Menu
Busca terça, 12 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
ECONOMIA

Com nove produtos mais caros, cesta básica em outubro custou 38% do salário mínimo em Dourados

07 novembro 2019 - 09h01Por Vinicios Araújo

O preço da cesta básica em Dourados foi impactado pela elevação nos custos de 9 produtos no mês de outubro. Para comprar os alimentos, o douradense precisou comprometer 38% do salário mínimo vigente (R$ 998).

Quem revela isso é a pesquisa mensal realizada pelo acadêmicos do curso de Ciência Econômicas da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). Conforme os dados colhidos, no 10° mês do ano o valor médio da cesta ficou em R$ 383,47. Isso representa um aumento de 3,76% comparado a setembro (R$ 369,59). 

A variação de preços entre maior e menor custo ficou em 15,67%, tendo sido registrado a cesta mais cara em R$ 400,56 e a mais barata R$ 346,30.  

“O que se percebe enquanto ao comportamento dos preços da cesta básica no município de Dourados este ano é a instabilidade, já que num mês temos elevação e no outro uma queda de preços. Devemos levar em conta que os produtos que compõem a cesta básica dependem das estações do ano, por isso, oscilam muito de preços. O que nos deixou preocupado quando da realização da análise dos preços da cesta básica no mês de outubro é que os produtos que têm maior peso na composição da cesta como carne, tomate e pão francês, aumentaram de preços juntos, isso repercutiu no encarecimento da cesta básica douradense”, avaliou o professor Enrique Romero. 

Em outubro nove, dos 13 produtos da cesta, tiveram aumento de preços. 

- Margarina: 12,98%
- Tomate: 10,24%
- Carne: 7,30%
- Arroz: 4,97%
- Feijão: 3,14%
- Farinha de trigo: 2,45%
- Pão francês: 1,54%
- Açúcar: 1,37%
- Leite: 1,18%

Mas, ainda assim, Dourados teve a cesta mais barata que algumas capitais do País. Campo Grande, por exemplo, ficou com valor médio em R$ 409,30, São Paulo R$ 473,69, Porto Alegre R$ 463,24 e Rio de Janeiro com R$ 462,57.

Desta vez, os preços da cesta Básica douradense, superou os valores verificados em seis capitais, especialmente nas regiões norte e nordeste do País: Aracaju/SE (R$ 325,01), Natal/RN (R$ 341,90), Salvador/BA (R$ 347,65), João Pessoa/PB (R$ 351,19), Recife/PE (R$ 359,55) e  Belém/PA (R$ 377,37).

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNICÍPIOS
Nelsinho Trad consegue recursos de R$ 1,4 milhão da União para MS
TRÊS LAGOAS
Homem é preso em flagrante por passar a mão nas partes íntimas de diarista
AGEPAN
Empresas de transporte têm até 24 de dezembro para requerer autorização
APOSENTADORIA
Congresso Nacional promulga nesta terça-feira a reforma da Previdência
REGIÃO
Marçal Filho espera que CPI da Energisa seja aberta esta semana
FRONTEIRA
Jovem é preso com 304 quilos de maconha que iria para São Paulo
POLÍTICA
Acolhimento Familiar será tema de Seminário na Câmara de Dourados
BRASIL
Medida provisória que extingue o Dpvat é assinada por Bolsonaro
JUSTIÇA
Semana da Conciliação em MS totaliza R$ 6,6 mi em acordos
CAPITAL
Morre bebê vítima de acidente causado por PM e família doa órgãos

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente mata uma pessoa próximo a Embrapa
BR-163
Motorista morre ao bater de frente com carreta em Dourados
PONTA PORÃ/PEDRO JUAN
Três são assassinados e um bebê fica ferido em "domingo sangrento" na fronteira
DOURADOS
Justiça manda município pagar salário a guarda municipal preso por tráfico