do FCO são Campo Grande (R$ 171,2 milhões); Dourados (R$ 136,6 milhões) e Maracaju (R$ 110,2 milhões).

“No FCO Rural nós já esgotamos os recursos disponíveis e temos demanda internalizada. Neste segmento, a ênfase tem sido a suinocultura. Na reunião de hoje, do CEIF, aprovamos 10 novos projetos do setor, seguindo a visão de que nós precisamos produzir mais suínos no Estado para atender a capacidade industrial instalada no Estado. Tivemos também uma retomada da avicultura, com a aprovação de mais 6 projetos no setor avícola. Outro grande foco, tem sido a aquisição de máquinas e equipamentos, indicativo importante da confiança do produtor”, avalia Jaime Verruck.

Outro destaque feiro pelo titular da Semagro é a disponibilidade de R$ 180 milhões do FCO para o setor Empresarial, recurso que ainda pode ser solicitado neste ano. “Temos R$ 180 milhões de saldo disponível para os micro e pequenos empresários. Eles podem buscar as agências do Banco do Brasil para financiar capital de giro ou outras operações. É um recurso do FCO que ainda não foi internalizado e que deve atender prioritariamente o setor empresarial. Mas, se não houver demanda, ele deverá ser realocado para atender a outras demandas já internalizadas no Rural, pois a meta do CEIF é aplicar 100% do valor disponível para o Estado, finalizou o secretário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pai recebe vídeo de bebê sendo forçado a beber pimenta e denuncia
INFLUENZA
Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 30 de junho
SAÚDE
Cartilha na língua terena informa sobre cuidados com a Covid-19
PAGAMENTO
Salário dos servidores estaduais estará dispinívels no dia 05 de junho
TRÊS LAGOAS
Polícia investiga morte de bebê de seis meses após queda de carrinho
ECONOMIA
Saque aniversário do FGTS poderá ser usado para garantir empréstimos
TRÁFICO
Polícia apreende 743 quilos de maconha que seguiria para a Capital
RECURSOS
Estado repassa R$ 6 milhões para auxiliar ações na saúde de Dourados
ECONOMIA
Novo Plano Decenal de Energia trará ajustes por causa da pandemia
DOURADOS
Bancários empossam nova diretoria no domingo

Mais Lidas

PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
TRÁFICO
Servidor da Sesai usava veículo oficial para trazer maconha do Paraguai
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
DOURADOS
Após brigar com a ex e decidir dormir na rua, homem é assaltado e agredido